fbpx
Leandro Quadros

Artigos e cursos do Prof. Leandro Quadros, apresentador na Novo Tempo.

Americano se torna 1º homem a cruzar a Antártida a pé, sozinho e sem ajuda

Vendo as imagens que o americano Colin O’Brady colocou no seu Instagram, vejo um problema para os terraplanistas… Ou a imagem é real e a terra seria plana, mas sem a muralha ou a imagem é fake. A minha dúvida é: Entre as milhares de pessoas que já foram a Antártida, NENHUM colocou a foto da tal muralha. Nenhum terraplanista foi lá… e olha que nem é tão longe assim…

O americano Colin O’Brady se tornou na quarta-feira o primeiro homem a atravessar a Antártida a pé, sozinho e sem assistência depois de uma aventura que levou 54 dias e 1.500 quilômetros.

O’Brady completou o percurso após um último impulso quase ininterrupto de 32 horas e 124 quilômetros que começou no dia 25 de dezembro.

O início da travessia foi no dia 3 de novembro no Acampamento Geleira União, após o americano, de 33 anos, partir dias antes da cidade de Punta Arenas, no Chile.

Na disputa com o capitão do Exército britânico Louis Rudd, de 49 anos, que levou a melhor nos primeiros dias, O’Brady ultrapassou o rival em 9 de novembro.

Rudd ainda segue na rota e pode se tornar o segundo homem a completar o desafio a pé, sozinho, sem assistência e sem ajuda do vento. Outros tentaram o feito antes dele, como o ex-militar britânico Henry Worsley, que morreu faltando 200 quilômetros.

O’Brady compartilhou nesta quinta-feira no Instagram um texto e uma foto da plataforma de gelo Ross, “onde a superfície da Antártida termina e o oceano de gelo começa”.

“Quando empurrei o meu trenó através desta linha invisível alcancei meu objetivo: me tornei a primeira pessoa na história a atravessar a Antártida de costa a costa sem apoio nem ajuda”, disse o americano.

“Se bem que as últimas 32 horas foram algumas das mais difíceis da minha vida e, honestamente, (também) foram alguns dos melhores momentos que experimentei”.

Embora O’Brady tenha percorrido 1.500 quilômetros para completar a travessia que começou no Acampamento Geleira União e terminou na plataforma de gelo de Ross passando pelo polo sul, o trajeto poderia ser feito em 1.480 quilômetros.

Na bagagem, O’Brady levava um saco de dormir para 40 graus abaixo de zero, painéis solares portáteis, esquis, telefones satelitais e modems, além de um GPS.

Antes da travessia, O’Brady foi submetido a um treino pesado, com o qual ganhou seis quilos, e de resistência ao frio, submergindo mãos e pés em cubos de água gelada.

Agência EFE

Gostou? Compartilhe com quem precisa deste conhecimento:
error2
fb-share-icon20
Tweet 20
fb-share-icon20

Leandro Quadros

YouTuber e apresentador dos programas "Na Mira da Verdade" e "En La Mira de La Verdad", na Rede Novo Tempo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao topo
ACESSE AQUI!
Download
Get a Shocking Discount!
Get 85% OFF on all our selected products
Check it out
Get 85% OFF on all our selected products
Get a Shocking Discount!
Check it out
Get a Shocking Discount!
Get 85% OFF on all our selected products
Check it out
Reserve seu lugar para assistir Aulas GRATUITAS que mudarão radicalmente a forma como você se comporta com o dinheiro, principalmente diante da crise.
Jornada Inteligência Financeira Bíblica
INSCREVA-SE
SAVE 20%
off Individual Membership every year you're a member with us
Click here to join