Ética CristãFAQ - Dúvidas Frequentes

Não seria errado um cristão usar cerveja sem álcool?

Glass of light beer with bubbles near black wall

O uso ou não da cerveja sem álcool está mais ligado à consciência de cada um não sendo, portanto, um ponto doutrinário que envolva moralidade.

Prova disso encontramos, por exemplo, na obra “O Poder Medicinal dos Sucos e Shakes“, lançada em 2016 pela Casa Publicadora Brasileira. 

Na p. 31, o Dr. Jorge Pamplona lista os benefícios da cerveja sem álcool para a saúde, tendo como base estudos científicos sérios. Veja:

  1. Estimula a produção de amilase e de outras enzimas digestivas, algo que não é produzido nem mesmo pela cerveja comum (alcoólica).
  2. Previne a trombose.
  3. Favorece a produção de leite nas mães que estão amamentando.

Curioso é que o uso de refrigerantes, que possuem enorme quantidade de açúcar refinado (venenoso) e que tornam o organismo ácido – criando assim um ambiente favorável para o desenvolvimento de doenças – não é tão criticado quanto o uso de uma cerveja não alcoólica. Não seria isso “coar o mosquito e engolir o camelo”? (cf. Mt 23:24). Creio que sim.

Por esses motivos, creio que um cristão que bebe cerveja sem álcool deve ser respeitado em sua opinião, bem como aqueles que optam por não fazer uso.

Alem disso, é importante considerar que muitos cristãos fazem uso do levedo de cerveja como suplemento alimentar, devido ao valor nutricional que possui. 

Portanto, o problema não está no “nome” cerveja em si, mas na presença de álcool, que traz sérios danos à saúde (cf. Pv 20:1; Pv 23:29-32; Hc 2:15; Ef 5:18).

Alguns pensam que se a pessoa usar a cerveja não alcoólica, deve ter algum cuidado para evitar a “aparência do mal” (1Ts 5:22) estando num ambiente público, onde dificilmente se distinguirá o que a pessoa está realmente usando.

Todavia, independente da opinião e postura que adotemos, devemos considerar as instruções apostólicas a seguir: 

“Aceitem o que é fraco na fé sem discutir assuntos controvertidos. Portanto, você, por que julga seu irmão? E por que despreza seu irmão? Pois todos compareceremos diante do tribunal de Deus. Aquilo que é bom para vocês não se torne objetivo de maleficência. Pois o reino de Deus não é comida nem bebida, mas justiça, paz e alegria no Espírito Santo” (Rm 14:1, 10, 16-17 – Nova Versão Internacional).

Veja este vídeo sobre a alimentação

Tags:

18 comments

  1. E a questão do lúpulo na cerveja. Li que ele causa diminuição na virilidade do homem, e fui informado que a irmã White condena o uso de bebida com lúpulo! O que se pode dizer a respeito disso?

    1. Quanto à utilização da planta lúpulo usada para fabricar cervejas, ela pode ser benéfica ou prejudicial à saúde dependendo da forma como é usada e da quantidade ingerida.

      Em determinado contexto Ellen G. White disse que havia chegado o tempo de os irmãos não mais cultivarem lúpulo para fabricação de cerveja – alcoólica, na época (cf. o livro A Ciência do Bom Viver, cap. 26). Porém, não desaconselhou totalmente seu uso.

      No livro Mensagens Escolhidas, vol. 2, no capítulo 30 intitulado “Uso de Remédios por Ellen G. White”, ela dá a seguinte recomendação: “Chá de lúpulo favorece o sono. Emplasto de lúpulo sobre o estômago alivia a dor.” (p. 297).

      Deus lhe abençoe caro Fábio. Abraço!

  2. Aí eu deixo a seguinte indagação: quem está mais próximo de tomar uma cerveja com álcool, quem não bebe nenhuma ou quem bebe uma sem álcool? Reflita bem sobre isso e obterá a resposta sobre se o cristão deve ou não beber cerveja sem álcool l.

    1. Mesmo discordando de sua opinião, respeito seu posicionamento, caro irmão. Felicidades.

  3. prof.leandro quadros então nós fins de semana posso me reunir com a galera pra eventos da igreja uma social e podemos colocar cerveja sem álcool ou um aniversário é isso mesmo. sei que é Deus quem nos vai julgar mas lá no céu vai ter fábrica de cerveja sem álcool? Deus não deixou alimentação saudável e remédios naturais ? fui alcolatra já cheguei a beber álcool de farmácia e acetona perfume e muito mais,bebia para curtir e qual seria mnh intenção de beber cerveja sem álcool? sou de Dias Davila interior da Bahia sou adventista do sétimo dia a 7 anos só mas uma pergunta os pioneiros da igreja IASD bebiam cerveja sem álcool? um abraço

    1. Prezado Darlan: no Céu não teremos muitas coisas que fazem parte de nosso dia a dia: celular, internet, alface hidropônica, etc.

      Porém, o que afirmou a respeito de sua relação com o alcoolismo é muito sério: uma pessoa que foi alcoólatra pode ser influenciada mesmo pela bebida não alcoólica a voltar a beber, pois mesmo sendo inofensiva, poderá trazer à mente uma série de lembranças e reações neuroquímicas em cadeia.

      Nesse caso, o melhor é não usar realmente.

      Parabéns por sua vitória em Cristo meu irmão! Ele está muito feliz por você.

      Um abraço!

  4. CONCORDO LEANDRO QUADROS , AGORA SE A CERVEJA FOR DA BRAHMA ACONSELHO A NÃO BEBER, PORQUE ELA É EM HOMENAGEM A UM DEUS PAGÃO CHAMADO BRAHMA , AGORA SENDO DE OUTRA MARCA , FUGINDO DA APARÊNCIA DO MAL CONCORDO, PORQUE NÃO LEVA A ENBRIAGUEZ, I CORINTIOS 6 ;9-10

    1. O nome Brahma é um sobrenome alemão, não tem nada a ver com o nome do deus hindu, além da semelhança na pronúncia.

  5. Só acho que o mal vem disfarçado. Todo cuidado é pouco.

  6. li todo o capitulo e acho q suas explicacaoes,estao pela metade pois 1Co 14;21 Paulo diz q as coisas sacrificadas ha idolos sao sacrificadas ha demonios,1Co22;29 ele deixa bem claro q n se deveria perguntar mas se acaso alguem o disser e secrificado n deveria comer,por causa daquele q o advertiu e pela conciencia

    1. Obrigado pelo retorno, José Pedro. Felicidades!

  7. Sera que devemos tomar cuidado com aparência do mal quando comemos feijoada também? Porque na minha feijoada não vai carne de porco!!!
    Quando bebo cerveja sem álcool estou cumprindo o que prometi e que faz mal a minha saúde, me abstendo do álcool !!!

  8. Deus lhe deu tremenda sabedoria. Parabéns pastor. Espero ver mais e mais postagens e livros, certeza que eles terão grande utilidade agora e enquanto a igreja existir. Abraço.

    1. Será sempre uma satisfação escrever para internautas interessados como você, caro Estéfano. Graça e paz. Abração.

  9. Caro Leandro, creio que um dos problemas da cerveja sem álcool é a associação, ou seja, o que ela traz à memória. Outro dia na casa de uns amigos, foram abertas algumas latinhas e me ofereceram, mas neguei educadamente. A cor da cerveja no copo era a mesma, o cheiro (chegou até onde eu estava sentado) era o mesmo. Há também um fator importante, isso é uma porta a algo mais prejudicial. A cada concessão que fazemos, nos preparamos para ir mais além. Sua influência é bastante grande, sendo assim, sua opinião em alguns assuntos é (infelizmente) quase que lei para alguns. Daqui há tempo teremos cerveja sem álcool em acampamentos, em junta-panelas e sei lá onde mais! Concordo que refrigerantes são extremamente prejudiciais e é por isso que não os tomo há anos. Mas estes, não trazem à mente o que uma cerveja sem álcool tem poder de trazer.

    1. Caro Rodrigo: mesmo pensando diferente de você, respeito sua opinião. Sua se consciência moral e espiritual lhe dizem que a associação pode ser um problema, continue assim, não fazendo uso da cerveja sem álcool.

      Obrigado por deixar seu comentário aqui no blog. Grande abraço!

  10. Outro dia encontrei um amigo evangélico que toma vinho com álcool, fiquei surpreso e falei que a bíblia condena o uso da bebida alcoólica, ele me falou que bebia porque Jesus tomou vinho, e que transformou agua em vinho! Minha resposta foi imediata, que o vinho que Jesus tomou não continha álcool! Moral da historia: não é o nome cerveja que torna o líquido pecado, e sim a presença do álcool, ao irmão Darlan, aconselho que não tome nem santa ceia, pois o sabor do suco de uva natural ira fazer ele lembrar do vinho alcoólico, precisamos parar que querer encontrar chifre em cabeça de cavalo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *