Apologética Cristã

Soberania Divina ou Tirania divina?

Há uma crença satânica que se veste com uma roupagem de “Soberania Divina” e que tem feito um grupo de pessoas acreditar num Deus “Soberano” ao ponto de decidir quem irá se salvar e quem irá se perder. Essa é a chamada “dupla predestinação”.

Por que essa crença se veste com uma roupagem de Soberania Divina? Simplesmente porque os adeptos (muitos deles pessoas sinceras) dessa teoria maligna creem que Deus, para ser Soberano, deve decidir até mesmo quem irá para o lago de fogo, não importa o quanto essa pessoa em vida tenha tentado se relacionar com Jesus e fazer Sua vontade durante a vida.

 

 

Um claro exemplo do que é esse ensino é a imagem de um pai que, enquanto carrega o filho no colo, o ignora, diríamos assim, prestando atenção em seu celular. O Deus calvinista carrega um pecador no colo durante a vida, porém, ignora-o dando atenção apenas à Sua Soberania doentia, esquecendo-se assim do filho por quem morreu na cruz.

Na verdade, tais crentes na dupla predestinação compreendem muito equivocadamente a Soberania Divina (certamente, nenhum de nós pode ter a pretensão de entender a Deus. Porém, não exageremos ao ponto de tornar Seu caráter parecido com o do Diabo). Decidir quem irá se perder não é o mesmo que Soberania, e sim TIRANIA. Uma coisa nada tem a ver com a outra!

Se fôssemos argumentar como os Calvinistas em torno da Soberania de Deus, poderíamos supor que Deus não é tão Soberano assim, pois, se o fosse, “Predestinaria” a todos para serem salvos, obrigando-os a terem a vida eterna. A Soberania de Deus, nesse caso, seria MUITO MAIS EFICAZ. Veja o quanto é falha a argumentação calvinista, e que a mesma não se sustenta biblicamente e nem filosoficamente.

Na verdade, a Soberania de Deus está justamente no fato dEle permitir que as pessoas, CONDUZIDAS pelo Espírito Santo (Jo 16:8-10), tomem suas próprias decisões corretas, se deixarem-No atuar em suas vidas. Deus é tão Soberano que capacita seres pecadores a tomarem boas escolhas (Fp 2:13), mesmo que no final elas decidam se perder.

Essa compreensão da Soberania Divina se harmoniza com Seu caráter amoroso, que oferece a salvação a TODAS as pessoas (1Tm 2:1-4), sem fazer acepções (Rm 2:11; At 10:34).

O Deus apresentado pelos que creem na dupla predestinação jamais seria servido, adorado e amado pelos anjos. Afinal, eles veriam-No constantemente sendo preconceituoso em “ir com a cara” de alguns e “não ir com a cara de outros”.

Louvado seja a Jesus por nos apresentar um Deus amoroso que bate à porta do coração de cada pecador (Ap 3:20)! Louvado seja o Espírito Santo por desmascarar com a Bíblia a crença diabólica na dupla predestinação, que se veste com uma roupagem de falsa “Soberania Divina”!

Nesse dia, não se esqueça de que o Deus de Abraão, Isaque e Jacó é também o seu Deus. Não importa quão longe tenha ido: em Sua Soberania Ele lhe oferece uma nova chance:

“Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei” (Mt 11:28).

 

 

Se quiser conhecer um pouco mais sobre o posicionamento bíblico a respeito da predestinação, bem como ajudar amigos a abandonarem esse falso ensino chamado “dupla predestinação, veja mais informações em meu segundo livro, acessando a LerStore

Na pergunta número 17 (págs. 53-59), abordo alguns dos principais textos mal utilizados por calvinistas para defenderem essa heresia que comentei nesse post.

O livro está disponível com preço promocional aqui, com o intuito de espalhar a Verdade da Palavra de Deus para as mentes sinceras.

Um abraço e que Deus lhe abençoe ricamente!

fb.com/namiradaverdade.nt
fb.com/leandroquadrosnt
#namiradaverdade
@lsquadros

Clique nesta imagem para ir ao site e conhecer o conteúdo do áudio livro

Tags:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *