A estátua de ouro

A estátua de ouro

Há muito tempo, os estudiosos da Bíblia notaram a ligação entre Daniel 3 (a história dos três hebreus na planície de Dura) e Apocalipse 13 (uma descrição da perseguição que o povo de Deus enfrentou no passado e enfrentará nos últimos dias).

Assista ao vídeo para estudar sobre a intima relação entre Daniel 3 e Apocalipse 13:

Compare Daniel 3:1 a 6 com Apocalipse 13:11 a 15. Quais são os paralelos entre essas duas passagens?

Em ambos os casos, a questão da adoração é central, porém ambos falam sobre uma adoração forçada. Ou seja, as autoridades políticas no poder exigem a adoração devida apenas ao Senhor.

Leia Daniel 3:13 a 18. O que enfrentaremos nos últimos dias? Como devemos encarar o que está por vir?

O líder mais poderoso da Terra, Nabucodonosor, havia zombado daqueles homens e de seu Deus, dizendo: “Quem é o deus que vos poderá livrar das minhas mãos?” (Dn 3:15). Ele logo descobriu quem esse Deus era, pois mais tarde declarou: “Bendito seja o Deus de Sadraque, Mesaque e Abede-­Nego, que enviou o Seu anjo e livrou os Seus servos, que confiaram Nele, pois não quiseram cumprir a palavra do rei, preferindo entregar o seu corpo, a servirem e adorarem a qualquer outro deus, senão ao seu Deus” (Dn 3:28).

Depois de presenciar um milagre como aquele, o rei ficou convencido de que havia algo especial no Deus a quem aqueles homens serviam.

Suponha, no entanto, que aqueles jovens não tivessem sido livrados das chamas, o que eles perceberam que era uma clara possibilidade (Dn 3:18). Por que eles ainda assim teriam agido corretamente, não obedecendo à ordem do rei, mesmo que isso significasse que eles seriam queimados vivos? Essa história apresenta um testemunho poderoso da fé e disposição daqueles homens em defender o que acreditavam, independentemente das consequências.

Quando surgir a questão da adoração nos últimos dias, como podemos ter a certeza de que permaneceremos tão fiéis quanto aqueles homens? Se não somos fiéis agora, no “pouco”, o que nos faz pensar que seremos em algo tão grande quanto a crise final?

Lição Escola Sabatina – 10 Abril 2018

Anterior Por que os justos serão julgados?
Próximo A adoração da estátua: onde estava Daniel?

Sobre o autor

Leandro Quadros
Leandro Quadros 657 posts

Escritor e apresentador dos programas "Na Mira da Verdade" e "Lições da Bíblia"

Veja todos os posts do autor →

Veja também

Apologética Cristã 0 Comentários

Jesus, Paulo e o Arrebatamento Secreto

A Igreja apostólica viveu na expectativa do retorno de Cristo em glória e majestade. Paulo definiu os cristãos como aqueles que experimentam a graça de Deus, vivem uma vida santificada e “aguardam a bendita esperança e a manifestação [epiphaneia = aparecimento] da glória do nosso grande Deus e Salvador Cristo Jesus” (Tito 2:13).

Apologética Cristã 13 Comentários

“Adventista? Jamais”

Um internauta com o pseudônimo “Adventista? Jamais” fez a seguinte afirmação: “Você diz usar a Bíblia como sua única regra de fé pratica não é? Então me mostre onde está escrito NA

Apologética Cristã 1Comentários

Veracidade dos Sinais da volta de Jesus

Os sinais indicam que a vinda do Salvador está realmente próxima? Certamente! Veja o que diz a Bíblia a respeito: “Ora, ao começarem estas coisas a suceder, exultai e erguei

0 Comentários

Ainda não há comentários!

Você pode ser o primeiro a comente este artigo!