Ética Cristã

O que a Bíblia diz sobre a honestidade e desonestidade?

Honestidade significa ser verdadeiro, transparente, não roubar, não enganar ou defraudar ninguém. O indivíduo honesto repudia a esperteza e o desejo de querer levar vantagem em tudo e sobre todos. O oitavo mandamento da Lei de Deus nos aconselha a ter uma vida de honestidade: “Não furtarás”. (Êxodo 20:15). O furto é caracterizado quando alguém toma posse daquilo que não é propriedade sua. Algumas pessoas preferem “atalhos” para conquistar aquilo que não lhes pertencem. A pirataria de músicas ou filmes é um desses atalhos. Mas a Bíblia é clara ao dizer que precisamos merecer, mediante o trabalho, aquilo que gostaríamos de possuir (Efésios 4:28; Provérbios 11:1).

Um antigo conto chinês relata a história de um ladrão que roubou um sino. Ao fugir do local do roubo, ele percebeu que não conseguia fazer o sino parar de bater. Em meio ao pânico e temor de ser descoberto, ele encontrou um modo de sentir-se seguro: resolveu tapar os ouvidos para não ouvir o sino! O maior inimigo do ladrão é a consciência. Assim como o sino dessa alegoria, a consciência nos adverte contra o engano de tomarmos aquilo que não nos pertence. Enquanto não devolvermos o que não nos pertence, o “sino” sempre estará tocando. Salomão ironicamente já previa o destino dos desonestos: “Suave é ao homem o pão ganho por fraude, mas, depois, a sua boca se encherá de pedrinhas de areia” (Provérbios 20:17).

Clique nesta imagem para ir ao site e conhecer o conteúdo do áudio livro

A Bíblia apresenta outros textos que falam a respeito desse assunto:

Deus requer e merece honestidade. A Bíblia diz em Salmos 51:6: “Eis que desejas que a verdade esteja no íntimo; faze-me, pois, conhecer a sabedoria no secreto da minha alma.”

A desonestidade causa dor e dura tanto quanto a ferida física. A Bíblia diz em Provérbios 25:18: “Malho, e espada, e flecha aguda é o homem que levanta falso testemunho contra o seu próximo.”

O Senhor não aprova desonestidade em transações de negócios. A Bíblia diz em Provérbios 20:23: “Pesos fraudulentos são abomináveis ao Senhor; e balanças enganosas não são boas.”

Seja honesto e aberto. A Bíblia diz em 1 Tessalonicenses 2:3: “Porque a nossa exortação não procede de erro, nem de imundícia, nem é feita com dolo.” Ainda encontramos o seguinte texto: “Pois zelamos o que é honesto, não só diante do Senhor, mas também diante dos homens”  (2 Coríntios 8:21).

Os líderes apreciam aqueles que dizem a verdade. A Bíblia diz em Provérbios 16:13: “Lábios justos são o prazer dos reis; e eles amam aquele que fala coisas retas.”

A verdade é mais valiosa que os elogios. A Bíblia diz em Provérbios 28:23: “O que repreende a um homem achará depois mais favor do que aquele que lisonjeia com a língua.”

Os filhos de pais honestos são bem-aventurados. A Bíblia diz em Provérbios 20:7: “O justo anda na sua integridade; bem-aventurados serão os seus filhos depois dele.”

Diga sempre a verdade. A Bíblia diz em Provérbios 12:13-14: “Pela transgressão dos lábios se enlaça o mau; mas o justo escapa da angústia. Do fruto das suas palavras o homem se farta de bem; e das obras das suas mãos se lhe retribui.”

As riquezas que foram ganhas desonestamente não duram. A Bíblia diz em Provérbios 21:6: “Ajuntar tesouros com língua falsa é uma vaidade fugitiva; aqueles que os buscam, buscam a morte.”

Siga os caminhos de Deus. A Bíblia diz em Provérbios 11:1: “A balança enganosa é abominação para o Senhor; mas o peso justo é o seu prazer.”

Deus prefere que sejamos honestos de que demos ofertas. A Bíblia diz em Provérbios 21:3: “Fazer justiça e julgar com retidão é mais aceitável ao Senhor do que oferecer-lhe sacrifício.”

Tags:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *