Bons Debates

O que o Apostolo Paulo quis dizer em I Coríntios 5:5?

Além de estudá-lo juntamente com outros textos de Paulo acerca do estado do homem na morte (I Coríntios 15:23; I Tessalonicenses 4:13-16, etc), temos de analisar I Coríntios 5:5 em seu contexto: ‘Geralmente, se ouve que há entre vós imoralidade e imoralidade tal, como nem mesmo entre os gentios, isto é, haver quem se atreva a possuir a mulher de seu próprio pai. E, contudo, andais vós ensoberbecidos e não chegastes a lamentar, para que fosse tirado do vosso meio quem tamanho ultraje praticou’ Eu, na verdade, ainda que ausente em pessoa, mas presente em espírito, já sentenciei, como se estivesse presente, que o autor de tal infâmia seja, em nome do Senhor Jesus, reunidos vós e o meu espírito, com o poder de Jesus, nosso Senhor, entregue a Satanás para a destruição da carne, a fim de que o espírito seja salvo no Dia do Senhor Jesus?. (I Coríntios 5:1-5)

Paulo estava na cidade de Éfeso quando tratava por carta com a igreja de Corinto a respeito de um elemento que havia praticado incesto; para que tal pecado fosse reprimido, servindo de exemplo aos outros e para que o praticante do mesmo pudesse arrepender-se a fim de ser salvo, o apóstolo orientou que a igreja o EXCLUÍSSE. A expressão ‘seja entregue a satanás’ foi usada para se referir a este processo de exclusão (separação, afastamento desta pessoa da igreja), pois quando alguém se encontra fora da igreja e longe de Deus está sob grande influência de satanás. ‘Se uma pessoa sai do reino de Deus, entra naturalmente no reino de satanás (João 12:31; 16:11; 2 Coríntios 4:4)’ (Comentário Bíblico Adventista do 7o Dia, vol. 6 – cd-rom em espanhol)

A expressão ‘destruição da carne’ significa que o membro faltoso, ao sair da igreja (reino de Deus) iria sofrer corporalmente os efeitos de sua atitude (todo pecado tem conseqüências – Gálatas 6:7); o inimigo iria infligir-lhe sofrimento. Quando alguém sofre em resultado de seu pecado, sente a necessidade de arrependimento devido à atuação do Espírito Santo em sua consciência. Sendo assim, após arrepender-se de coração, este membro faltoso poderia voltar à igreja e ter ‘seu espírito salvo’, ou seja, ele mesmo, tendo seu corpo espiritual transformado, no dia do Senhor (ver I Coríntios 15:44, 50; Filipenses 3:20-21).

A Bíblia usa também a palavra ‘espírito’ para referir-se a pessoas vivas (Hebreus 12:22, 23) e ao ‘corpo espiritual’ que receberemos por ocasião da ressurreição (I Cor. 15:51-55), como neste caso de I Coríntios 5:5. Vemos com isto que a Bíblia não apóia a idéia de que temos um espírito consciente; declara, sem margem para dúvidas, que teremos um corpo espiritual, capaz inclusive de alimentar-se (Mateus
8:11, Apocalipse 22:2).

I Timóteo 1:20 ajuda a complementar I Coríntios 5, mostrando-nos também que o objetivo da disciplina é impulsionar o culpado a conscientizar-se de seu pecado; na verdade, quando o aberto transgressor é afastado, a igreja está apenas ratificando a escolha feita por este.

#Convite especial

O que acha de participar de meu 1o Seminário de Pregação Bíblica e aprender algumas técnicas de pregação?

Preparei essas aulas com muito carinho porque acredito que Deus poderá revolucionar a maneira de você pregar.

Ao acessar a página você terá as informações sobre a proposta do seminário, dicas exclusivas e, em breve, disponibilizaremos o dia do início das aulas. Convide amigos e, se tiver alguma dúvida, basta me escrever aqui no blog ou através da página onde disponibilizarei as informações do seminário.

As vagas são limitadas porque não posso atender muitas pessoas ao mesmo tempo. Portanto, corra e se inscreva agora:

Tags:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *