Adivinhos, cartomantes e astrologia

Adivinhos, cartomantes e astrologia

Há vários textos bíblicos onde Deus reprova o ocultismo e a astrologia em todas as suas formas. Ocorre que, ao buscar no ocultismo algum auxílio para as questões da vida, a pessoa se afasta de Deus e de Sua proteção.

Toda prática ocultista é proibida por Deus. Ao orientar os israelitas que deveriam possuir a terra prometida de Canaã, Ele disse:  “Quando entrares na terra que o Senhor teu Deus te dá, não aprenderás a fazer conforme as abominações daqueles povos. Não se achará no meio de ti quem faça passar pelo fogo o seu filho ou a sua filha, nem adivinhador, nem prognosticador, nem agoureiro, nem feiticeiro, nem encantador, nem quem consulte um espírito adivinhador, nem mágico, nem quem consulte os mortos; pois todo aquele que faz estas coisas é abominável ao Senhor, e é por causa destas abominações que o Senhor teu Deus os lança fora de diante de ti. Perfeito serás para com o Senhor teu Deus.” (Deuteronômio 18:9-13).

Só Deus é que conhece o futuro. A Bíblia diz em Isaías 8:19: “Quando vos disserem: Consultai os que têm espíritos familiares e os feiticeiros, que chilreiam e murmuram, respondei: Acaso não consultará um povo a seu Deus? Acaso a favor dos vivos consultará os mortos?”

Há vários textos bíblicos onde Deus reprova o ocultismo em todas as suas formas (Deuteronômio 18:9-14; Isaías 8:19; Levíticos 19:31; 20:6, 27; 2 Re 21:6; Ezequiel 13:18; Malaquias 3:5). Nestes textos a Bíblia se posicionar contra todo e qualquer tipo de manifestação espiritualista (cartomancia, feitiçaria, macumba, candomblé, umbanda, espiritismo kardecismo, necromancia, parapsicologia, hipnose).

Ocorre que, ao buscar no ocultismo algum auxílio para as questões da vida, a pessoa se afasta de Deus e de Sua proteção, e se envolve com forças malignas a fim de adquirir poder, defender-se de outras forças parecidas, descobrir o que acontecerá no futuro (1 Samuel 28) ou simplesmente satisfazer a curiosidade.

As Escrituras condenam as práticas espiritualistas de tal modo que afirmam que todos aqueles que continuarem praticando-as ficarão fora do reino dos céus (Apocalipse 22:15) e serão castigados no lago de fogo e enxofre ao final do milênio (Apocalipse 21:8). Isto porque, segundo a Palavra do Senhor, tais práticas não condizem com a verdade revelada de Deus acerca do estado dos mortos (ver Salmo 6:5; 13:3, 115:17; Eclesiastes 9:5, 6 e 10; João 14:1-4; 1 Tessalonicenses 4:13) e serem de origem diabólica e demoníaca (cf. Apocalipse 16:14; 2 Coríntios 11:11-14; 2 Tessalonicenses 2:9-10). Sendo assim, Deus “abomina” tais experiências.

O povo de Deus pode confiar que Ele o protegerá das forças malignas sobrenaturais (Efésios 6:10-18) e que cuidará de seu futuro.

Biblia.com.br

Anterior Pornografia, Masturbação e Lesão Cerebral
Próximo O perdão liberta

Sobre o autor

Leandro Quadros
Leandro Quadros 702 posts

Escritor e apresentador dos programas "Na Mira da Verdade" e "Lições da Bíblia"

Veja todos os posts do autor →

Veja também

Apologética Cristã 0 Comentários

Os observadores do domingo têm o sinal besta?

Os adventistas do sétimo dia não ensinam que os crentes que guardam o domingo têm o sinal da besta. Quem não entende isso, sofre de analfabetismo funcional. O livro “Questões Sobre Doutrina”,

Apologética Cristã 5 Comentários

10 Perguntas para os que não Acreditam na Trindade

São dez perguntas que desafiam qualquer pensamento que não crê na trindade. Confira! 1. Se Jesus era menor do que Deus, como pode também ser “o mesmo ontem, hoje e

Apologética Cristã 8 Comentários

O “Anjo de Jeová”

Por Arnaldo B. Christianini INTRODUÇÃO Disponibilizarei mais um trecho da obra de A. B. Christianini extraído de seu livro Radiografia do Jeovismo[1], onde ele apresenta provas irrefutáveis da absoluta divindade

1 Comentário

  1. MarinhoSul
    junho 24, 23:21 Resposta

    Agora sim um texto q corrobora com Deuteronômio 18, rs. Ainda assim, tá prescrito, valia para os hebreus, tão somente, pois os destinatários de eram tão somente os hebreus.
    Realmente prof, a ADIVINHAÇÃO, fere as Leis espirituais, e sobremaneira a reencarnação, e os judeus ortodoxos rabinicos e hassidios de Israel e outros Países, Inglaterra, U.S.A, Espanha e Brasil, são reencarnacionistas, na maior parte.
    Se alguém é dado ADIVINHAR o futuro, q sentido teria a reencarnação, promovida e mais, já provada pelo Espiritismo ( posso deixar fontes científicas se quiser), pois reencarnação e imortalidade do espírito, até a N.A.S.A já sabe, rs.

    A adivinhação, só fere ao Espiritismo e os rabis ortodoxos, de onde advém a Cultura rabínica de Jesus, e chamam de GUILGUL. Tem suas raízes para os grandes Mestres, no nível mais alto, na fonte original hebraica, no Gênesis, pois lá, no hebraico arcaico, letras e números misturavam-se , levando uma palavra à sua raíz, e esta a um símbolo, pois o Gênesis até cap 11, é simbólico, ( metafórico), e é necessário o conhecimento profundo nestes símbolos, chamados de nível protogênico-4°a nível numérico, onde uma regra era usada, para conhecer uma palavra, o q ela significaria mais adiante.

    O Profeta é um médium exatamente, e o Espiritismo, matou a morte, e já provou q os espíritos comunicam-se e estão nos 8 troncos das religiões, pois os profetas, ligam uma realidade física à uma tetradimensional, chamada 4ª dimensão e hj, a física atômica e astrofísica, já começam a aceitar o Multiverso, ou Universo elétrico q o Espiritismo, já dizia. A neurogenética moderna, chegando aos poucos no Brasil, já começam a confirmar a literatura técnica espírita, sobre o cérebro, mente, funções neuroplásticas e as duas atividades do pensamento, q antes de neuroquímica, é eletromagnético, incide no meio, como moléculas de água por ex, e no D.N.A

    O q Deuteronômio e Levíticos proíbem é exatamente isso, a ADIVINHAÇÃO, associada sempre a sacrifícios, até humanos, como passar criancinhas ao fogo. E mais: é uma proibição justamente por isso, afetam as Leis espirituais, a REENCARNAÇÃO sobremaneira, tirando-lhe o sentido, e para crente, essa passagem, não tem nenhum valor ( prova q crente não pensa, como diz a Psicologia), com respeito não é ao senhor, mas a todos, começando com teólogos e pastores chegando aos fiéis, pela adaptação da teologia de uma IDEIA simplista ou antagônica à lógica, trocando o crível pelo absurdo, o respondível, pelo q não é respondido à análise de qualquer área ou conhecimento, pela ideia repetitiva de um texto, dando cunho próprio à interpretação.

    Estas passagens no hebraico, remetem pura e tão somente aos hebreus em relação aos persas na época, e não tem nenhum sentido para o cristão, tão somente ao espírita e ao judeu reencarnacionistas ( é impressionante q os pastores não conseguem raciocinar em cima da lógica), ora, por acaso protestantes são reencarnacionistas???????

    O hebraico, usa o termo hamot ( plural) hametim para CADÁVERES, e não espíritos nessa passgem, e não há o verbo consultar e sim EXIGIR, (idrosh): ” não exigir a presença de que ou quem?????
    Já em Nùmeros, vem alguém a Moisés dizer q dois profetizam fora da tenda, e Josué COM CIÚMES nítido, pede a Moisés intervir, pois seria proíbido e o q diz Moisés??? Diz: ” pq tem ciúmes por mim, assim TODOS OS POVOS profetizassem e o SENHOR, desse à cada um o Seu ESPÍRITO ( RUACH).

    Necromancia, é um vocábulo oriundo do grego nekros + manteia signficando literamente, ADIVINHAÇÃO pelo EXTINTO. O morto????
    Ora, adivinhação, além de ferir as leis espirituais , sobremaneira a reencarnação, é concurso à picaretagem, um tráfego da espiritualidade e de Deus, um comércio ( coisa q religiões fazem hj), arbitrário às principais leis espirituais, por isso foi negada.
    Isaias, Jó, João, Ezequiel, Jesus, e Samuel e Saul, PROVAM q tudo é espírito e que eles comunicam-se:

    No Gênesis, diz q a Lei, foi trazida a Moisés por um Anjo, e outra passagem, ( tradução) diz q é Deus; mas a tradução fidelizada diz Aqu’Ele, AquEle, é Deus? Não, o texto não diz isso, quem diz é a teologia, adaptando à Trindade. Mas, o Torah, foi escrito aos judeus e eles não creem, em Trindade, e já tá confirmado pelos maiores historiadores dos documentos da Igreja desde o 1° séc, como autoridade máxima neles, ( concílios , grego e latim), Jonh Dominic Crossaint por ex, q a Trindade, é tardia no Cristianismo, assim, como a Teologia, q começam no séc IV depois de Jesus, e no caso da teologia, fica pronta no séc XIX.

    A Bíblia surge no séc IV com São Jerônimo e não foi Deus, quem mandou traduzir, e sim o Papa Dâmaso. A carta em latim de Jerônimo, fidelizada, já disponível no Google, deixa claro q a tradução, traria grandes problemas, como trouse, e ele diz: ” Papa, traduzir o Velho ( hebraico) para o novo ( grego e latim), certamente, irão me chamar de SACRÍLICO; mas como é Vssa. Santidade q manda eu vou”
    O hebraico profundo e as maiores autoridades em hebraico os rabis ortodoxos de Israel e outros, rabis hassidios, são na sua maior parte reencarnacionistas. O judeu q não é reencarnacionista, não à nega tbm, e é o judeu, q há alguns séc atrás na Espanha, foi obrigado pela igreja a cultuar o Cristianismo ou desfazer-se de seus princípios em crenças.

Deixe seu Comentário