Adivinhos, cartomantes e astrologia

Adivinhos, cartomantes e astrologia

Há vários textos bíblicos onde Deus reprova o ocultismo e a astrologia em todas as suas formas. Ocorre que, ao buscar no ocultismo algum auxílio para as questões da vida, a pessoa se afasta de Deus e de Sua proteção.

Toda prática ocultista é proibida por Deus. Ao orientar os israelitas que deveriam possuir a terra prometida de Canaã, Ele disse:  “Quando entrares na terra que o Senhor teu Deus te dá, não aprenderás a fazer conforme as abominações daqueles povos. Não se achará no meio de ti quem faça passar pelo fogo o seu filho ou a sua filha, nem adivinhador, nem prognosticador, nem agoureiro, nem feiticeiro, nem encantador, nem quem consulte um espírito adivinhador, nem mágico, nem quem consulte os mortos; pois todo aquele que faz estas coisas é abominável ao Senhor, e é por causa destas abominações que o Senhor teu Deus os lança fora de diante de ti. Perfeito serás para com o Senhor teu Deus.” (Deuteronômio 18:9-13).

Só Deus é que conhece o futuro. A Bíblia diz em Isaías 8:19: “Quando vos disserem: Consultai os que têm espíritos familiares e os feiticeiros, que chilreiam e murmuram, respondei: Acaso não consultará um povo a seu Deus? Acaso a favor dos vivos consultará os mortos?”

Há vários textos bíblicos onde Deus reprova o ocultismo em todas as suas formas (Deuteronômio 18:9-14; Isaías 8:19; Levíticos 19:31; 20:6, 27; 2 Re 21:6; Ezequiel 13:18; Malaquias 3:5). Nestes textos a Bíblia se posicionar contra todo e qualquer tipo de manifestação espiritualista (cartomancia, feitiçaria, macumba, candomblé, umbanda, espiritismo kardecismo, necromancia, parapsicologia, hipnose).

Ocorre que, ao buscar no ocultismo algum auxílio para as questões da vida, a pessoa se afasta de Deus e de Sua proteção, e se envolve com forças malignas a fim de adquirir poder, defender-se de outras forças parecidas, descobrir o que acontecerá no futuro (1 Samuel 28) ou simplesmente satisfazer a curiosidade.

As Escrituras condenam as práticas espiritualistas de tal modo que afirmam que todos aqueles que continuarem praticando-as ficarão fora do reino dos céus (Apocalipse 22:15) e serão castigados no lago de fogo e enxofre ao final do milênio (Apocalipse 21:8). Isto porque, segundo a Palavra do Senhor, tais práticas não condizem com a verdade revelada de Deus acerca do estado dos mortos (ver Salmo 6:5; 13:3, 115:17; Eclesiastes 9:5, 6 e 10; João 14:1-4; 1 Tessalonicenses 4:13) e serem de origem diabólica e demoníaca (cf. Apocalipse 16:14; 2 Coríntios 11:11-14; 2 Tessalonicenses 2:9-10). Sendo assim, Deus “abomina” tais experiências.

O povo de Deus pode confiar que Ele o protegerá das forças malignas sobrenaturais (Efésios 6:10-18) e que cuidará de seu futuro.

Biblia.com.br

Gostou? Compartilhe com quem precisa deste conhecimento:
error17
fb-share-icon20
Tweet 20
fb-share-icon20
Anterior Pornografia, Masturbação e Lesão Cerebral
Próximo O perdão liberta

Sobre o autor

Leandro Quadros
Leandro Quadros 794 posts

YouTuber e apresentador dos programas "Na Mira da Verdade" e "En La Mira de La Verdad", na Rede Novo Tempo.

Veja todos os posts do autor →

Veja também

Apologética Cristã 5 Comentários

“Ninguém subiu ao céu” – João 3:13

A Bíblia afirma que muitos foram levados ao Céu quando Cristo ressuscitou… Em outro texto Jesus diz que ninguém subiu ao Céu… Como harmonizar isso? Uma das perguntas feitas no blog.

Apologética Cristã 0 Comentários

O que a Bíblia diz sobre a graça?

A salvação é recebida através da graça. É um dom de Deus. A Bíblia diz em Efésios 2:8-9: “Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não

Apologética Cristã 1Comentários

O Espírito de profecia e a Bíblia

O Espírito de profecia e a Bíblia Os escritos de Ellen White não constituem um substitutivo para a Bíblia. Não podem ser colocados no mesmo nível. As Escrituras Sagradas ocupam

2 Comentários

  1. MarinhoSul
    outubro 24, 06:14 Resposta

    Provas da imortalidade do espírito,dentro da vossa Bíblia ( mesmo adulterada como dizem os historiadores e Rabis), sem necessidade alguma de Salvações mitológicas, q tem origem na cultura zoroástrica. Inferno em hebraico, é apenas túmulo ( sheol), e a geena, era a lixeira de Jerusalém. O conflito dos anjos, vem da cultura persa, q incide na grega, após a conquista de Dário o Grande, onde a figura persa de Ahrimã, entra no grego como hades, e aos judeus, no pós-Babilônia como Shatã. Shatã, não é uma figura exclusiva para o mal, e sim ” um opositor; um acusador, e não o acusador”; o artigo definido não consta, pois é de forma genérica. Segundo a equipe da Dra Ellen das Univ protestantes anglicanas reunidas, Shatã, irá transformar-se em Satanás , já q é um vocábulo latino, na Idade Médica, sob provavelmente a inspiração da Divina Comédia de Dante Alighieri. Não é nenhum anjo caído, é um sincretismo Ada Igreja, pois anjos em hebraico tem a terminação El, do vocábulo genérico para Deus, q é ELHOHIM, aliás, é plural, pois Deus no hebraico, é O lugar mais Alto (EL-ELYON), O Eterno, onde se guardam as Leis Morais, o Torah-Tanakh, a única bíblia q os apóstolos , Jesus e os cristãos primitivos até o fim do primeiro séc. usaram. A Septuaginta, só para eruditos, e tem hj, sua tradução sob judce, pois os rabis da época quando ela supostamente foi traduzida disseram: ” eis q a Terra, se faz trevas por três dias” Evidências tbm q eram ESPÍRITOS, de envergadura moral, q Conduziam um povo.
    Quanto a você [Abraão], irá reunir-se em paz com seus antepassados e será sepultado após uma velhice feliz. (Gn 15,15).
    Quando Jacó acabou de dar instruções aos filhos, recolheu os pés na cama, expirou e se reuniu com seus antepassados. (Gn 49,33).
    Digo-vos: muitos virão do Oriente e do Ocidente, e se sentarão à mesa no Reino do Céu junto com Abraão, Isaac e Jacó. (Mt 8,11).
    Obs: Os patriarcas morreram mas estão VIVOS ou não ? Precisaram de alguma intervenção??????
    O texto, deixa claro q não.
    Agora Jesus, recitando estas passagens:
    E, quanto à ressurreição, será que não leram o que Deus disse a vocês: “Eu sou o Deus de Abraão, o Deus de Isaac e o Deus de Jacó”? Ora, ele não é Deus dos mortos, mas dos vivos. (Mt 22,31-32).
    TODOS juntam-se a Abraão, até mesmo no futuro do Oriente e Ocidente, e Jesus, recita estas passagens dos patriarcas, confirmando q não DORMEM, nem estão EXTINTO, levando em conta a crença FARISAICA por causa da passagem de Ex 3.6, porque os saduceus diziam aceitar como autoridade somente o Pentateuco. Segundo eles, nada havia nos escritos de Moisés que sustentasse a ressurreição e a sobrevivência da alma .
    Jesus, recita a passagem dizendo q os patriarcas, q morreram SÉCULOS E SÉCULOS antes, estão VIVINHOS DA SILVA, perante Deus, e perante Abraão, e não diz q precisavam d’Ele, para salvarem-se.

    Atos 23:8 Porque os saduceus dizem que não há ressurreição, nem anjo, nem espírito; mas os fariseus reconhecem uma e outra coisa.

    Nota: o vocábulo-substantivo RESSURREIÇÃO, aparece nas Escrituras, com 4 sentidos diferentes; reaparecimento no plano espiritual, como citado acima, e por Jesus; como reencarnação em hebreus 11:35, e como o cumprimento do Torah, “as 613 normas morais de Conduta, q segundo os grandes rabis ortodoxos e hassidios , da verdadeira cultura de Jesus, não se consegue ( obviamente), cumprir em uma vida só, pois ninguém é perfeito, e deve retornar pelo GUILGUL ( rodas das Almas em hebraico), para cumpri-las.
    Nessa passagem de Hebreus, Paulo, deixa claro, q o termo RESSURREIÇÃO, significa reencarnação, pois “as mulheres, são as responsáveis pela RESSURREIÇÃO dos seus mortos; pois uns morreram mutilados, e outros espedaçados, outros fugiram pera as montanhas, para uma RESSURREIÇÃO melhor.
    Ora, as mulheres, “recebem de volta os seus mortos, pois são elas q dão à Luz, pela embriogênese”.

    O termo nessa passagem, tem dois sentidos, pois os mortos q não puderam ter uma vida decente, aliás, terrível, voltam para uma “RESSURREIÇÃO”, ( VIDA), melhor. Só nessa passagem, o termo ressurreição, tem dois sentidos; reencarnação, e vida melhorada.

    Há mais um: A ressurreição final, onde Jesus, é o primeiro, Ele, não precisou mais reencarnar, onde Lucas cita como “mundo vindouro”, onde os homens, serão como anjos do céu (espíritos de luz) como diz isaias no contra-vocábulo, ou seja, no antônimo de ” não haverá luz no espírito, q não fala moralmente”, lançado este vocábulo pelo grande Rei David e os Profetas nos Salmos, o “mundo vindouro”, OLAM HABBA, o mundo depois deste, ou seja, o plano espiritual. Obal Habba, como é um vocábulo q encerra tetradimensinalidade, não pode ser traduzido com algo FÍSICO, DA TERRA.

    Para corroborar com Paulo, há a passagem da Bíblia católica no livro de Sabedoria 2, onde é dito ( sobre o mesmo tema), de voltar-se à vida: ” Eu era um menino de alma excelente; como era bom, RETORNEI em um corpo intacto”.

    Logo, são duas passagens, falando do mesmo tempo, Sabedoria e Hebreus 11:35, onde vcs ferem a lógica, criando uma cegueira teológica, empanando o texto.

    Quem trouxe a Lei a Moisés prof, Deus ou um anjo, ou espírito de Luz??????
    Isso, é de suma importância, pois uma passagem diz q foi um anjo ( espírito de luz no latim) , e com Isaías na palavra antônima; e na outra diz q foi Aqu’Ele! Aqu’Ele, é Deus prof?! Não, os historiadores dizem q a passagem não diz isso, é a tradução e interpretação q faz essa associação, pois Deus puramente em hebraico é Elohim, e o sufixo “IM”, além de grandezas, tbm é plural.

    Vejamos:
    Gên, além de dizer q foi um anjo, lá tbm diz: ” Façamos o homem à nossa imagem e semelhança”. Façamos quem prof, quantos deuses eram? Ahhh, era uma conversa lúdica entre a Trindade? Tente outra, pois judeu algum ( verdadeiro destinatário do Velho Testamento), não reconhece isso na fonte original hebraica, e a arqueologia e historiadores vem confirmando. Os historiadores modernos como John D. Crossan, um dos maiores especialistas em Cristianismo e TODOS OS CONCÍLIOS DA IGREJA, COM ACESSO ÀS FONTES, e conhecimento profundo no grego e latim, diz isso ( entre outros), CLARAMENTE: A Trindade, é tardia no Cristianismo, assim como as Bíblias, q só surgem entre o séc IV e V, depois de Jesus, pois Jesus, os apóstolos e todos os cristãos primitivos ( zelotes, sicaris, nazarenos), até o fim do séc I, TODOS, eram judeus, falando hebraico, e usando o Torá. A Bíblia, só é traduzida pq Deus pediu?! Não, segundo os documentos, pq o Papa Dâmaso ( q não sabia um yod do hebraico, provavelmente), encomendou a São Jerônimo uma tradução e São Jerônimo adverte ao Papa, de q seria muito difícil decifrar uma linguagem de símbolos e antiga como hebraico, para o grego e latim, além das vogais, onde o grego e latim possuiam 7 e o hebraico, naõ tem vogais, nem declinações, e no hebraico arcaico, letras e números, misturam-se e as palavras-chave, remetem a um símbolo.
    E esta: “Quem és Tu, Senhor ( Adonai ou Yahveh), maior entre outros”. Outros quem prof; haviam outros deuses?
    Deus é o espírito q materializa-se , briga com Jacó ( curiosamente), tornando-se seu íntimo amigo. Jacó mais tarde, será a Nação de Deus, UNICAMENTE ISRAEL.
    E esta prof?
    João 10:35 Pois, se a lei chamou DEUSES àqueles a quem a palavra de Deus foi dirigida, e a Escritura não pode ser anulada,
    Salmos 82:1-8. Deus está na congregação dos poderosos; julga no meio dos DEUSES.

    Para expressão mais alta de Deus, o hebraico, usa um qualitativo q não dá ideia de um ser pessoal
    El-Olan, O Altíssimo, O Eterno, lugar tetradimensional , q está em tudo.

    Paulo afirmou: “Vós recebestes a lei por mistérios dos anjos” (Atos 7:53), explicando ainda em Hebreus 2:2: “Por que a lei foi anunciada pelos anjos”, e confirmando na mesma epistola, hebreus 1:14: que anjos “ESPÍRITOS, são ADMINISTRADORES, enviados para exercer o ministério”.
    Também em Hebreus, (1:7) Paulo afirma: “o que faz os seus anjos espíritos e os seus ministros chamas de fogo”. Processo mediúnico.
    Paulo em hebreus 12:9, diz que Deus, é o PAI DOS ESPÍRITOS”
    Números 27:16: “Que Yahweh, Deus dos ESPÍRITOS e o doador da vida a toda criatura, estabeleça um outro homem como líder sobre toda esta congregação,
    Ezequiel 37:9: “Então o Eterno me ordenou: “Profetiza agora ao ESPÍRITO! Profetiza, ó filho do homem, e convoca ruah, o sopro da vida, dizendo: Assim diz Yahweh, o SENHOR Deus: Ó espírito, vem dos quatro ventos e assopra sobre estes mortos para que vivam!”
    Jó 8:8.10 “Consulte as gerações passadas e observe a experiência de nossos antepassados. Nós nascemos ontem e não sabemos nada. Nossos dias são como sombra no chão. Os nossos antepassados, no entanto, vão instruí-lo e falar a você com palavras tiradas da experiência deles”.
    Observar q quase tds eram analfabetos, logo consultar os antepassados, não dá ideia de ir à manuscritos, pois a tradição era oral. Logo, se entende por CONSULTAR os ESPÍRITOS dos antepassados, confirmando Isaías 8:19,20, q diz sobre a consulta dos tais médiuns q tivessem espírito familiares, diz que: ” se vos pedirem para consultar aqueles q tem espíritos familiares ( corroborando com Jó); os que chilreiam, por acaso não consulta CADA POVO, SEU DEUS? A lei ( Torah, ou seja, normas morais de Conduta) e ao testemunho, se não falarem de acordo com elas, é pq NÃO HÁ LUZ NELES

    1 João 4: 1 : “Amados, não creiais de todo o espírito; antes o provai para saberem se procedem de Deus.
    Portando, desde o Gênesis, com Deus, Paulo, Isaías, Jó, e João, os espíritos comunicam-se, e Jesus, comunicou-se dom dois, além de Saul e Samuel, e bem claro. Veja, como o que vale e tudo é em função do espírito com Jesus abaixo:

    João 6:63 – O Espírito dá vida; a carne não produz nada que se aproveite. As palavras que eu lhes disse são espírito e vida.
    1 Samuel, cap 9 : “Porque aquele que hoje se chama profeta, se chamava então vidente”.
    Jesus, diz q tudo e a vida Eterna, é em função do espírito, a carne para nada serve; q Deus, é espírito, e que somos deuses, pergunta-se: sejamos honestos com nossa inteligência e perguntemos ao texto bíblico: Com quem ( prof ) de Fato, os profetas conversavam, eram ou não médiuns?!

  2. MarinhoSul
    junho 24, 23:21 Resposta

    Agora sim um texto q corrobora com Deuteronômio 18, rs. Ainda assim, tá prescrito, valia para os hebreus, tão somente, pois os destinatários de eram tão somente os hebreus.
    Realmente prof, a ADIVINHAÇÃO, fere as Leis espirituais, e sobremaneira a reencarnação, e os judeus ortodoxos rabinicos e hassidios de Israel e outros Países, Inglaterra, U.S.A, Espanha e Brasil, são reencarnacionistas, na maior parte.
    Se alguém é dado ADIVINHAR o futuro, q sentido teria a reencarnação, promovida e mais, já provada pelo Espiritismo ( posso deixar fontes científicas se quiser), pois reencarnação e imortalidade do espírito, até a N.A.S.A já sabe, rs.

    A adivinhação, só fere ao Espiritismo e os rabis ortodoxos, de onde advém a Cultura rabínica de Jesus, e chamam de GUILGUL. Tem suas raízes para os grandes Mestres, no nível mais alto, na fonte original hebraica, no Gênesis, pois lá, no hebraico arcaico, letras e números misturavam-se , levando uma palavra à sua raíz, e esta a um símbolo, pois o Gênesis até cap 11, é simbólico, ( metafórico), e é necessário o conhecimento profundo nestes símbolos, chamados de nível protogênico-4°a nível numérico, onde uma regra era usada, para conhecer uma palavra, o q ela significaria mais adiante.

    O Profeta é um médium exatamente, e o Espiritismo, matou a morte, e já provou q os espíritos comunicam-se e estão nos 8 troncos das religiões, pois os profetas, ligam uma realidade física à uma tetradimensional, chamada 4ª dimensão e hj, a física atômica e astrofísica, já começam a aceitar o Multiverso, ou Universo elétrico q o Espiritismo, já dizia. A neurogenética moderna, chegando aos poucos no Brasil, já começam a confirmar a literatura técnica espírita, sobre o cérebro, mente, funções neuroplásticas e as duas atividades do pensamento, q antes de neuroquímica, é eletromagnético, incide no meio, como moléculas de água por ex, e no D.N.A

    O q Deuteronômio e Levíticos proíbem é exatamente isso, a ADIVINHAÇÃO, associada sempre a sacrifícios, até humanos, como passar criancinhas ao fogo. E mais: é uma proibição justamente por isso, afetam as Leis espirituais, a REENCARNAÇÃO sobremaneira, tirando-lhe o sentido, e para crente, essa passagem, não tem nenhum valor ( prova q crente não pensa, como diz a Psicologia), com respeito não é ao senhor, mas a todos, começando com teólogos e pastores chegando aos fiéis, pela adaptação da teologia de uma IDEIA simplista ou antagônica à lógica, trocando o crível pelo absurdo, o respondível, pelo q não é respondido à análise de qualquer área ou conhecimento, pela ideia repetitiva de um texto, dando cunho próprio à interpretação.

    Estas passagens no hebraico, remetem pura e tão somente aos hebreus em relação aos persas na época, e não tem nenhum sentido para o cristão, tão somente ao espírita e ao judeu reencarnacionistas ( é impressionante q os pastores não conseguem raciocinar em cima da lógica), ora, por acaso protestantes são reencarnacionistas???????

    O hebraico, usa o termo hamot ( plural) hametim para CADÁVERES, e não espíritos nessa passgem, e não há o verbo consultar e sim EXIGIR, (idrosh): ” não exigir a presença de que ou quem?????
    Já em Nùmeros, vem alguém a Moisés dizer q dois profetizam fora da tenda, e Josué COM CIÚMES nítido, pede a Moisés intervir, pois seria proíbido e o q diz Moisés??? Diz: ” pq tem ciúmes por mim, assim TODOS OS POVOS profetizassem e o SENHOR, desse à cada um o Seu ESPÍRITO ( RUACH).

    Necromancia, é um vocábulo oriundo do grego nekros + manteia signficando literamente, ADIVINHAÇÃO pelo EXTINTO. O morto????
    Ora, adivinhação, além de ferir as leis espirituais , sobremaneira a reencarnação, é concurso à picaretagem, um tráfego da espiritualidade e de Deus, um comércio ( coisa q religiões fazem hj), arbitrário às principais leis espirituais, por isso foi negada.
    Isaias, Jó, João, Ezequiel, Jesus, e Samuel e Saul, PROVAM q tudo é espírito e que eles comunicam-se:

    No Gênesis, diz q a Lei, foi trazida a Moisés por um Anjo, e outra passagem, ( tradução) diz q é Deus; mas a tradução fidelizada diz Aqu’Ele, AquEle, é Deus? Não, o texto não diz isso, quem diz é a teologia, adaptando à Trindade. Mas, o Torah, foi escrito aos judeus e eles não creem, em Trindade, e já tá confirmado pelos maiores historiadores dos documentos da Igreja desde o 1° séc, como autoridade máxima neles, ( concílios , grego e latim), Jonh Dominic Crossaint por ex, q a Trindade, é tardia no Cristianismo, assim, como a Teologia, q começam no séc IV depois de Jesus, e no caso da teologia, fica pronta no séc XIX.

    A Bíblia surge no séc IV com São Jerônimo e não foi Deus, quem mandou traduzir, e sim o Papa Dâmaso. A carta em latim de Jerônimo, fidelizada, já disponível no Google, deixa claro q a tradução, traria grandes problemas, como trouse, e ele diz: ” Papa, traduzir o Velho ( hebraico) para o novo ( grego e latim), certamente, irão me chamar de SACRÍLICO; mas como é Vssa. Santidade q manda eu vou”
    O hebraico profundo e as maiores autoridades em hebraico os rabis ortodoxos de Israel e outros, rabis hassidios, são na sua maior parte reencarnacionistas. O judeu q não é reencarnacionista, não à nega tbm, e é o judeu, q há alguns séc atrás na Espanha, foi obrigado pela igreja a cultuar o Cristianismo ou desfazer-se de seus princípios em crenças.

Deixe seu Comentário