Não permita que o material desvie seu foco do essencial

Não permita que o material desvie seu foco do essencial

No Reino de Deus se acorda cedo. Essa afirmação em si causará arrepios em muitos, a começar por mim. Não gosto de acordar com menos de oito horas bem dormidas. Até sete horas eu consigo aturar, menos que isso é “choro e ranger de dentes”. Não me importo muito em acordar cedo, desde que tenha dormido as devidas horas. Mas quem é que consegue dormir cedo hoje em dia? Com tanta vida para viver e possibilidades que não dormem, como ir cedo pra cama? Sem contar que o trabalho e as atividades cotidianas, muitas vezes, são a causa desse mau hábito. Mas porque eu estou falando desse assunto na série sobre materialismo?

Bem, porque o mundo material no qual estamos sequestrados nos toma como reféns diariamente. Faz isso por meio do fluxo da vida. Ninguém que acorde depois das 8 da manhã está “no horário”. Quando acordamos depois dessa faixa de tempo, já estamos atrasados, porque o mundo já começou a girar há muito mais tempo que isso.

A esse horário já temos discussões de notícias que podem abalar a Terra; as bolsas de valores já estão abertas no mundo inteiro, afetando nossa economia local; o trabalho já começou; as lojas já abriram e as redes sociais já têm novidades; algumas pessoas já estão te procurando ou requisitando, e os seus compromissos se aproximam de maneira vertiginosa.

É como pegar um trem em movimento, saltando para agarrar-se na porta e encontrar um meio de entrar no vagão. No momento em que o sol raiou, a vida na Terra já está ativa. E na busca de alcançarmos nossas metas, seja quais forem, já estamos atrasados. E vejam, eu estou falando de 8 da manhã!!! Se o relógio indica 9hs ou 10:30hs, o dia já está quase meio perdido. O almoço te aguarda dali a duas horas, alguns serviços nem estarão disponíveis nesse horário e as coisas começam a fechar a partir daí. O trânsito começa a ficar mais arredio os bancos fecham às 16hs e as contas precisam ser pagas antes disso. Enfim, a vida é um trem acelerado e às 8 da matina já está a pleno vapor!

Priorize o primordial

O que isso tem a ver com o Reino? Bem, acho que você já descobriu o quanto é difícil passar tempo com Deus depois que o mundo já está girando. Uma vez que o trem já está em movimento, acordamos atrasados para qualquer coisa. O celular nos rouba com notícias e urgências imprevisíveis. Os contatos já pipocam no WhatsApp e você chega a pensar: “Essa gente não dorme?” Não! O mundo já começou e ele é implacável. Como é difícil se concentrar em tais circunstâncias!

As ruas com seu barulho de pleno movimento repetem a frase eternizada do Rádio Paulista: “Tá na hora! Vambora! Vambora!” E você olha para a Bíblia na cabeceira e pensa: “Mas um dia que terei de deixar para depois”. Ou, se na melhor das hipóteses, se senta para ler ainda na cama, percebe o quanto é difícil se concentrar com esse mundo girando implacável, celular tocando: “Tá na hora! Vambora! Vambora!”.

O que se segue é a desistência de um culto decente a Deus, de uma reflexão bem feita, se é que é feita. Saímos para o mundo e para a vida material com o espírito vazio, enchendo a única dimensão que nos restou: a material. Um dia materialista, cuidando das coisas, resolvendo os problemas, realizando as tarefas, buscando as metas e alvos, um repetir sem sentido de marteladas na madeira.

É por isso que primeiro precisa vir Deus. É o espírito a primeira dimensão que deve ser alimentada. É nela que encontramos o nosso sentido de vida, é ela que faz o martelo bater certo e com propósito. É quando buscamos a Deus primeiro que as outras coisas se encaixam em seu devido lugar. Quando nosso espírito se prepara para o turbilhão que se seguirá, vemos claramente quando entrar no trem na hora certa e quando sair dele com o timing perfeito. Quando buscamos a Deus no primeiro momento de nosso dia, afetamos positivamente o nosso cotidiano sem sentido e muitas vezes desnecessário. Mas para isso precisamos acordar antes do trem partir.

Antes que as demandas acordem, antes que o fluxo da vida nos arraste, precisamos nos levantar e adorar. É o único jeito. Mesmo quando acordamos mais tarde, se desligarmos o celular e etc., o sentido do atraso de viver nos deixa incomodados, lendo a Bíblia rapidamente, com as pernas balançando de ansiedade, e perdemos o tempo que precisamos gastar em relacionamento com o amigo, Senhor e mestre.

Proximidade e profundidade

Adoração matinal não é um ato metódico, embora envolva disciplina. Não se trata de ler uma página da Meditação, um capítulo da Bíblia ou qualquer coisa que o valha. Não é o tamanho do conteúdo que importa, mas o tempo gasto. Você pode ler cinco capítulos em 20 minutos, mas não terá o efeito poderoso de cinco versos em 40 minutos. Não é o volume de conteúdo, mas de tempo gasto que faz um relacionamento. Não importa se você fala cinco mil palavras com alguém. Isso é um discurso. Importa quanto tempo vocês passam juntos conversando. Às vezes, muito pouca coisa é dita, mas ali está um relacionamento crescendo.

Assim também é com Deus. O tempo que gastamos com ele, a pressa, a leitura rápida, a meditação superficial, o cumprimento de tabela não fazem a diferença porque estamos tratando Deus como uma “coisa” (visão materialista), mas Deus é uma Pessoa. Cristo é a manifestação humana de Deus porque é a maneira dEle demonstrar o quanto nos quer próximos, amigos, em relacionamento íntimo. Isso não se produz com metas de leitura, mas com tempo gasto. O tempo de orar deve ser profundamente estendido na medida que esse relacionamento cresce, e não dá para orar livremente com o relógio tic-taqueando em nossa cabeça.

Falamos tanto de “viver para Deus”, cantamos sobre “entregar tudo”, mas, de fato, nem cremos nisso, porque “tudo” significa “tudo”. Significa o horário de dormir e de acordar, significa priorizá-Lo no dia a dia. Significa entregar nosso tempo principal, nossa atenção mais profunda. Significa “Viver para Deus”. Lindas palavras e belas canções são reais em nossa vida?

Por tudo isso, no Reino de Deus a disciplina de dormir cedo precisa ser desenvolvida, não apenas para benefício do corpo e da mente (outro assunto importante), mas para que haja encontros matinais recorrentes com Deus. Antes mesmo que a vida comece no mundo, acordado e disposto seu tempo com Deus é aproveitado. Não vou recomendar horários, nem vou falar que tem que ser “antes do nascer do Sol”. Você é bem grandinho(a) para medir “quando” é perfeito para você. Isso aqui também não é uma receita de bolo, uma técnica única e uma imposição religiosa. Deus nos livre disso! É uma dica, um conselho, algo que luto para pôr em prática em minha vida. Já consegui fazer isso muitas vezes, e já falhei por anos inteiros. E a luta continuará sempre, mas seja como for, uma coisa é claramente absoluta: primeiro o espírito. Primeiro Deus.

Biblia.com.br

Referências

Diego Barreto é pastor, Bacharel em Teologia, atua como diretor de Comunicação e Liberdade Religiosa na região sul de São Paulo. É o co-autor do BibleCast, um podcast sobre teologia para jovens, produtor de aplicativos cristãos para dispositivos móveis, missionário urbano e apresentador do programa de TV HiperLinkados, exibido na Rede Novo Tempo de Comunicação.

Clique nesta imagem para ir ao site e conhecer o conteúdo do áudio livro

Anterior No Novo Testamento Está tudo liberado?
Próximo O bode emissário

Sobre o autor

Leandro Quadros
Leandro Quadros 485 posts

Escritor e apresentador dos programas "Na Mira da Verdade" e "Lições da Bíblia"

Veja todos os posts do autor →

Veja também

Bons Debates 1Comentários

A verdade sobre o novo código penal boliviano e a Liberdade Religiosa

Dias depois de se encontrar com o Papa, Evo Morales é alvo dos protestos vindos não só do Vaticano e de outras denominações cristãs, mas de todas as confissões religiosas

Bons Debates 0 Comentários

A Ira de Deus

Você se recorda da última vez em que você pregou sobre a Ira de Deus? Provavelmente não. Entretanto, provavelmente você se lembrará da última vez em que você pregou sobre

Bons Debates 1Comentários

Existe predestinação?

Pr. Alberto R. Timm, Ph.D. Deus sabe realmente quem vai ser salvo e quem se perderá, porque Ele é “perfeito em conhecimento” (Jó 37:16) e “conhece todas as coisas” (1

0 Comentários

Ainda não há comentários!

Você pode ser o primeiro a comente este artigo!