Jesus usaria as Redes Sociais?

Jesus usaria as Redes Sociais?

Com uma agenda divina a cumprir, Jesus não daria crédito a coisas que fossem tirar o foco de Sua missão. Por isso, seria difícil imaginá-Lo usando as redes sociais como entretenimento. Mas, levando em conta que Ele gostava de falar a língua das pessoas e de ir ao encontro delas, talvez pudesse frequentar esses ambientes em busca de ovelhas perdidas do mundo virtual. Vendo por esse ângulo, não seria inconcebível imaginar Jesus tirando selfie com excluídos sociais ou gentios (Jo 4:5-7; Mt 8:6-8), já que, durante o Seu ministério, Ele se aproximou de muitos deles e chegou a participar de refeições na casa de pecadores (Lc 19).

Por outro lado, numa cultura em que muitas pessoas estão acostumadas a viver de aparências, Ele lembraria Seus seguidores de que a essência da verdadeira religião não consiste em impressionar com imagens, ou dar show, mas em fazer a diferença na vida delas. Suas postagens revolucionárias provavelmente estariam com frequência entre os trending topics do Twitter.

Ele também nos ensinaria grandes lições sobre o que tornar ou não público, mesmo sabendo que nem todos seguiriam Seus conselhos (Mc 7:36). Da mesma forma, mostraria como dosar o tempo gasto on e off-line, evitando conexões obsessivas. Jesus certamente saberia como usar as potencialidades das redes sociais para aprofundar os relacionamentos reais.

Fonte: Seth Pierce, pastor da Igreja Adventista do 7º Dia em Puyallup, em Washington (EUA)

Como as redes sociais podem ser úteis à igreja?

Facebook

Por ser a rede social mais acessada do Brasil, o Facebook permite alcançar um público significativo. 102 milhões de brasileiros compartilham seus momentos no Facebook todos os meses. Ela pode ser usada para informar e motivar os de dentro, bem como para interagir com pessoas que ainda não frequentam a igreja. Notícias, galeria de fotos, vídeos e imagens com frases inspiradoras são alguns dos recursos que a igreja pode usar com esse objetivo. Mas vale lembrar que, como em qualquer outra rede social, é essencial estar atento às mensagens, dúvidas e sugestões que chegam através desse canal de comunicação, para que as pessoas se tornem fãs de uma página do Facebook.

Instagram

A rede social de fotos vem se tornando uma das mais populares no Brasil, graças às famosas selfies (inclusive em vídeo). Por que não explorar esse espaço gratuito para mostrar o que sua igreja faz na comunidade?

Pinterest

Permite criar murais temáticos envolvendo, por exemplo, dicas de “livros interessantes” ou de “receitas saudáveis”. Esses murais online podem ajudar na aproximação de grupos com interesses em comum na igreja ou na comunidade.

Twitter

Além da possibilitar o compartilhamento de frases, versos bíblicos, e comentários sobre a Lição da Escola Sabatina ou relacionados às meditações diárias, essa rede social também pode ajudar na divulgação de informações em tempo real durante programações organizadas pela igreja. Com o lançamento do aplicativo Periscope, agora o Twitter permite também que os usuários transmitam vídeos ao vivo. Assim, fica fácil transmitir um culto ou palestra.

WhatsApp

Segundo levantamento divulgado neste ano pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), o Brasil conta com 306 milhões de dispositivos conectados à internet. Assim, ferramentas como o WhatsApp se popularizam cada vez mais, atribuindo relevância à criação de grupos na rede social para facilitar a interação entre os membros, líderes de departamentos e pequenos grupos.

Youtube

Você ou sua igreja podem ter um canal gratuito de vídeos que agregue sermões, palestras e testemunhos.
Inscreva-se no meu canal: http://bit.ly/LeandroQYT

Snapchat

Pode ser útil para enviar recados rápidos aos membros, imagens ou vídeos, bem como lembretes de última hora sobre eventos.

Fonte: Revista Adventista setembro 2015

Anterior 10 Perguntas para os que não Acreditam na Trindade
Próximo A Glória de Deus e o Fogo Eterno

Sobre o autor

Leandro Quadros
Leandro Quadros 518 posts

Escritor e apresentador dos programas "Na Mira da Verdade" e "Lições da Bíblia"

Veja todos os posts do autor →

Veja também

Aconselhamento Espiritual 0 Comentários

Por que Paulo foi tão rigoroso com os Gálatas?

Há um irmão que constantemente posta no blog comentários extensos, com capítulos bíblicos INTEIROS dirigidos aos adventistas. Um dos livros que ele mais cita é o de Gálatas para tentar

Aconselhamento Espiritual 20 Comentários

Qual é a melhor abordagem em psicoterapia?

Nesse post ajudarei você a descobrir o melhor tipo de tratamento para seu caso, e indicarei alguns psicólogos e psiquiatras cristãos que poderão fazer grande diferença em sua vida –

Aconselhamento Espiritual 0 Comentários

Quando as rodas da oração se movem

“Orar sempre e nunca esmorecer” (Lucas 18:1). Veja a importância da Oração! Jesus nos diz: “Pedi, e dar-se-vos-á; buscai, e achareis; batei, e abrir-se-vos-á” (Lc 11:9). Mas se Deus sabe

0 Comentários

Ainda não há comentários!

Você pode ser o primeiro a comente este artigo!