Apologética Cristã

O “Anjo de Jeová”

Por Arnaldo B. Christianini

INTRODUÇÃO

Disponibilizarei mais um trecho da obra de A. B. Christianini extraído de seu livro Radiografia do Jeovismo[1], onde ele apresenta provas irrefutáveis da absoluta divindade de Jesus Cristo.

O “ANJO DE JEOVÁ”

Outra importante informação escriturística acerca da Deidade de Cristo e Sua identificação como Jeová nos é dada no fato de encontrarmos uma distinção entre Jeová   e o Anjo de Jeová, que se apresenta como um em essência, porém distinto dele. São manifestações teofânicas, nas quais Deus assume forma de um anjo ou de um homem, com títulos divinos, aceitando adoração.

Ora é “anjo”, ora “Anjo de Jeová”, ou “varão”, “Anjo da Presença”, “servo”, mas que Se confunde com o próprio Deus.  Não vamos citar todas as ocorrências bíblicas, porque são muitas, mas apenas algumas delas para ilustrar a tese:

a) A aparição a Agar (Gn 16:7, 9, 10, 11 e 13): “O ANJO DE JEOVÁ achou-se junto a uma fonte […] Disse-lhe o ANJO DE JEOVÁ: Volta para a tua senhora. (…) Disse-lhe mais o ANJO DE JEOVÁ: Multiplicarei sobremaneira a tua descendência. (…) Disse-lhe ainda mais o ANJO  DE  JEOVÁ:  Eis  que concebeste e darás à luz um filho (…) porque JEOVÁ ouviu a tua aflição. Então [ela] chamou a JEOVÁ QUE LHE FALAVA: Tu és Deus [Elohim] que vê”.  Vemos que “Anjo de Jeová” é mencionada 4 vezes; no verso 11 chama-se “Jeová”, e no verso 13 é “Jeová que lhe falava”, e finalmente a mesma entidade é  Não se tratava de um anjo qualquer, pois a linguagem e os atributos não são de um mero anjo.

b) Gênesis 22:11 e 12: “(…) bradou-lhe do céu o ANJO DE JEOVÁ: Abraão! Abraão!” A seguir o ANJO Se chama a Si  mesmo  Deus,  ao dizer: “Agora sei que temes a DEUS e não ME negaste o teu filho.

c) Gênesis 48:15 e 16: “(Jacó) abençoou a José, dizendo: o DEUS diante de quem andaram meus pais Abraão e Isaque (…) o ANJO que me tem livrado do mal ABENÇOE estes mancebos”.  Nota: O “Deus de Abraão, Isaque e Jacó” é JEOVA. Prova: Êxo. 3:15.

d) Êxodo 3:2, 4, 6, 14: “Apareceu-lhe  o  ANJO  DE  JEOVÁ  numa chama  de  fogo,  no  meio  de  uma  sarça.  (…) Vendo JEOVÁ que ele [Moisés] se voltou (…) Eu sou o Deus de Abraão, o Deus de Isaque e o Deus de Jacó. (…) Assim dirás aos filhos de Israel: “o EU SOU enviou-Me a vós”. E em todo a capítulo 4, chama-se JEOVÁ o anjo.  e) Juízes 6:12, 14, 16, 21, 22 e 23: “Então lhe apareceu o ANJO DE JEOVÁ e lhe disse. ( ..) Virou-se para ele JEOVÁ e disse (…) Tornou-lhe JEOVÁ:  ‘Certamente serei contigo’. (…)  e  o  ANJO  DE  JEOVÁ desapareceu-lhe dos olhos. (…) vi a ANJO DE JEOVÁ face a face. (…) Disse-lhe JEOVÁ (…) Não morrerás”.

f) Em Atos 7:38, o ANJO foi quem, no monte Sinai, deu a Moisés Os oráculos divinos contidos na Lei. Diz L. Boettner: “À luz do Novo Testamento, este Anjo de Jeová que apareceu nos tempos do Velho Testamento, que falou como Jeová, exercia o Seu poder, recebia adoração e tinha autoridade para perdoar pecados não podia ser senão o Senhor Jesus Cristo, que:

1. Veio do Pai. S. João 16:18.

2. Fala por Ele. S. João 3:34; 14:24.

3. Exerce o Seu poder. s. Mat. 28:18.

4. Perdoa pecados. S. Mat. 9:2.

5. Recebe adoração. S. Mat. 14:33; S. João 9:38. E ainda mais essas razões:

a) Deus, o Pai, não foi vista por alguém. S. João 1:18.

b) Deus não podia ser enviado por nenhum outro, mas Deus o Filho foi visto. I s. João 1:1 e 2.

c) o Filho foi enviado. S. João 5:36. Se o Anjo não fosse Cristo, então a pergunta: “quem será este Personagem misterioso, ‘o Anjo’, não teria resposta”.

Este Anjo de Jeová não era outro senão o Filho de Deus, único Mediador entre Deus e os homens!

Veja mais aqui:

REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA

[1] A. B. Christianini, Radiografia do Jeovismo: Uma Avaliação do Sistema Denominado“Testemunhas de Jeová”, 2ª ed. (Santo André, SP: Casa Publicadora Brasileira, 1975).

Tags:

5 comments

  1. Anjo que é Deus?

    Um anjo que é DE Jeová não pode ser o próprio Jeová.

    Seria o mesmo que dizer que o cachorro é DE Leandro e afirmar depois que tanto o cachorro como Leandro são o mesmo ser.

    Ah já sei, o cachorro e Leandro não fazem parte da mesma “essência” ou “substância” né?

    2 Cor 4:4 se cumpre com perfeição, pois somente quem está “cegado” espiritualmente não consegue perceber a tolice é que essa doutrina. O mesmo ocorre com quem acredita na imortalidade da alma. Pra mim imortalistas e trinitários são cegos da mesma forma.

    1. Caro Daniel:

      Sua “comparação” e “ilustração” (Leandro E um “cachorro”) só revelam que sua teologia não trouxe benefícios ao aperfeiçoamento de seu caráter. Uma pena.

      Você usa de uma lógica falsa para ignorar o fato de que “Anjo de Jeová” se refere ao próprio Jeová no contexto bíblico. Leia, por exemplo, Êxodo 3 e veja que “Anjo do SENHOR”, “SENHOR” e “DEUS” estão intercalados. Tal intercalação revela que sua “comparação” entre “Anjo DO SENHOR” e “SENHOR” é falsa e destituída de sentido!

      No contexto Monoteísta do AT, não cabe a ideia de dois seres com “essências diferentes” serem contrastados e intercalados em Êxodo 3. É óbvio que o capítulo (entre outros que o artigo apresentou) trata do mesmo ser que dialoga com Moisés. Portanto, a conclusão irrefutável é que Jesus tem a mesma essência do Pai. Não poderia ser diferente, do contrário Cristo mereceria ter sido apedrejado em João 10:30-33.

      O texto de 2Co 4:4 se aplica perfeitamente a você – infelizmente. Ore a Deus para que Ele o liberte dessa cegueira de Satanás que o impede de ver a beleza do plano de Salvação na morte expiatório do Divino Jesus Cristo.

      1. Obrigado Leandro pela resposta.

        “Sua “comparação” e “ilustração” (Leandro E um “cachorro”) só revelam que sua teologia não trouxe benefícios ao aperfeiçoamento de seu caráter. Uma pena.”

        O que tem a ver caráter aqui? Estamos conversando sobre se determinada doutrina (anjo é o mesmo Deus) é verdadeira ou não, e não se uma pessoa tem caráter, o que eu creio que tanto você, como eu temos. Não estou atacando sua pessoa, Leandro. (Não te chamei de cachorro tá? kkkk) Não ataque a minha, por questão de igualdade.

        “Você usa de uma lógica falsa para ignorar o fato de que “Anjo de Jeová” se refere ao próprio Jeová no contexto bíblico.”

        Estamos ainda determinando isso.

        “Leia, por exemplo, Êxodo 3 e veja que “Anjo do SENHOR”, “SENHOR” e “DEUS” estão intercalados.”

        Sim, e? Isso prova algo?

        “Tal intercalação revela que sua “comparação” entre “Anjo DO SENHOR” e “SENHOR” é falsa e destituída de sentido!”

        Quem está comparando “anjo DO SENHOR” e “SENHOR”, aliás, dizendo que são o mesmo ser, não sou eu, sim você.

        “No contexto Monoteísta do AT, não cabe a ideia de dois seres com “essências diferentes” serem contrastados e intercalados em Êxodo 3.”

        E quem diz que anjo tem uma natureza diferente da do Pai ou de Jesus? Ambos são divinos, ou deuses (Salmos 8:5; 1 Cor 8:5).

        Ambos tem corpos espirituais. (João 4:24, Hebreus 1:7)

        Pessoas que vão para o céu, se tornam anjos, e portanto, se tornam seres de natureza divina. (2 Pedro 1:4)

        Além disso, veja esses textos:

        “E Ageu, o mensageiro de Jeová, prosseguiu dizendo ao povo de acordo com a comissão de mensageiro da parte de Jeová, dizendo: “‘Eu estou convosco’, é a pronunciação de Jeová.” (Ageu 1:3)

        “Concordemente, Ageu respondeu e disse: “‘Assim é este povo e assim é esta nação diante de mim’, é a pronunciação de Jeová, ‘e assim é todo o trabalho das suas mãos e tudo o que apresentam ali. É impuro.’” (Ageu 2:14)

        Vai dizer também que Ageu era Jeová, visto que era mensageiro de Jeová? Só trocou a palavra “mensageiro” por anjo. Na verdade, anjo significa mensageiro.

        Portanto, Ageu falou como se fosse próprio Jeová. E são seres de natureza diferente.

        “É óbvio que o capítulo (entre outros que o artigo apresentou) trata do mesmo ser que dialoga com Moisés.”

        Que o anjo de Jeová era sempre o mesmo anjo de Jeová que sempre conversou com Moisés, concordo. Que ele era o mesmo Deus Todo Poderoso, não. Era sim seu representante, da mesma forma que Ageu era.

        “Portanto, a conclusão irrefutável é que Jesus tem a mesma essência do Pai. ”

        Melhor usa o termo bíblico natureza. Sim, eles tem mesma natureza, mas isso não prova co-igualdade. Seu filho, se vc tiver, tem sua mesma natureza, a humana. Entretanto, você é mais velho, tem mais autoridade e provavelmente tem mais conhecimento que ele também. Assim é com Cristo e seu Pai.

        “O texto de 2Co 4:4 se aplica perfeitamente a você – infelizmente.”

        Respeito sua opinião.

        “Ore a Deus para que Ele o liberte dessa cegueira de Satanás que o impede de ver a beleza do plano de Salvação na morte expiatório do Divino Jesus Cristo.”

        “Plano de salvação”, “o resgate expiatório de Cristo”, são temas diferente da Trindade. Eu creio nestes e sim, é um plano muito belo da parte de nosso Deus e também da parte de Cristo em ter aceitado morrer por mim e por você.

  2. Estou acompanhando esse debate.

    Daniel e Leandro.

  3. Seria o unigenito do Pai o próprio arcanjo Miguel (quem é semelhante a Deus), sendo que é a imagem perfeita do Pai ,é mostrado em Daniel como guerreiro, já o Termo ou frase Anjo de JEOVÁ (ou Anjo do SENHOR ) ,creio que se refere a mensagem dada do próprio Deus Jeová para seu Anjo como representante (aproveitando que o Anjo de JEOVÁ é o Cristo Jesus como porta Voz do Próprio pai sendo Jesus a semelhança de Deus, e outra se atribuia a esse Anjo (nosso Senhor Jesus) também em que tudo foi feito para ele (Jesus ) o atributo de adoração não era só dada nesse sentido, também em que se redirecionava ao proprio Deus JEOVÁ .. (eu creio assim que devido ao estudo das escrituras Sagradas devemos ter o sentido a quê o texto se refere…
    Obrigado pastor Leandro Quadros. .
    Um forte abraço

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *