7 comments

  1. Ellen White diz:

    “Em Seus ensinos, Cristo mostrou de quão vasto alcance são os princípios da lei pronunciada do Sinai. Fez Ele uma aplicação viva dessa lei cujos princípios permanecem para sempre a grande norma de justiça – norma pela qual todos serão julgados naquele grande dia em que se assentar o juízo e os livros forem abertos. Veio Ele para cumprir toda a justiça e, como cabeça da humanidade, mostrar ao homem que ele pode fazer a mesma obra, satisfazendo a todas as especificações dos reclamos de Deus. Pela medida da graça que Ele concede ao instrumento humano, ninguém precisa perder o Céu. A perfeição de caráter é alcançável por todo aquele que nela se empenha. Isto é a própria base do novo concerto evangélico. A lei de Jeová é a árvore; o evangelho são as perfumosas flores e os frutos que ela produz”. – Mensagens Escolhidas 1:211, 212. MG – MG 138.1

    1. Publiquei no blog um artigo escrito por Woodrow W. Whidden traduzido do do verbete “Perfeccion” da obra The Ellen G. White Encyclopedia, a maior obra de referência sobre Ellen G. White já produzida. A Casa Publicadora Brasileira está trabalhando em sua tradução para que todo público de fala portuguesa tenha acesso a tão rico material. Esta é a primeira postagem em português sobre este assunto!
      Nesse post você terá acesso a um resumo muito profundo sobre a posição de Ellen G. White acerca da perfeição cristã. Boa leitura e, EQUILÍBRIO!

      http://leandroquadros.com.br/ellen-g-white-e-a-perfeicao-crista/

  2. Não vos assenteis na poltrona de Satanás, dizendo que não adianta, que não podeis deixar de pecar, que não há em vós poder para vencer. Não há poder em vós, separados de Cristo, mas tendes o privilégio de ter Cristo permanentemente em vosso coração pela fé, e Ele pode vencer o pecado em vós, quando com Ele cooperardes. … Podeis ser cartas vivas, conhecidas e lidas por todos os homens. Não deveis ser cartas mortas, mas vivas, testificando perante o mundo que Jesus é capaz de salvar. — The Youth’s Instructor, 29 de Junho de 1893. AV 71.5

    1. Publiquei no blog um artigo escrito por Woodrow W. Whidden traduzido do do verbete “Perfeccion” da obra The Ellen G. White Encyclopedia, a maior obra de referência sobre Ellen G. White já produzida. A Casa Publicadora Brasileira está trabalhando em sua tradução para que todo público de fala portuguesa tenha acesso a tão rico material. Esta é a primeira postagem em português sobre este assunto!
      Nesse post você terá acesso a um resumo muito profundo sobre a posição de Ellen G. White acerca da perfeição cristã. Boa leitura e, EQUILÍBRIO!

      http://leandroquadros.com.br/ellen-g-white-e-a-perfeicao-crista/

  3. Concordo em parte com a pastagem, mas acrescento que não existe meio termo, como, por exemplo, não existe meio ladrão. A obra que O Senhor faz é completa. Jesus disse: “Sede perfeitos, como é perfeito vosso Pai que está nos céus”. Outra coisa; quando Cristo realmente transforma por Sua graça o coração do pecador, esse passa a ter prazer na lei de Deus.

    1. Caro Isaac: está totalmente certo. Porém, lembre-se que a perfeição cristã é um processo que leva a vida toda, e que a perfeição de Mateus 5:58 não é “impecabilidade”, mas amar os inimigos não pagando o mal com o mal (leia a partir do verso 43). Graça e paz!

  4. por favor amado Prof.L.Q deixa mais esta semana o 1seminario de interpretaçao Biblica…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *