Bons Debates

Seria Jesus criatura do Pai?

“Gostaria muito que me tirassem uma dúvida: Colossenses 1:15 e Apocalipse 3:14 estão, realmente, afirmando que Deus Pai criou Jesus Cristo?”

A Bíblia é clara em afirmar que Jesus é Deus. Eis alguns textos bíblicos sobre essa verdade: “No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus” (João 1:1); “Ninguém jamais viu a Deus; o Deus Unigênito, que está no seio do Pai, é quem O revelou” (João 1:18); “Respondeu-Lhe Tomé: Senhor meu e Deus meu” (João 20:28); “… mas acerca do Filho: o Teu trono, ó Deus, é para todo o sempre” (Hebreus 1:8); “… na justiça do nosso Deus e Salvador Jesus Cristo” (2 Pedro 1:1); “Aguardando a bendita esperança e a manifestação da glória do nosso grande Deus e Salvador Cristo Jesus” (Tito 2:13); “Eis que a virgem conceberá e dará à luz um filho, e Ele será chamado pelo nome de Emanuel (que quer dizer: Deus conosco)” (Mateus 1:23). À luz do conteúdo desses versos, não há motivo para se pensar que Jesus tenha sido criado pelo Pai. Se isso tivesse acontecido, Jesus teria sido o primeiro a nascer, o que contradiria os textos anteriormente mencionados, que declaram ser Ele Deus e, portanto, eterno.

Colossenses 1:15 diz que Jesus “é a imagem do Deus invisível, o primogênito de toda a Criação”. A palavra “primogênito” vem do grego “protótokos” (protos = “o primeiro a nascer”, “o principal”, “o mais importante”, e tokos = “dado à luz”, “nascido”, “descendência”, “prole” – do verbo tikto = “nascer”, “dar à luz”1). A Septuaginta emprega protótokos para traduzir o vocábulo hebraico o bekôr -“primogênito”.2 Assim, protótokos significa tanto “primeiro/primogênito”, como também “mais importante/preeminente”.

“Primogênito” é empregado na Bíblia com duas ideias: (1) em sentido literal: o primeiro a nascer (cf. Lucas 2:7: “E ela [Maria] deu à luz o seu filho primogênito”; Hebreus 11:28: “… para que o exterminador não tocasse nos primogênitos dos israelitas”), e (2) em sentido figurado: o mais importante, o mais preeminente (cf. Êxodo 4:22: “Israel [2º filho de Isaque] é meu filho, meu primogênito”; Salmos 89:27: “Fá-lo-ei [a Davi, filho mais novo de Jessé], por isso, meu primogênito, o mais elevado entre os reis da Terra”; Jeremias 31:9: “Efraim [2º filho de José] é meu primogênito”).

Então, sendo Jesus Deus, e como tal eterno, a palavra “primogênito” é empregada, em Colossenses 1:15, para mostrar que Ele é “o mais importante” de toda a Criação, pois foi seu Criador, o Autor da própria Criação. Veja que Colossenses 1:16 explica o verso 15: “… pois nEle, foram criadas todas as coisas, nos céus e sobre a Terra, as visíveis e as invisíveis, sejam tronos, sejam soberanias, quer principados, quer potestades. Tudo foi criado por meio dEle e para Ele.”

Em Colossenses 1:15, Paulo destaca a posição de Cristo em relação à Criação. Ele é apresentado como estando acima de todas as coisas criadas. A razão disso é que Ele é a causa primária da Criação, Seu Originador. Ele é o que tem todo o poder, “no Céu e na Terra” (Mateus 28:18), “porquanto, nEle, habita, corporalmente, toda a plenitude da divindade” (Colossenses 2:9), e “NEle, tudo subsiste” (Colossenses 1:17).

Apocalipse 3:14 diz que Jesus é “o princípio da Criação de Deus”. A palavra “princípio”, na língua original grega, é archê, e significa “início”, “origem”, “princípio”, mas também “líder” e “primeira causa”.3 A ideia de que Jesus foi o início da Criação de Deus, no sentido de ter sido a primeira coisa criada, novamente contraria os textos mencionados anteriormente, os quais afirmam que Jesus é Deus, e como tal eterno, e quem é eterno não pode ter sido criado. A palavra “princípio”, em Apocalipse 3:14, quer dizer que Jesus é o “originador”, a “causa primária”, o “líder” da Criação de Deus.

Em conclusão, dizemos que os textos de Colossenses 1:15 e Apocalipse 3:14, longe de sugerirem que o Filho foi criado, afirmam Sua eternidade e Seu poder criador.

Biblia.com.br

Clique nesta imagem para ir ao site e conhecer o conteúdo do áudio livro

Referências

Referências:
1 DAVIDSON, B. The Analytical Greek Lexicon. Nova York: Harper & Brothers Publishers, s/d, p. 404.
2 BARTELS, K. H , in: COENEN, L. & BROWN, C Dicionário Internacional de Teologia do Novo Testamento, v. 2. São Paulo: Vida Nova, 2000, p 1851.
3 GINGRICH, F. W. & DANKER, F. W. Léxico do Novo Testamento Grego/Português: São Paulo: Vida Nova, 1993, p. 35.

Tags:

One comment

  1. Em que sentido a palavra primogênito se aplica a Jesus? Primeiro filho ou preeminência? A resposta clara é: nos dois sentidos. Como assim?

    A questão principal a ser discutida não é se Jesus é preeminente ou não. É óbvio que Jesus é preeminente, disso não há dúvidas.

    Mas a questão é: Porque Jesus é preeminente? Vamos deixar a bíblia responder.

    A bíblia é clara ao dizer que Jesus é preeminente porque é o primogênito da criação, ou o primeiro filho de Jeová. Hebreus 1:6 é claro ao dizer que Deus introduziu no mundo “o SEU primogênito”.

    Portanto, Jesus é o primeiro filho criado de Jeová. Jesus é preeminente porque ele é o primeiro filho, e como primeiro filho, é mais preeminente do que os demais filhos, sendo o herdeiro de tudo e aquele que tem direito ao Reino.

    Sim, primogênitos são preeminentes, e sua preeminência vem do fato de serem os filhos mais velhos.

    Só o fato de ser o primeiro filho de Jeová, o primogênito de toda a criação de Jeová, já garante pra Jesus STATUS por direito de primogenitura de ele ser preeminente sobre todas as outras criaturas. Jesus por ser o primogênito, ou primeiro filho, tem mais direito e mais primazia do que qualquer outro. Assim sendo, Col 1:15-17 mostra que a criação do universo foi um presente do Pai para o Filho, que é o herdeiro.

    Segundo a lógica trinitária, que diz que Jesus é preeminente no 2º sentido apenas, teremos que admitir que alguém que não é Jesus foi a primeira criação de Jeová, sendo seu primeiro filho primogênito, mas Jesus foi feito “primogênito” no lugar deste outro, se tornando assim mais preeminente que este outro.

    Assim, pensemos nas implicações de se negar que Jesus é a primeira criação de Deus! Não tem como fugir, só existem dois sentidos pra palavra primogênito na bíblia: ou é o primeiro filho nascido, ou então quando um outro filho que não é o primeiro assume os direitos do primeiro.

    Então os trinitários tem duas escolhas: ou acreditam que Jesus é o primeiro filho criado de Jeová, e por isso tem primazia e é preeminente, ou acreditam que Jeová criou outro antes de Jesus, mas Jeová escolheu Jesus e fez ele ser mais preeminente que este outro. Em que vão acreditar tinitários? Na bíblia ou na tradição?

    Além disso, na bíblia todo primogênito SEMPRE faz parte do grupo do qual ele é mencionado. Não há exceção.

    “Primogênito dos reis” é ele mesmo um rei.

    “Primogênito dos animais” era um animal.

    “Primogênito de Israel” era um israelita.

    O que significa “primogênito DA (não sobre) criação a não ser a criatura mais elevada?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *