Apologética CristãBons Debates

Pequenas Perguntas, Grandes Lições (parte 2)

perguntas

Por Azenilto G. Brito – Ministério Sola Scriptura

Site: http://www.c-224.com/id39.html

 

INTRODUÇÃO

Por causa da criatividade dos críticos, Azenilto Brito continuará ampliando suas perguntas apologéticas por se tratar de um recurso didático muito eficaz para o ensino das verdades bíblicas. Que esse novo artigo do Prof. Brito contribua significativamente em seus estudos.

PERGUNTAS APOLOGÉTICAS

Como eu acentuei antes, no questionário de 20 breves perguntas sobre o tema do sábado, quem tiver respostas melhores, que as apresente. Daremos cuidadosa atenção às mesmas.

21 – Se “o fim de lei é Cristo” (Rom. 10:4), significa que agora se pode matar, roubar, mentir, adulterar?

RESPOSTA: Alegar que não—pois agora o cristão está sob a “lei de Cristo” (Gál. 6:2)—não resolve porque tal lei é a MESMA proferida por Jesus em Sua “regra áurea”—de amar a Deus de todo o coração e amar ao próximo como a si mesmo (Mat. 22:36-40). Sendo que Ele ressalta que “destes dois mandamentos dependem TODA A LEI e os profetas”, onde diz que nessa expressão TODA A LEI, qualquer dos preceitos do Decálogo ficaria de fora?

22 – Se Rom. 10:4 ensina o fim da lei para a conduta cristã, como o mesmo Paulo em Rom. 3:31 diz que a fé confirma a lei, e não a anula?

RESPOSTA: A chave para entender as discussões paulinas sobre a lei é Rom. 9:30-32—a falha de Israel em buscar justiça na lei, o que nunca foi seu objetivo. Paulo diz que a fé NÃO ANULA a lei, e sim a CONFIRMA (Rom. 3:31), e que com a sua mente serve à lei de Deus (Rom. 7:25), a que traz o preceito “não cobiçarás”, sendo santa, justa, boa, espiritual (vs. 7, 8, 12, 14, 22), dela recomendando naturalmente aos GENTIOS de Éfeso e Roma os seus 5o., 6o., 7o., 8o., 9o. e 10o. preceitos (Efé. 6:1-3; 4:24-31; Rom. 13:8-10).

Paulo não condenava a lei, e sim o seu “uso ilegítimo” (1 Tim. 1:8)–tê-la como fonte de justiça–o que nunca representou o seu real papel, pelo que causou o tropeço da nação. ROMANOS FOI ESCRITO DEPOIS DE GÁLATAS.

O sentido de Rom. 10:4 é de que o OBJETIVO da lei é Cristo, tanto que é um objetivo para uma determinada coisa—“. . . para justificação de todo o que crê”. Tal interpetação é a de João Wesley, João Calvino, Bíblia de Genebra, eruditos batistas, metodistas, presbiterianos. . .

23 – Se a “lei e os profetas duraram até João” como depois dele havia ainda lei (Mat. 19:17; Rom. 3:31) e profetas (Atos 11:27; 13:1, etc.)?

RESPOSTA: A palavra “duraram” não consta do texto original, tanto que em muitas Bíblias vem em itálico (forma em que os editores indicam ser termo acrescentado pelos tradutores). Em Mat. 11:13 temos a explicação para esta passagem—“A lei e os profetas PROFETIZARAM até João”. Claro, a expressão “lei e profetas” significa os escritos sagrados todos, que hoje chamamos de Velho Testamento. E João Batista foi o último dos profetas messiânicos. Então, as profecias referentes ao Messias duraram até João, pois a partir dele já o Messias era chegado.

PEQUENAS PERGUNTAS, GRANDES LIÇÕES…

Mais algumas perguntas especificamente sobre o tema do sábado/domingo:

  • Podem provar pela Bíblia que o domingo tomou o lugar do sábado—como mandamento ou prática voluntária, não obrigatória—por ordem de Deus?
  • Podem provar pela Bíblia que o “dia do Senhor” dominical pode ser observado de modo ‘light’, nele podendo-se comprar, vender, ver esportes na TV?
  • Podem provar pela Bíblia que o dia para o cristão deve ser considerado de uma meia-noite a outra, não mais de um pôr de sol a outro?
  • Por que na promessa da Nova Aliança (Heb. 8:6-10; 10:16), o que será escrito nos corações e mentes não é a lei de Cristo, mas as “Minhas leis” [de Deus]?
  • Por que na promessa da Nova Aliança (Heb. 8:6-10; 10:16), o que será escrito nos corações e mentes não é a lei da fé, mas as “Minhas leis” [de Deus]?
  • Por que na promessa da Nova Aliança (Heb. 8:6-10; 10:16), a escrita nos corações e mentes não é da lei do Espírito, e sim das “Minhas leis” [de Deus]?
  • Por que na promessa da Nova Aliança (Heb. 8:6-10; 10:16), o que será escrito nos corações e mentes não é a lei do amor, mas as “Minhas leis” [de Deus]?
  • Onde a promessa da Nova Aliança diz que quando Deus escreve as Suas leis nos corações e mentes Ele exclui a regra do sábado [Heb. 8:6-10; 10:16]?
  • Onde a promessa da Nova Aliança diz que quando Deus escreve as Suas leis nos corações e mentes Ele troca o sábado pelo domingo [Heb. 8:6-10; 10:16]?
  • Onde a promessa da Nova Aliança diz que quando Deus escreve Suas leis nos corações Ele deixa o sábado como regra voluntária [Heb. 8:6-10; 10:16]?
Tags:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *