Dez Perguntas Para Quem Defende a Imortalidade da Alma

Dez Perguntas Para Quem Defende a Imortalidade da Alma

1º – Por que Jesus diz a Seus seguidores que iria subir para lhes “preparar moradas”, mas a ênfase que dá quanto à ocupação das mesmas é o momento do reencontro com eles quando retornasse para os receber, e não quando morressem e suas almas fossem para o céu para as irem ocupando (João 14:1-3)?

2º – Por que Cristo e Paulo acentuam que os mortos ressuscitarão ao ouvirem a voz do arcanjo e a trombeta divina, sendo “despertados” do sono da morte (Mateus 24:30; 1 Tessalonicenses 4:16), quando suas almas supostamente vêm do céu, inferno, purgatório para reincorporarem, estando já bem despertas?

3º – Por que Jesus, quando confortava as irmãs do falecido Lázaro, além de empregar a metáfora do sono-“Nosso amigo Lázaro está dormindo. . .”-não lhes indicou que o falecido estava na glória celestial, mas referiu-lhes a esperança da ressurreição (João 11:17-27)?

4º – Quando Cristo ressuscitou a Lázaro, após estar o seu amigo morto por quatro dias, tirou-o do céu, do inferno ou do purgatório? Se foi do céu fez-lhe uma maldade trazendo-o de volta para sofrer nesta Terra. Se foi do inferno (pouco provável, pois ele era um seguidor do Mestre), concedeu-lhe uma segunda oportunidade de salvação, o que é antibíblico.

5º – Onde é dito que o lago de fogo, que acontece sobre a Terra (Apocalipse 20: 9, 14, 15) se transfere para alguma outra parte do universo e ali continua queimando, quando o contexto imediato diz que logo em seguida à segunda morte o profeta viu “novo céu e nova terra . . . e o mar já não existe” (Apocalipse 21:1)?

6º – Por que Paulo, ao discutir específica e detalhadamente em 1 Tessalonicenses 4:13-18 e, especialmente, no capítulo 15 de 1 Coríntios, como será o reencontro final de todos os salvos com o Salvador em parte alguma fala de almas vindas do céu, ou seja de onde for, para reincorporarem?

7º – Paulo diz ainda aos Tessalonicenses que não deviam lamentar pelos seus amados falecidos que “dormiam”, encerrando com a recomendação: “Consolai-vos, pois, uns aos outros com estas palavras” (vs. 18). Ele não diz que já desfrutavam as bênçãos celestiais, e sim que estavam “dormindo” e seriam despertados. Por que a consolação deriva da promessa da ressurreição, e não de que as almas de seus entes queridos já estivessem no céu?

8º – Paulo diz claramente que sem a ressurreição dos mortos-confirmada e garantida pela do próprio Cristo-“os que dormiram em Cristo pereceram” (1 Coríntios 15:16 a 18). Por que pereceram, já que deviam estar garantidos com suas almas no céu?

9º – Mais adiante no mesmo capítulo Paulo confirma o que disse nos vs. 16 a 18, acentuando que arriscou morrer lutando com feras, dando a entender que se morresse estaria também perdido (vs. 32). Ao comentar, “comamos, bebamos que amanhã morreremos”, não estaria claramente indicando que sem a realidade da ressurreição, não há esperança alguma de vida eterna?

10º – Por que Jó fala de sua esperança em ver o seu Redentor “na minha carne”, quando Ele finalmente “se levantará sobre a Terra”, e não que iria vê-lo quando sua alma fosse para o céu (Jó 19:25)?

Autor: Prof. Azenilto G. Brito
Ministério Sola Scriptura
Bessemer, Ala., EUA

Anterior O que a Bíblia diz sobre gerenciar as suas finanças?
Próximo Humildade cristã não está com cristãos cabisbaixos

Sobre o autor

Leandro Quadros
Leandro Quadros 643 posts

Escritor e apresentador dos programas "Na Mira da Verdade" e "Lições da Bíblia"

Veja todos os posts do autor →

Veja também

Apologética Cristã 1Comentários

O Domingo na Nova Aliança

O Sábado e o Domingo na Nova Aliança A questão das alianças (ou concertos) tem sido muito distorcida e mal compreendia. Brevemente, permita-me informar o que a Antiga Aliança não

Apologética Cristã 0 Comentários

Soberania Divina ou Tirania divina?

Há uma crença satânica que se veste com uma roupagem de “Soberania Divina” e que tem feito um grupo de pessoas acreditar num Deus “Soberano” ao ponto de decidir quem

Apologética Cristã 1Comentários

Só o Pai é Deus? De maneira alguma! (João 17:3)

João 17:3 afirma que Deus Pai é o único ser absolutamente divino? Não é isso o que o texto diz. Leiamos: “E a vida eterna é esta: que te conheçam

3 Comentários

  1. MarinhoSul
    abril 06, 03:47 Resposta

    Parte III – Correção: Onde eu disse, São Jerônimo, entenda-se Santo Agostinho. É à partir de sua interpretação sobre o Gên. q a teologia, começa a desenvolver-se , ficando pronta segundo John D. Croassaint, ( analisando os documento do primeiro séc em ditante), até o séc XIX.

  2. MarinhoSul
    março 26, 05:54 Resposta

    Nota importante: ” O mundo por vir”; “mundo vindouro” q Lucas cita, é a RESSURREIÇÃO FINAL. Aqui, o termo ressurreição criado pela igreja, demonstra seu 3° sentido, ou seja, vc tem aí no texto o vocábulo-verbete ressurreição significando CLARAMENTE, sem questionamentos, reaparecimento em plano espiritual, ou na realidade divina , onde TODOS juntam-se a Abraão, até mesmo no futuro do Oriente e Ocidente, e Jesus, recita estas passagens dos patriarcas, confirmando q não DORMEM, nem estão EXTINTO, levando em conta a crença FARISAICA por causa da passagem de  Ex 3.6, porque os saduceus diziam aceitar como autoridade somente o Pentateuco. Segundo eles, nada havia nos escritos de Moisés que sustentasse a ressurreição e a sobrevivência da alma .
    Jesus, recita a passagem dizendo q os patriarcas, q morreram SÉCULOS E SÉCULOS antes, estão VIVINHOS DA SILVA, perante Deus, e perante Abraão.

    O mundo por vir, ou ” mundo vindouro” como cita Lucas, determina a RESSURREIÇÃO final , onde as 613 normas morais de Conduta são cumpridas ( certamente) pois é o sentido da Salvação em hebraica, cultural, político-social e principalmente MORAL, pois em Romanos está escrito q os judeus, salvariam-se , ora , se eles não creem em teologia, salvam-se como?
    Lucas, dá ideia clara do 3°sentido da RESSURREIÇÃO, onde não há mais a necessidade de reencarnar, pois ” são como anjos do céu, não mais dados a casamentos”; obviamente, não mais reencarnam , logo ” não mais dados a casamentos”, é pq não há mais a necessidade da reprodução biológica, e estão no q os Salmos com David citam o “OLAM HABA”, mundo por vir, mundo espiritual, q não pode ser traduzido ao pé da letra, pois determina uma realidade tetradimensional.
    Lá é dito: ” A Lei de Yahveh é PERFEITA, faz descer à sepultura ( o sheol, ou inferno cristão), e de LÁ RETORNAR.
    Logo, é Perfeita! As bíblias traduzem: ” A Lei de Yahveh é perfeita, o testemunho de Deus é fiel, refrigera a Alma”.
    Quem adultera prof?!
    Jesus diz q o corpo para nada serve, o q atesta é o espírito.
    Diz q somos à imagem e semelhança de Deus, e q Deus, é espírito.
    Diz, q o Reino d’Ele, não é deste mundo”.
    Diz q não se sairia daqui, sem q antes pagassem até o último ceitil da Lei”.
    Lei em hebraico, são normais morais de Conduta, pois Lei é humana e prescreve, e Ato moral, é igual em qualquer época.
    O ceitil, entende-se como a menor letra ( YOD), do alfabeto hebraico, sempre com sentido MORAL
    Não saireis daqui onde prof?!
    Na parábola do Rico e do pobre, Jesus, não encerra ano túmulo, e nem diz q estão dormindo, pois assim como o Gênesis, diz q os dois estão na mesma realidade de Abraão. O q os separa? Uma cortina de necessidades, pela vida diferente q tiveram; um vivendo no luxo, prazeres mundanos e comida em abundância, sentindo falta desta realidade, e o outro, o pobre, FELIZ, pois teve uma vida miserável, sem se queixar e entrou para uma realidade ainda melhor.
    Bem mais: O rico, pede ao Pai Abraão, para mandar alguém dizer aos seus na Terra> Abraão, diz q é impossível a comunicação? Nâo, ele diz: ” MESMO Q SEJA POSSÍVEL, não acreditarão, pois não acreditaram nem nos profetas, nem em Moisés”.
    Ahhh, o espírito comunica-se como cita Isaías 8:19-20, e João, Paulo, etc.

  3. MarinhoSul
    março 25, 06:08 Resposta

    Não necessitam-se 10, 20, 30 perguntas para tais assuntos, e com relação à Bíblia, muito menos, pois ela, não pode ser passada ao crivo algum de alguma metodologia, pois ela, se considerar o Velho Testamento, não apoia o Novo, no sentido da salvação teológica.

    Se ela, é a palavra de Deus, e segundo os grandes especialistas da atualidade, não era assim q ela era tratada, pois ela só surge no séc IV com São Jerônimo, q em sua carta em latim, demonstrou desconforto na tradução, pois só traduziu, a pedido de Deus? Nâo, do Papa Dâmaso, q certamente não sabia um YOD do hebraico, e São Jerônimo tbm, pelo teor da sua carta, demonstrou dificuldades de lidar com os vocábulos hebraicos.

    Se ela, é a palavra de Deus, deve ser inerrante. Mas… o V.T. principalmente a única fonte q se pode relevar na história judaico-cristã, é o Torah=Tanakh, a Verdadeira Bíblia de Jesus, e os apóstolos, incluindo os Cristãos primitivos até pelo menos o final do séc I, todos,k sem exceção eram judeus, e falavam aramaico ou hebraico.
    Se for assim, e é, já temos um problema, a teologia da Salvação cai perante o V.T, pois judeu algum ( verdadeiros donatários do V.T.) creem nas lendas q a teologia criou. Hj, determinada sua origem na mitologia perso-zoroástrica e greco-romana, e não é um Craig, q não adentra o hebraico profundo q à possa contrariar, são praticamente todas as maiores autoridades do planeta em hebraico profundo e cultuar judaico-cristã, norteados pela moderna arqueologia.
    Logo, não adiantam 100 perguntas, se uma só já colocaria em contradição, e são centenas, talvez milhares, veja:
    Jesus: ” O q atesta é o espírito a carne para NADA VALE”. E agora? Uma só, já coloca suas 10, 30, em contradiição
    Vcs confundem Alma, emoções + soma ( experiências agregadas pela experimentação), q forma o ser MORAL, com raíz dico, ou tricotômica, é óbvio, o espírito (ruach), adentra o ao soma, e torna-se Alma vivente, humano.

    O hebraico, tem mais um vocábulo, ( segundo as maiores autoridades), este gera uma confusão. Para morto, no sentido de cadáver, é HAMET, q é o q está em Deuteronômio 18 por ex, onde TODOS VCS confundem, por não saberem das raízes do hebraico e suas aplicabilidades e seus desmembramentos, e ruach, para espírito, mas não é só ruach, nephesh, neshama tbm, segundo a aplicabilidade na passagem.
    Tanto q, reencarnação para as maiores autoridades do hebraico, os rabis ortodoxos de Israel, rabis hassidios, é GUILGUL NESHAMOT. Guigul é rodas, indas e vindas, e neshamot, é plural de neshama, significando Alma, logo, ela tbm implica em espírito.
    Ainda há a raíz simbólica arcádia um PILAR, q sustenta duas realidades existenciais, dentro de uma mesma tetradimensionalidade, pois grandes arqueólogos nos dizem q há inúmeros registros de Alma, ser iconizada como um PILAR.
    E agora José, opa, pastor?

    Não se tem um só estudo em área alguma de aluguém procurando entender como alguém morreria, e o espírito ( Consciência), isto, tem q ficar claro, pois agora, a neurogenética de ponta está entrando e demonstrando isso, e enfatizando ano a ano, a literatura , experientação e investigação espírita, em várias áreas, até mesmo comprovando a sua vasta literatura ténica e psicografias técnicas, como ÚNICAS NA HISTÓRIA HUMANA, A ANTECIPAREM-SE NO PASSO A PASSO AS CIÊNCIAS, E A DEVIDA CONCLUSÃO SOBRE OBJETO E SUJEITO EM CADA ASPECTO.

    A ciência ou cientistas cristãos, não estão defendendo teologias, e q isso fique claro, e sim Deus, ou Um Criador, e não teologias, pois há um falsete na net, produzido por pastores e até teólogos, forçando q cientistas, estariam comprovando a Bíblia, e isso, não condiz , com exceção de um ou dois cientistas, o resto é deísta e o q estes um que outro dizem é forçação do texto, como fazem teólogos.
    A tal arca de Noé, citada como descoberta por um grupo dito cientistas cristãos, onde está afinal?
    Bem mais: nenhum deles, defende teologia, pois são as comunidades de cientistas q estão dizendo isso. Bem mais: se defendessem , seria no conjunto e nela, o V.T. não há teologia, pois tudo vem de Deus o Bem e o mal, e judeu algum crê nos mitos q a teologia criou, já demonstrado pelos maiores teólogos do planeta, junto à arqueologia moderna, como Bart E. Ehrmam, John Dominic Crossaint, e os grupos de pesquisadores e arqueólogos modernos de Oxford University, Harvard, e as maiores do planeta, Ebrew Union-college, e Israel-college ( isso, em relação à teologia) q passa a ser construída como uma IDEIA À PARTIR do séc IV, depois da interpretação de São Jerônimo sobre o Gênesis, e a queda de Adão ( Adam), q não é um homem, e sim uma raça. onde Eva, Hava, só à partir da segunda tradução é q irá ter sentido feminino.

    Jesus, demonstrando q o termo RESSURREIÇÃO ( q não vem de sua cultura hebraica), significa reaparecimento em corpo perispitual, ou seja, em realidade espiritual, quando recita o Gênesis , corroborados por Mateus.
    Note q Abraão, Isaac e Jacó, são figuras ou patriarcas eminentemente hebreus-judeus, e estes não creem em teologias salvacionistas. Eles morrem, mas estão VIVOS, e Jesus, vai dizer isso, usando ( na tradução), o verbete RESSURREIÇÃO como ideia de retornar à pátria espiritual, veja:

        Quanto a você [Abraão], irá reunir-se em paz com seus antepassados e será sepultado após uma velhice feliz. (Gn 15,15).

        Quando Jacó acabou de dar instruções aos filhos, recolheu os pés na cama, expirou e se reuniu com seus antepassados. (Gn 49,33).

    Digo-vos: muitos virão do Oriente e do Ocidente, e se sentarão à mesa no Reino do Céu junto com Abraão, Isaac e Jacó. (Mt 8,11).

    Obs: Os patriarcas morreram mas estão VIVOS ou não ? Precisaram de alguma intervenção??????
    O texto, deixa claro q não.
    Agora Jesus, recitando estas passagens:
        E, quanto à ressurreição, será que não leram o que Deus disse a vocês: “Eu sou o Deus de Abraão, o Deus de Isaac e o Deus de Jacó”? Ora, ele não é Deus dos mortos, mas dos vivos. (Mt 22,31-32).

    Pergunta-se: os mortos ( HAMET em hebraico), estão como RUACH, à frente de Deus, e à mesa de Abraão, ou estão dormindo?
    Jesus, diz q precisam d’Ele para salvarem-se ? Não, o texto não diz isso, e Jesus demonstra q o termo RESSURREIÇÃO nesta passagem, significa, voltar ao plano espiritual, como está no Gênesis, o q dorme, É O CORPO (HAMET), NA MATÉRIA, não o espírito este é imortal, pois Deus sopra, ( ou seja o espírito parte da sua realidade espiritual, adentra o corpo), nas faces de um boneco de barro, e este torna-se o HOMEM ENCARNADO, o espírito, já o precedeu, e por isso, torna-se Alma vivente . Onde? Ora, na Terra, pois já preexistia.
    Eclesiastres 12:7, deixa claro a distinção dos dois, o corpo ( HAMET-cadáver), retorna ao pó, e o espírito a Deus q o deu, ou seja, retornar à pátria espiritual de onde veio.
    Nota importante: Deus em hebraico, é Elhoim, e tem raíz plural
    Gênesis: ” Façamos o homem à Nossa imagem e semelhança”; façamos quem, quantos deuses eram?
    Não adianta TERGIVERSAR em cima da lógica dizendo q é trindade, pois não é aceita na fonte original hebraica.

    Outro: Gên: ” Quem és Tu ó SENHOR ( Adonay) maior entre OUTROS”. Ourtos quem, quantos deuses eram???
    A Lei foi trazida por Deus????
    Uma passagem diz aqu’Ele, e vcs TERGIVERSAM dizendo q é Deus, mas fica plural não fica?! Aquele , pode ser demonstrado como Deus?
    Deus na expressão mais alta no hebraico é O lugar O Eterno, O Altíssimo, onde se guardam as Leis Morais, à nível de;… acima de ( não é físico) o Altar do Toráh ( lugar mais alto subjetivamente , moralmente).
    Paulo, diz q a Lei foi trazida por ANJOS, e um ANJO entregou a Moisés.
    Depois paulo, irá dizer q os ANJOS, SÃO ESPÍRITOS ADIMINISTRADORES do Altíssimo ou Deus.
    Depois Paulo, chama Deus, de Pai dos espíritos.
    E agora prof?????
    Paulo afirmou em Atos 7:53: “Vós recebestes a lei por mistérios dos anjos; explicando ainda em Hebreus 2:2: “Por que a lei foi anunciada pelos anjos”, confirmando na mesma epístola, hebreus 1:14: “Espíritos são administradores, enviados para exercer o ministério”.
    Em Hebreus, 12:9, Paulo se refere a Deus como “Deus dos Espíritos”.
    Números corrobora com Paulo, veja:
    Números 27:16
    “Que Yahweh, DEUS DOS ESPÍRITOS, e o doador da vida a toda criatura, estabeleça um outro homem como líder sobre toda esta congregação,

    “Bendizei ao IHVH, anjos seus, magníficos em poder, que cumpris as suas ordens, obedecendo à voz da sua palavra” (Salmo 103.20).

    João 3:8 Não te surpreendas pelo fato de Eu te haver dito: ‘deveis nascer de novo.’. vento sopra onde quer, você escuta o seu som, mas não sabe de onde vem, nem para onde vai; assim ocorre com todos os nascidos do Espírito.”

    NOTA: Tda vez q o vocábulo-substantivo abstrato VENTOS, é citado em Eclesiastes , Salmos por ex, remete à atividade espiritual ou ESPIRITO.
    Referência cruzada, para demonstrar q VENTOS, significa espírito
    Eclesiastes 11:5
    Assim como não conheces o caminho do vento, tampouco como o espírito entra no corpo que se forma no ventre de uma mulher, do mesmo modo não podes compreender as obras de Deus, o Criador de tudo o que há!

    Ezequiel 37:9
    Então o Eterno me ordenou: “Profetiza agora ao espírito! Profetiza, ó filho do homem, e convoca ruah, o sopro da vida, dizendo: Assim diz Yahweh, o SENHOR Deus: Ó espírito, vem dos quatro ventos e assopra sobre estes mortos para que vivam!”

    Acima em Eclesiastes muitas Bíblias omitem o substantivo ESPÍRITO, e traduzem como ” a criança se forma no ventre de uma mulher”. Huum, quanta omissão à lógica e a letra não é prof? Ué, não diz q ai daquele q adulterar uma letra, q nada se tire ou acrescente????

    O termo ressurreição significando reencarnação com Paulo:
    Hebreus 11:35 “As mulheres receberam pela ressurreição os seus mortos; uns foram torturados, não aceitando o seu livramento, para alcançarem uma melhor ressurreição;”

    Esta passagem, deixa clara a reencarnação. e prova q o termo “Ressurreição aplica-se tbm a reencarnação, pela embriogênese. e pq? Pq , elas, dão à luz, logo, para a síntese lógica, é só substituir, o vocábulo ressurreição, por reencarnação, e pronto. Ainda mostra a relação de causa e efeito, q o Espiritismo propõe. Receberam os q foram mutilados, para uma “VIDA!”. melhor.

    Nota2: Espírito Santo em hebraico, não é trindade, é característica-adjetiva de Deus, no seu íntimo e serve para qualquer um q às tenha indica pureza, benevolência, alegria.
    Gálatas 5:22 Mas o fruto do Espírito é: amor, gozo, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão, temperança.

    Ressurreição final em Lucas: ” Quando não são mais dados a casamentos, pois são como ANJOS do céu”
    Simples: Já são bons, puros, e não há mais casamentos pq não há mais a necessidade de REENCARNAR, logo, não há mais a reprodução biológica, como cita Paulo acima, conservando suas individualidades e sua sexualidade, na perfeição relativa.

Deixe seu Comentário