O “obelisco” no túmulo de Ellen White

O “obelisco” no túmulo de Ellen White

Algumas pessoas acusam Ellen White de ter tido envolvimento com a maçonaria por que próximo ao túmulo dela há um “obelisco”. Realmente há um monumento em forma de obelisco no lote onde se encontram os túmulos da família White. Estive lá neste ano (2011) em Battle Creek, Michigan, e até tirei uma foto ao lado, como você pode ver na foto que ilustra esse artigo (rsrsrs).

O que alguns exagerados ignoram é que monumentos em forma de obelisco (não era um obelisco em si) eram comuns naqueles dias para marcar o território em que uma família se encontrava em um cemitério. Quando passei por alguns cemitérios antigos como o de Low Hampton, Nova York (se não me engano era nessa cidade) vi que tal monumento se encontra próximo aos túmulos de outros cristãos.

Portanto, no século XIX um monumento em forma de obelisco não era problema para os crentes.

É importante considerarmos que Ellen White era totalmente contra a maçonaria, como podemos ler no livro Evangelismo, p. 617-623. Em sua argumentação ela usa 2 Coríntios 6:14, que recomenda: “não vos prendais a um jugo desigual com infiéis”, para afirmar que Deus proíbe os cristãos de se associarem à maçonaria.

Na página 619, ao tratar das sociedades secretas, ela afirmou que essas sociedades “não têm nenhuma ligação com Deus” e que “nenhum cristão sincero pode prosperar em tal atmosfera”. E, na página 622 ela foi taxativa:

“Aqueles que se acham sob a ensanguentada bandeira do Príncipe Emanuel [Cristo], não se podem unir aos maçons, ou com qualquer organização secreta”.

Quando Ellen White esteve na Austrália, deu uma forte mensagem nesse sentido ao irmão N. D. Faulkhead, que era envolvido com a maçonaria. Deus revelou a ela em visão muitas coisas sobre a vida dele em tal sociedade, e disse por intermédio da profetisa que “Só havia uma coisa a fazer – cortar sua ligação com eles (maçons) e estar todo do lado do Senhor” (“Evangelismo”, p. 621).

O anjo que comunicou o fato a ela lhe mostrou um sinal particular que era conhecido apenas pela mais alta ordem maçônica. Quando ela fez tal sinal na presença dele, Faulkhead ficou convencido de que Deus havia falado com ela. Isso o deixou tão impressionado que abandonou a maçonaria! (Mais detalhes sobre essa história podem ser lidos em “A Verdade Sobre os Anjos”, p.p. 257, 258).

Sendo que ela tirou uma pessoa da maçonaria, como poderia ter envolvimento com tal sociedade secreta? Portanto, quando alguns afirmam que ela estava “ligada à maçonaria” por causa de um simples monumento decorativo, tais indivíduos só podem estar com algum problema! Precisam se informar melhor e/ou buscar tratamento psicológico com urgência.

As formas geométricas não foram criadas pelos maçons

Também devemos considerar que objetos em forma de obeliscos ou outras figuras geométricas não são exclusivos da maçonaria ou de outros movimentos secretos. As formas geométricas pertencem a Deus, mas, infelizmente o ser humano usa de maneira errada.

Ao responder sobre a presença do “obelisco” no túmulo de Ellen White, veja que argumento interessante William Fagal, diretor do Ellen G. White Estate, nos EUA, apresentou:

“A cruz em si já foi um símbolo odioso da opressão e crueldade de Roma, mas hoje, os cristãos ao redor do mundo a utilizam como um símbolo da nossa redenção através de Cristo.” (A resposta dele completa se encontra no livro “101 Questions About Ellen White and Her Writings”, p. 39-41. Pacific Press Publishing Association, 2010).

Os nomes dos dias da semana são de deuses pagãos. Entretanto, não somos considerados idólatras, pois, em nossos dias tais nomes nada mais têm a ver com o paganismo. Isso evidencia definitivamente que símbolos podem ter seus significados mudados, de modo que não precisamos nos preocuparmos com isso.

Ao invés de lermos esses sites de gente extremista que está de mal com a vida, coloquemos diante de nós boa literatura, para que sejamos edificados através de assuntos que realmente edificam e nos preparam para a Volta de Cristo (Mt 24:42, 44).

Além disso, separemos nosso tempo para ajudar os maçons no preparo para a Segunda Vinda do Senhor (Ap 1:7; Mc 16:15). Ao invés de acusá-los de “satanistas” (o que não é verdade), falemos a eles do quanto Deus os ama e da importância de se prepararem para o juízo final, que será em breve (Mt 25:31-46).

Clique nesta imagem para ir ao site e conhecer o conteúdo do áudio livro

Anterior Justificação pela fé
Próximo Arrebatamento Secreto: Fato ou Ficção?

Sobre o autor

Leandro Quadros
Leandro Quadros 462 posts

Escritor e apresentador dos programas "Na Mira da Verdade" e "Lições da Bíblia"

Veja todos os posts do autor →

Veja também

Bons Debates 0 Comentários

A Bíblia e a Terra Plana

Por incrível que pareça, na era dos ônibus espaciais e dos satélites orbitais, ainda há gente defendendo uma ideia que parecia superada: a de que a Terra seria um disco

Bons Debates 1Comentários

O “inferno” em Ezequiel 32:21

“Os mais poderosos dos valentes lhe falarão desde o meio do inferno, juntamente com os que a socorrem: Desceram e estão lá os incircuncisos, traspassados à espada.” (Ez 32.21) Esse

Bons Debates 0 Comentários

O que o Apostolo Paulo quis dizer em I Coríntios 5:5?

Além de estudá-lo juntamente com outros textos de Paulo acerca do estado do homem na morte (I Coríntios 15:23; I Tessalonicenses 4:13-16, etc), temos de analisar I Coríntios 5:5 em

1 Comentário

  1. Leni Muniz
    fevereiro 06, 18:59 Resposta

    Gente, que bafo como dizem (rs)! Excelente texto esclarecedor . Tem pessoas de outras denominações evangélicas, que insistem em afirmar que a IASD é da maçonaria, que é uma seita e tudo mais é realmente uma falta de conhecimento a respeito, infelizmente.
    Frequentei a Iasd e até me batizei com minha filha, me afastei da igreja, já frequentei outras denominações , mas não consigo firmar nelas. Ore por mim Professor Leandro Quadro, admiro muito sua capacidade de ser um grande esclarecedor da palavra de Deus.

    Abs

Deixe seu Comentário