O bode emissário

O bode emissário

Uma análise detida de Levítico 16, à luz da tradição judaica, revela que o “bode emissário” (hebraico Azazel) é um símbolo de Satanás (e não de Cristo). Essa identificação é sugerida por Levítico 16:8, onde o bode “para Azazel” é mencionado em oposição ao bode “para o Senhor” (Bíblia de Jerusalém), e confirmada pela literatura pseudoepígrafa, onde Azazel é consistentemente descrito como um ser demoníaco e líder das forças do mal (I Enoque 8:1; 9:6; 10:4-8; 13:1; 54:5 e 6; 55:4; 69:2; Apocalipse de Abraão 13:6-14; 14:4-6; 20:5-7; 22:5; 23:11; 29:6 e 7; 31:5). Mesmo não aceitando essa literatura como inspirada, é interessante notarmos que I Enoque 54:4-6 fala sobre o futuro aprisionamento dos “exércitos de Azazel”, para serem lançados na fornalha de fogo do “grande dia do juízo”, em termos muito semelhantes ao relato do aprisionamento e castigo final de “Satanás” mencionado em Apocalipse 20. Não é sem motivo que, de acordo com A. E. Cundall, “a maioria dos eruditos aceita que Azazel é o líder dos espíritos maus do deserto” (The Zondevon Pictorial Encyclopedia of the Bible, vol. 1, p. 426).

Embora, em sentido amplo, o próprio dia em que era realizada a purificação anual do santuário fosse chamado de “Dia da Expiação” (Lv 23:27 e 28) e o “bode emissário” ser considerado como parte do abarcante processo expiatório (Lv 16:10), não podemos atribuir a esse bode prerrogativas salvíficas e nem considerá-lo uma espécie de co-redentor com o outro bode. Levítico 16 é claro em afirmar (1) que uma expiação prévia por Arão “e pela sua casa” era efetuada pelo sacrifício de um “novilho” e pela aspersão do seu sangue (versos 11-14); (2) que a “expiação pelo santuário” era realizada pelo sacrifício do “bode da oferta pelo pecado” e pela aspersão do seu sangue (versos 15-19); (3) que o cerimonial envolvendo o bode emissário só iniciava após o término da “expiação pelo santuário, pela tenda da congregação e pelo altar” (versos 20-22); e (4) que outra “expiação” específica pelo sumo sacerdote “e pelo povo” ocorria através do oferecimento de holocaustos, após o bode emissário ser libertado vivo no deserto (versos 23-25). Uma vez que a expiação pelo pecado só ocorria através do “derramamento de sangue” (Hb 9:22; Lv 17:11), e que o bode emissário não era sacrificado (Lv 16:21 e 22), cremos que a função desse bode era simbolicamente punitiva e não redentiva.

Por outro lado, pretender que o “bode emissário” é um símbolo de Cristo significa desconhecer as funções distintas dos dois bodes mencionados em Levítico 16, bem como atribuir características nitidamente demoníacas a Cristo. Não podemos jamais esquecer de que Cristo é descrito nas Escrituras como havendo sido feito “pecado” apenas pelos seres humanos (I Co 5:21), mas nunca por Satanás ou por qualquer dos demais anjos caídos (Jo 14:30; Jd 6).

Fonte: Alberto R. Timm, Sinais dos Tempos, outubro de 1998, p. 29 (usado com permissão)

Clique nesta imagem para ir ao site e conhecer o conteúdo do áudio livro

Anterior Não permita que o material desvie seu foco do essencial
Próximo Como e por que fazer jejum?

Sobre o autor

Leandro Quadros
Leandro Quadros 485 posts

Escritor e apresentador dos programas "Na Mira da Verdade" e "Lições da Bíblia"

Veja todos os posts do autor →

Veja também

Apologética Cristã 3 Comentários

O espiritismo e os médiuns

Introdução 1) O que a Bíblia diz sobre a mediunidade? 2) Deus se comunica por meios dos médiuns? 3) Os mortos podem conversar com os vivos? Até o momento percebemos

Apologética Cristã 5 Comentários

10 Perguntas para os que não Acreditam na Trindade

São dez perguntas que desafiam qualquer pensamento que não crê na trindade. Confira! 1. Se Jesus era menor do que Deus, como pode também ser “o mesmo ontem, hoje e

Apologética Cristã 1Comentários

O preconceito do CACP em relação ao adventismo do sétimo dia

Elaborei uma resenha crítica à postura do Centro Apologético Cristão de Pesquisas (CACP) em condenar o articulista evangélico Fernando Galli, por este não mais ver o adventismo do sétimo dia

1 Comentário

  1. David
    janeiro 19, 20:22 Resposta

    Tenho dificuldades de enter isso , não me parece que Satanás no final irá tem um papel como o do bode , no fim de todas as coisas ele e os ímpios serão castigados no lago de fogo ( o tempo do castigo é impossível de saber pois ali estão seres espirituais , poderes que caíram do céu e também seres de carne e osso ).

Deixe seu Comentário