Sem categoria

Ano novo. De novo.

O novo ano começou. Definitivamente.

Para muitos, alegria, expectativa, desafios e metas ainda maiores.

Para outros, tristeza, decepção, frustração e até depressão. À semelhança do autor de Lamentações, na Bíblia, procuram algo que possa dar esperança. Em meio à destruição, ruína e fracasso de uma Jerusalém destruída, o autor, no capítulo 3:21, balbucia: “Quero trazer à memória o que me pode dar esperança”. Nos versos seguintes vem a resposta, a solução – ou a fonte de esperança: “as misericórdias do Senhor”. Assim mesmo, com “s”. No plural.

Convicto das bênçãos decorrentes das misericórdias do Senhor, ele outrora depressivo e agora entusiasmado, garante, no verso 24: “A minha porção é o Senhor”. O contraste entre o real e o imaginário é gritante. Cercado pela desgraça da guerra, em meio ao lixo, mortos ao céu aberto, sobreviventes violentados em todos os sentidos, desesperança, racionamento de água e comida, ele consegue dizer que a “porção” é o Senhor. E se a porção é o Senhor o poeta não precisa de mais nada. Tem tudo.

2009 ficou para trás. Tem você se sentido uma Jerusalém destruída, desolada? A vida espiritual está em ruínas? As lágrimas secretas tem consumido teus olhos? Foi mais um ano frustrante?

Traga à memória o que te pode dar esperança! Relembre o que Deus já fez em tua vida. Ele é o mesmo. Ontem. Hoje. E para sempre. As misericórdias dEle não tem fim. Renovam-se não apenas no começo de um novo ano. Mas todos os dias. Todas as manhãs.

Por Pr. Amilton Menezes 

Clique nesta imagem para ir ao site e conhecer o conteúdo do áudio livro

Tags:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *