Como Estudar a Bíblia

Como Estudar a Bíblia

Apenas ler a Bíblia não é o mesmo que estudá-la. O Cristianismo defende que a Bíblia é a palavra divina de Deus e, portanto, merece respeito. Ela é um dos livros mais mal interpretados já escritos, e a maioria das pessoas acha que é muito difícil de entender. Muito tempo e muitas culturas se passaram entre o momento da composição dela e a idade moderna. O objetivo de estudar a Bíblia é entender o conteúdo nas línguas originais. Se você não sabe onde começar sua leitura, quantas vezes ler sua Bíblia, quanto ler em uma sessão, ou como obter informações dela, este artigo pode ajudar.

Método 1: Abordagem geral

  1. Planeje seu estudo. Reserve um tempo e um lugar para estudar. Desenvolva um plano do que quer fazer. Você pode escrever um em formato de calendário, atribuindo o que vai querer ler a cada dia. Montar um plano vai ajudá-lo a ficar motivado e a ter uma estrutura.[1]
  2. Obtenha uma boa Bíblia de estudo. Escolha uma tradução para usar durante o seu estudo. Você deve selecionar traduções em vez de simples paráfrases, pois isso garante que você está lendo o texto como era para ser lido.
    Evite Bíblias que foram traduzidas do latim, ao invés dos originais grego e hebraico. Estas, como num jogo de telefone sem fio, podem ter sido traduzidas incorretamente. Evite também traduções antigas (como a de King James), pois textos mais antigos foram descobertos desde que elas foram escritas, revelando erros de tradução profundamente enraizados (por exemplo, você sabia que Moisés não cruzou o Mar Vermelho?).
    Existem duas escolas principais de pensamento quando se trata de traduzir: equivalência dinâmica e equivalência formal. Tradução dinâmica é pensamento por pensamento, enquanto tradução formal é palavra por palavra. Em traduções palavra por palavra, você descobrirá que, às vezes, uma palavra significa literalmente uma coisa, mas funcionalmente outra (como a palavra inglesa “blue”, que tecnicamente significa a cor azul, mas funcionalmente pode significar “triste”). No entanto, tradutores menos confiáveis ou muito tendenciosos podem fazer uma tradução dinâmica imprecisa. Uma mistura pode ajudar, mas se não tiver certeza, basta olhar para as traduções da Bíblia recentes (dos últimos 20 a 40 anos), do texto original e feitas por estudiosos respeitáveis.
    Traduções boas de equivalência formal incluem a Almeida Corrigida Fiel e a Almeida Revista e Atualizada.[2] Uma boa tradução de combinação é a Nova Versão Internacional. Uma boa tradução de equivalência dinâmica é a Nova Tradução na Linguagem de Hoje, embora traduções de equivalência dinâmica estritas sejam geralmente malvistas por estudiosos sérios.
  3. Estude a Bíblia com uma atitude de oração. Este deve ser o primeiro passo na compreensão dela. O estudo da Bíblia deve ser abordado com um desejo orante de aprender. Discipline-se para ficar com a Palavra. A Bíblia se tornará viva para você, afinal, é o alimento espiritual.
  4. Ore. Peça a Deus para ajudar você a entender a Palavra Dele antes mesmo de começar. Entenda a Bíblia literalmente. Não assuma que algo se trata de uma parábola ou história só porque parece vago. Não tente interpretar a Bíblia. “Sabendo primeiramente isto: que nenhuma profecia da Escritura é de particular interpretação. Porque a profecia nunca foi produzida por vontade de homem algum, mas os homens santos de Deus falaram inspirados pelo Espírito Santo.” (2 Pedro 1:20-21) É daí que vêm os desentendimentos.
  5. Foque no Novo Testamento primeiro. Embora ele complemente o Velho e o Velho complemente o Novo, é melhor ler o Novo Testamento primeiro, se você for um principiante.[3] Isso dará mais sentido ao Velho Testamento.
  6. Considere ler João primeiro. É melhor começar com João, que é o Evangelho mais fácil de ler, identifica quem Jesus realmente é e prepara você para os outros 3. Ler 2 ou 3 vezes ajuda a obter um bom entendimento do autor, tema, contexto e personagens. Leia 3 capítulos por dia. Concentre-se na sua leitura e seja paciente.[4] Quando acabar João, passe para Marcos, Mateus e Lucas. Esses tendem a ser o próximo material mais fácil. Leia todos os livros – um após o outro – até que tenha lido todos os Evangelhos. Quando acabar com os Evangelhos, considere ler as cartas de Romanos a Judas. Como o Apocalipse é pura profecia não abrangida no Novo Testamento, deixe-o de fora por enquanto. Quando estiver bem familiarizado com os profetas principais, tente o Apocalipse.
  7. Selecione tópicos para estudar. Um estudo tópico é muito diferente do estudo de um livro ou de um capítulo. O índice temático da maioria das Bíblias tem áreas específicas de estudo. Depois de ter encontrado um tópico interessante, comece fazendo uma leitura bruta dos versículos. Isto lhe dará uma visão geral do que eles têm a dizer, por exemplo: salvação, obediência, pecado, etc. Lembre-se: ler um capítulo várias vezes ajudará a encontrar coisas que você pode ter perdido ou pulado antes.

Ore

Veja mais em WikiHow

Referências

Anterior Deus, Maldade Teocrática e Aborto
Próximo Como Começar a Estudar a Bíblia

Sobre o autor

Leandro Quadros
Leandro Quadros 755 posts

Escritor e apresentador dos programas "Na Mira da Verdade" e "Lições da Bíblia"

Veja todos os posts do autor →

Veja também

FAQ - Dúvidas Frequentes 1Comentários

A Morte e a Ressurreição na Bíblia

O artigo a seguir foi extraído do site de Lucas Banzoli “Heresias Católicas”. Lucas é um cristão sincero que passou a entender melhor a questão do aniquilacionismo e a morte

FAQ - Dúvidas Frequentes 1Comentários

É Para Comer de Tudo do Açougue?

Por que Paulo escreveu aos coríntios: “Comei de tudo quanto se vende no açougue, sem perguntar nada, por causa da consciência”? (I Coríntios 10:25). “O VERSICULO 28 e bem assim

FAQ - Dúvidas Frequentes 1Comentários

Mal entendido sobre a submissão da mulher ao marido

“Meu marido toma algumas decisões e não leva em consideração meus sentimentos e opiniões. Vive citando os textos bíblicos em que a mulher deve ser submissa ao homem. Devo ser

0 Comentários

Ainda não há comentários!

Você pode ser o primeiro a comente este artigo!