Adivinhos, cartomantes e astrologia

Adivinhos, cartomantes e astrologia

Há vários textos bíblicos onde Deus reprova o ocultismo e a astrologia em todas as suas formas. Ocorre que, ao buscar no ocultismo algum auxílio para as questões da vida, a pessoa se afasta de Deus e de Sua proteção.

Toda prática ocultista é proibida por Deus. Ao orientar os israelitas que deveriam possuir a terra prometida de Canaã, Ele disse:  “Quando entrares na terra que o Senhor teu Deus te dá, não aprenderás a fazer conforme as abominações daqueles povos. Não se achará no meio de ti quem faça passar pelo fogo o seu filho ou a sua filha, nem adivinhador, nem prognosticador, nem agoureiro, nem feiticeiro, nem encantador, nem quem consulte um espírito adivinhador, nem mágico, nem quem consulte os mortos; pois todo aquele que faz estas coisas é abominável ao Senhor, e é por causa destas abominações que o Senhor teu Deus os lança fora de diante de ti. Perfeito serás para com o Senhor teu Deus.” (Deuteronômio 18:9-13).

Só Deus é que conhece o futuro. A Bíblia diz em Isaías 8:19: “Quando vos disserem: Consultai os que têm espíritos familiares e os feiticeiros, que chilreiam e murmuram, respondei: Acaso não consultará um povo a seu Deus? Acaso a favor dos vivos consultará os mortos?”

Há vários textos bíblicos onde Deus reprova o ocultismo em todas as suas formas (Deuteronômio 18:9-14; Isaías 8:19; Levíticos 19:31; 20:6, 27; 2 Re 21:6; Ezequiel 13:18; Malaquias 3:5). Nestes textos a Bíblia se posicionar contra todo e qualquer tipo de manifestação espiritualista (cartomancia, feitiçaria, macumba, candomblé, umbanda, espiritismo kardecismo, necromancia, parapsicologia, hipnose).

Ocorre que, ao buscar no ocultismo algum auxílio para as questões da vida, a pessoa se afasta de Deus e de Sua proteção, e se envolve com forças malignas a fim de adquirir poder, defender-se de outras forças parecidas, descobrir o que acontecerá no futuro (1 Samuel 28) ou simplesmente satisfazer a curiosidade.

As Escrituras condenam as práticas espiritualistas de tal modo que afirmam que todos aqueles que continuarem praticando-as ficarão fora do reino dos céus (Apocalipse 22:15) e serão castigados no lago de fogo e enxofre ao final do milênio (Apocalipse 21:8). Isto porque, segundo a Palavra do Senhor, tais práticas não condizem com a verdade revelada de Deus acerca do estado dos mortos (ver Salmo 6:5; 13:3, 115:17; Eclesiastes 9:5, 6 e 10; João 14:1-4; 1 Tessalonicenses 4:13) e serem de origem diabólica e demoníaca (cf. Apocalipse 16:14; 2 Coríntios 11:11-14; 2 Tessalonicenses 2:9-10). Sendo assim, Deus “abomina” tais experiências.

O povo de Deus pode confiar que Ele o protegerá das forças malignas sobrenaturais (Efésios 6:10-18) e que cuidará de seu futuro.

Biblia.com.br

Anterior Pornografia, Masturbação e Lesão Cerebral
Próximo O perdão liberta

Sobre o autor

Leandro Quadros
Leandro Quadros 711 posts

Escritor e apresentador dos programas "Na Mira da Verdade" e "Lições da Bíblia"

Veja todos os posts do autor →

Veja também

Apologética Cristã 14 Comentários

A Bíblia e o fim das esquerdas

O estadista e profeta Daniel previu a luta entre esquerda e direita no tempo do fim. A atual sucessão de governos na América do Sul revela o esgotamento das políticas

Apologética Cristã 2 Comentários

Só o Pai é Deus? De maneira alguma! (João 17:3)

João 17:3 afirma que Deus Pai é o único ser absolutamente divino? Não é isso o que o texto diz. Leiamos: “E a vida eterna é esta: que te conheçam

Apologética Cristã 1Comentários

Quando “Eterno” não é “para sempre”

Introdução A seguir, você terá uma série de comentários eruditos a respeito do uso do termo “castigo (ou fogo) eterno” nas Escrituras. Antes, gostaria de destacar que é importante entendermos

2 Comentários

  1. MarinhoSul
    outubro 24, 06:14 Resposta

    Provas da imortalidade do espírito,dentro da vossa Bíblia ( mesmo adulterada como dizem os historiadores e Rabis), sem necessidade alguma de Salvações mitológicas, q tem origem na cultura zoroástrica. Inferno em hebraico, é apenas túmulo ( sheol), e a geena, era a lixeira de Jerusalém. O conflito dos anjos, vem da cultura persa, q incide na grega, após a conquista de Dário o Grande, onde a figura persa de Ahrimã, entra no grego como hades, e aos judeus, no pós-Babilônia como Shatã. Shatã, não é uma figura exclusiva para o mal, e sim ” um opositor; um acusador, e não o acusador”; o artigo definido não consta, pois é de forma genérica. Segundo a equipe da Dra Ellen das Univ protestantes anglicanas reunidas, Shatã, irá transformar-se em Satanás , já q é um vocábulo latino, na Idade Médica, sob provavelmente a inspiração da Divina Comédia de Dante Alighieri. Não é nenhum anjo caído, é um sincretismo Ada Igreja, pois anjos em hebraico tem a terminação El, do vocábulo genérico para Deus, q é ELHOHIM, aliás, é plural, pois Deus no hebraico, é O lugar mais Alto (EL-ELYON), O Eterno, onde se guardam as Leis Morais, o Torah-Tanakh, a única bíblia q os apóstolos , Jesus e os cristãos primitivos até o fim do primeiro séc. usaram. A Septuaginta, só para eruditos, e tem hj, sua tradução sob judce, pois os rabis da época quando ela supostamente foi traduzida disseram: ” eis q a Terra, se faz trevas por três dias” Evidências tbm q eram ESPÍRITOS, de envergadura moral, q Conduziam um povo.
    Quanto a você [Abraão], irá reunir-se em paz com seus antepassados e será sepultado após uma velhice feliz. (Gn 15,15).
    Quando Jacó acabou de dar instruções aos filhos, recolheu os pés na cama, expirou e se reuniu com seus antepassados. (Gn 49,33).
    Digo-vos: muitos virão do Oriente e do Ocidente, e se sentarão à mesa no Reino do Céu junto com Abraão, Isaac e Jacó. (Mt 8,11).
    Obs: Os patriarcas morreram mas estão VIVOS ou não ? Precisaram de alguma intervenção??????
    O texto, deixa claro q não.
    Agora Jesus, recitando estas passagens:
    E, quanto à ressurreição, será que não leram o que Deus disse a vocês: “Eu sou o Deus de Abraão, o Deus de Isaac e o Deus de Jacó”? Ora, ele não é Deus dos mortos, mas dos vivos. (Mt 22,31-32).
    TODOS juntam-se a Abraão, até mesmo no futuro do Oriente e Ocidente, e Jesus, recita estas passagens dos patriarcas, confirmando q não DORMEM, nem estão EXTINTO, levando em conta a crença FARISAICA por causa da passagem de Ex 3.6, porque os saduceus diziam aceitar como autoridade somente o Pentateuco. Segundo eles, nada havia nos escritos de Moisés que sustentasse a ressurreição e a sobrevivência da alma .
    Jesus, recita a passagem dizendo q os patriarcas, q morreram SÉCULOS E SÉCULOS antes, estão VIVINHOS DA SILVA, perante Deus, e perante Abraão, e não diz q precisavam d’Ele, para salvarem-se.

    Atos 23:8 Porque os saduceus dizem que não há ressurreição, nem anjo, nem espírito; mas os fariseus reconhecem uma e outra coisa.

    Nota: o vocábulo-substantivo RESSURREIÇÃO, aparece nas Escrituras, com 4 sentidos diferentes; reaparecimento no plano espiritual, como citado acima, e por Jesus; como reencarnação em hebreus 11:35, e como o cumprimento do Torah, “as 613 normas morais de Conduta, q segundo os grandes rabis ortodoxos e hassidios , da verdadeira cultura de Jesus, não se consegue ( obviamente), cumprir em uma vida só, pois ninguém é perfeito, e deve retornar pelo GUILGUL ( rodas das Almas em hebraico), para cumpri-las.
    Nessa passagem de Hebreus, Paulo, deixa claro, q o termo RESSURREIÇÃO, significa reencarnação, pois “as mulheres, são as responsáveis pela RESSURREIÇÃO dos seus mortos; pois uns morreram mutilados, e outros espedaçados, outros fugiram pera as montanhas, para uma RESSURREIÇÃO melhor.
    Ora, as mulheres, “recebem de volta os seus mortos, pois são elas q dão à Luz, pela embriogênese”.

    O termo nessa passagem, tem dois sentidos, pois os mortos q não puderam ter uma vida decente, aliás, terrível, voltam para uma “RESSURREIÇÃO”, ( VIDA), melhor. Só nessa passagem, o termo ressurreição, tem dois sentidos; reencarnação, e vida melhorada.

    Há mais um: A ressurreição final, onde Jesus, é o primeiro, Ele, não precisou mais reencarnar, onde Lucas cita como “mundo vindouro”, onde os homens, serão como anjos do céu (espíritos de luz) como diz isaias no contra-vocábulo, ou seja, no antônimo de ” não haverá luz no espírito, q não fala moralmente”, lançado este vocábulo pelo grande Rei David e os Profetas nos Salmos, o “mundo vindouro”, OLAM HABBA, o mundo depois deste, ou seja, o plano espiritual. Obal Habba, como é um vocábulo q encerra tetradimensinalidade, não pode ser traduzido com algo FÍSICO, DA TERRA.

    Para corroborar com Paulo, há a passagem da Bíblia católica no livro de Sabedoria 2, onde é dito ( sobre o mesmo tema), de voltar-se à vida: ” Eu era um menino de alma excelente; como era bom, RETORNEI em um corpo intacto”.

    Logo, são duas passagens, falando do mesmo tempo, Sabedoria e Hebreus 11:35, onde vcs ferem a lógica, criando uma cegueira teológica, empanando o texto.

    Quem trouxe a Lei a Moisés prof, Deus ou um anjo, ou espírito de Luz??????
    Isso, é de suma importância, pois uma passagem diz q foi um anjo ( espírito de luz no latim) , e com Isaías na palavra antônima; e na outra diz q foi Aqu’Ele! Aqu’Ele, é Deus prof?! Não, os historiadores dizem q a passagem não diz isso, é a tradução e interpretação q faz essa associação, pois Deus puramente em hebraico é Elohim, e o sufixo “IM”, além de grandezas, tbm é plural.

    Vejamos:
    Gên, além de dizer q foi um anjo, lá tbm diz: ” Façamos o homem à nossa imagem e semelhança”. Façamos quem prof, quantos deuses eram? Ahhh, era uma conversa lúdica entre a Trindade? Tente outra, pois judeu algum ( verdadeiro destinatário do Velho Testamento), não reconhece isso na fonte original hebraica, e a arqueologia e historiadores vem confirmando. Os historiadores modernos como John D. Crossan, um dos maiores especialistas em Cristianismo e TODOS OS CONCÍLIOS DA IGREJA, COM ACESSO ÀS FONTES, e conhecimento profundo no grego e latim, diz isso ( entre outros), CLARAMENTE: A Trindade, é tardia no Cristianismo, assim como as Bíblias, q só surgem entre o séc IV e V, depois de Jesus, pois Jesus, os apóstolos e todos os cristãos primitivos ( zelotes, sicaris, nazarenos), até o fim do séc I, TODOS, eram judeus, falando hebraico, e usando o Torá. A Bíblia, só é traduzida pq Deus pediu?! Não, segundo os documentos, pq o Papa Dâmaso ( q não sabia um yod do hebraico, provavelmente), encomendou a São Jerônimo uma tradução e São Jerônimo adverte ao Papa, de q seria muito difícil decifrar uma linguagem de símbolos e antiga como hebraico, para o grego e latim, além das vogais, onde o grego e latim possuiam 7 e o hebraico, naõ tem vogais, nem declinações, e no hebraico arcaico, letras e números, misturam-se e as palavras-chave, remetem a um símbolo.
    E esta: “Quem és Tu, Senhor ( Adonai ou Yahveh), maior entre outros”. Outros quem prof; haviam outros deuses?
    Deus é o espírito q materializa-se , briga com Jacó ( curiosamente), tornando-se seu íntimo amigo. Jacó mais tarde, será a Nação de Deus, UNICAMENTE ISRAEL.
    E esta prof?
    João 10:35 Pois, se a lei chamou DEUSES àqueles a quem a palavra de Deus foi dirigida, e a Escritura não pode ser anulada,
    Salmos 82:1-8. Deus está na congregação dos poderosos; julga no meio dos DEUSES.

    Para expressão mais alta de Deus, o hebraico, usa um qualitativo q não dá ideia de um ser pessoal
    El-Olan, O Altíssimo, O Eterno, lugar tetradimensional , q está em tudo.

    Paulo afirmou: “Vós recebestes a lei por mistérios dos anjos” (Atos 7:53), explicando ainda em Hebreus 2:2: “Por que a lei foi anunciada pelos anjos”, e confirmando na mesma epistola, hebreus 1:14: que anjos “ESPÍRITOS, são ADMINISTRADORES, enviados para exercer o ministério”.
    Também em Hebreus, (1:7) Paulo afirma: “o que faz os seus anjos espíritos e os seus ministros chamas de fogo”. Processo mediúnico.
    Paulo em hebreus 12:9, diz que Deus, é o PAI DOS ESPÍRITOS”
    Números 27:16: “Que Yahweh, Deus dos ESPÍRITOS e o doador da vida a toda criatura, estabeleça um outro homem como líder sobre toda esta congregação,
    Ezequiel 37:9: “Então o Eterno me ordenou: “Profetiza agora ao ESPÍRITO! Profetiza, ó filho do homem, e convoca ruah, o sopro da vida, dizendo: Assim diz Yahweh, o SENHOR Deus: Ó espírito, vem dos quatro ventos e assopra sobre estes mortos para que vivam!”
    Jó 8:8.10 “Consulte as gerações passadas e observe a experiência de nossos antepassados. Nós nascemos ontem e não sabemos nada. Nossos dias são como sombra no chão. Os nossos antepassados, no entanto, vão instruí-lo e falar a você com palavras tiradas da experiência deles”.
    Observar q quase tds eram analfabetos, logo consultar os antepassados, não dá ideia de ir à manuscritos, pois a tradição era oral. Logo, se entende por CONSULTAR os ESPÍRITOS dos antepassados, confirmando Isaías 8:19,20, q diz sobre a consulta dos tais médiuns q tivessem espírito familiares, diz que: ” se vos pedirem para consultar aqueles q tem espíritos familiares ( corroborando com Jó); os que chilreiam, por acaso não consulta CADA POVO, SEU DEUS? A lei ( Torah, ou seja, normas morais de Conduta) e ao testemunho, se não falarem de acordo com elas, é pq NÃO HÁ LUZ NELES

    1 João 4: 1 : “Amados, não creiais de todo o espírito; antes o provai para saberem se procedem de Deus.
    Portando, desde o Gênesis, com Deus, Paulo, Isaías, Jó, e João, os espíritos comunicam-se, e Jesus, comunicou-se dom dois, além de Saul e Samuel, e bem claro. Veja, como o que vale e tudo é em função do espírito com Jesus abaixo:

    João 6:63 – O Espírito dá vida; a carne não produz nada que se aproveite. As palavras que eu lhes disse são espírito e vida.
    1 Samuel, cap 9 : “Porque aquele que hoje se chama profeta, se chamava então vidente”.
    Jesus, diz q tudo e a vida Eterna, é em função do espírito, a carne para nada serve; q Deus, é espírito, e que somos deuses, pergunta-se: sejamos honestos com nossa inteligência e perguntemos ao texto bíblico: Com quem ( prof ) de Fato, os profetas conversavam, eram ou não médiuns?!

  2. MarinhoSul
    junho 24, 23:21 Resposta

    Agora sim um texto q corrobora com Deuteronômio 18, rs. Ainda assim, tá prescrito, valia para os hebreus, tão somente, pois os destinatários de eram tão somente os hebreus.
    Realmente prof, a ADIVINHAÇÃO, fere as Leis espirituais, e sobremaneira a reencarnação, e os judeus ortodoxos rabinicos e hassidios de Israel e outros Países, Inglaterra, U.S.A, Espanha e Brasil, são reencarnacionistas, na maior parte.
    Se alguém é dado ADIVINHAR o futuro, q sentido teria a reencarnação, promovida e mais, já provada pelo Espiritismo ( posso deixar fontes científicas se quiser), pois reencarnação e imortalidade do espírito, até a N.A.S.A já sabe, rs.

    A adivinhação, só fere ao Espiritismo e os rabis ortodoxos, de onde advém a Cultura rabínica de Jesus, e chamam de GUILGUL. Tem suas raízes para os grandes Mestres, no nível mais alto, na fonte original hebraica, no Gênesis, pois lá, no hebraico arcaico, letras e números misturavam-se , levando uma palavra à sua raíz, e esta a um símbolo, pois o Gênesis até cap 11, é simbólico, ( metafórico), e é necessário o conhecimento profundo nestes símbolos, chamados de nível protogênico-4°a nível numérico, onde uma regra era usada, para conhecer uma palavra, o q ela significaria mais adiante.

    O Profeta é um médium exatamente, e o Espiritismo, matou a morte, e já provou q os espíritos comunicam-se e estão nos 8 troncos das religiões, pois os profetas, ligam uma realidade física à uma tetradimensional, chamada 4ª dimensão e hj, a física atômica e astrofísica, já começam a aceitar o Multiverso, ou Universo elétrico q o Espiritismo, já dizia. A neurogenética moderna, chegando aos poucos no Brasil, já começam a confirmar a literatura técnica espírita, sobre o cérebro, mente, funções neuroplásticas e as duas atividades do pensamento, q antes de neuroquímica, é eletromagnético, incide no meio, como moléculas de água por ex, e no D.N.A

    O q Deuteronômio e Levíticos proíbem é exatamente isso, a ADIVINHAÇÃO, associada sempre a sacrifícios, até humanos, como passar criancinhas ao fogo. E mais: é uma proibição justamente por isso, afetam as Leis espirituais, a REENCARNAÇÃO sobremaneira, tirando-lhe o sentido, e para crente, essa passagem, não tem nenhum valor ( prova q crente não pensa, como diz a Psicologia), com respeito não é ao senhor, mas a todos, começando com teólogos e pastores chegando aos fiéis, pela adaptação da teologia de uma IDEIA simplista ou antagônica à lógica, trocando o crível pelo absurdo, o respondível, pelo q não é respondido à análise de qualquer área ou conhecimento, pela ideia repetitiva de um texto, dando cunho próprio à interpretação.

    Estas passagens no hebraico, remetem pura e tão somente aos hebreus em relação aos persas na época, e não tem nenhum sentido para o cristão, tão somente ao espírita e ao judeu reencarnacionistas ( é impressionante q os pastores não conseguem raciocinar em cima da lógica), ora, por acaso protestantes são reencarnacionistas???????

    O hebraico, usa o termo hamot ( plural) hametim para CADÁVERES, e não espíritos nessa passgem, e não há o verbo consultar e sim EXIGIR, (idrosh): ” não exigir a presença de que ou quem?????
    Já em Nùmeros, vem alguém a Moisés dizer q dois profetizam fora da tenda, e Josué COM CIÚMES nítido, pede a Moisés intervir, pois seria proíbido e o q diz Moisés??? Diz: ” pq tem ciúmes por mim, assim TODOS OS POVOS profetizassem e o SENHOR, desse à cada um o Seu ESPÍRITO ( RUACH).

    Necromancia, é um vocábulo oriundo do grego nekros + manteia signficando literamente, ADIVINHAÇÃO pelo EXTINTO. O morto????
    Ora, adivinhação, além de ferir as leis espirituais , sobremaneira a reencarnação, é concurso à picaretagem, um tráfego da espiritualidade e de Deus, um comércio ( coisa q religiões fazem hj), arbitrário às principais leis espirituais, por isso foi negada.
    Isaias, Jó, João, Ezequiel, Jesus, e Samuel e Saul, PROVAM q tudo é espírito e que eles comunicam-se:

    No Gênesis, diz q a Lei, foi trazida a Moisés por um Anjo, e outra passagem, ( tradução) diz q é Deus; mas a tradução fidelizada diz Aqu’Ele, AquEle, é Deus? Não, o texto não diz isso, quem diz é a teologia, adaptando à Trindade. Mas, o Torah, foi escrito aos judeus e eles não creem, em Trindade, e já tá confirmado pelos maiores historiadores dos documentos da Igreja desde o 1° séc, como autoridade máxima neles, ( concílios , grego e latim), Jonh Dominic Crossaint por ex, q a Trindade, é tardia no Cristianismo, assim, como a Teologia, q começam no séc IV depois de Jesus, e no caso da teologia, fica pronta no séc XIX.

    A Bíblia surge no séc IV com São Jerônimo e não foi Deus, quem mandou traduzir, e sim o Papa Dâmaso. A carta em latim de Jerônimo, fidelizada, já disponível no Google, deixa claro q a tradução, traria grandes problemas, como trouse, e ele diz: ” Papa, traduzir o Velho ( hebraico) para o novo ( grego e latim), certamente, irão me chamar de SACRÍLICO; mas como é Vssa. Santidade q manda eu vou”
    O hebraico profundo e as maiores autoridades em hebraico os rabis ortodoxos de Israel e outros, rabis hassidios, são na sua maior parte reencarnacionistas. O judeu q não é reencarnacionista, não à nega tbm, e é o judeu, q há alguns séc atrás na Espanha, foi obrigado pela igreja a cultuar o Cristianismo ou desfazer-se de seus princípios em crenças.

Deixe seu Comentário