Apologética Cristã

O Livro de Enoque – Mitos e fatos

Olá amigos! Quero juntar todos os vídeos sobre o livro de Enoque no meu canal para que você tenha uma visão mais completa do assunto. As pessoas às vezes assistem somente a um e ficam com dúvidas que são respondidas em outros vídeos. Antes, porém, vou esclarecer alguns pontos:

Fatos:

  1. Enoque foi um profeta inspirado por Deus.
  2. Enoque foi uma pessoa justa; tão justo que foi levado ao céu.
  3. Na Bíblia há várias citações diretas ou indiretas ao “livro de Enoque” (vou gravar mais sobre isso)
  4. É POSSÍVEL que Jesus tenha lido seu livro (vou gravar sobre isso também)
  5. Enoque reflete teologia espúria misturada com misticismo judaico do período inter-testamentário e contradiz algumas coisas que a Bíblia diz, sobre os anjos por exemplo, que teria a possibilidade de se alastrar.

Mitos:

  1. Enoque foi o autor do livro que conhecemos hoje. Fato: não há nenhuma evidência arqueológica disso.
  2. Por ter sido citado é inspirado. Fato: a Bíblia tem muitas outras citações de livros não inspirados. Por exemplo, Paulo usa autores gregos não inspirados.
  3. Existia escrita antes do dilúvio. Fato: a tradição oral seguiu vigente até o Século I d.C. Se tivesse algum escrito, poderia ter sido destruído no dilúvio. Não há evidência alguma de Noé ter salvo algum escrito.
  4. Deus poderia ter inspirado outro profeta para escrever. Fato: Poderia, mas não o fez.
  5. A tradição oral é tão importante quanto o AT. Fato: a tradição oral é sim importante mas está cheia de lendas e legalismo (Jesus combateu o legalismo quando esteve na terra). Foi o E.S., por meio da inspiração, que separou o bom do místico na tradição oral. Igual ocorreu com Lucas quando escreveu seu evangelho.
  6. A Igreja Católica Apostólica Romana (ICAR) mudou o cânon do AT. Fato: o cânon do AT foi fechado antes de Cristo, e logicamente, antes da ICAR.

Tags:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *