Cristo se fez maldição por nós – Gálatas 3:13

Cristo se fez maldição por nós – Gálatas 3:13

O texto citado encontra-se em Deuteronômio 21:22, 23, onde diz: “…porquanto o pendurado é maldito de Deus; assim não contaminarás a tua terra, que o SENHOR teu Deus te dá em herança”. Esse verso foi citado por Paulo em Gálatas 3:13.

Cristo pendurado na cruz sofreu o julgamento de Deus.

 

 

A analogia é muito clara. Da mesma forma que o corpo de um criminoso estava sob a maldição de Deus, assim Cristo pendurado na cruz sofreu o julgamento de Deus, a mesma humilhação de todo criminoso condenado. Jesus foi contado com os transgressores, assim como mencionou o profeta Isaías: “porquanto derramou a sua alma na morte, e foi contado com os transgressores; mas ele levou sobre si o pecado de muitos, e intercedeu pelos transgressores” (Isaías 53:12). Além disso, a Bíblia menciona que Cristo “se fez pecado por nós; para que nEle, fôssemos feitos justiça de Deus” (2 Coríntios 5:21).

Em suas horas derradeiras na cruz do Calvário, Cristo tomou sobre si a culpa dos pecados da humanidade (Isaías 53:4, 5). Ele se fez maldição por nós, ou seja, Ele assumiu a punição e condenação que era nossa. Ele carregou a nossa culpa e “pelas Suas pisaduras fomos sarados” (Isaías 53:5). Cristo morreu em nosso lugar. Sua morte foi substitutiva. Por isso, o transgressor pode ser perdoado. E Aquele que não pecou, foi contado como transgressor e deu a Sua própria vida. Esse é o grande amor de Deus por nós.

Na cruz, a ira de Deus contra o pecado caiu sobre Cristo (Isaías 53:6, 10). Todo o juízo e o pagamento do pecado (“o salário do pecado é a morte” – Romanos 6:23) recaíram em Cristo, pois esse foi o plano que Ele criou para nos salvar da condenação. Ele morreu a nossa morte, para que vivêssemos a Sua vida. Compreende o grande amor demonstrado na cruz do Calvário? Compreende a grandiosidade do problema do pecado e a maravilha do amor de Deus? Tudo isso descobrirmos ao olhar o Personagem maravilhoso da cruz – Jesus Cristo (1 João 4:8-10; Filipenses 2:5-10; 1 Pedro 2:22-25). O que devemos fazer hoje? Aceitar Seu convite de salvação.(Apocalipse 3:20; Provérbios 23:26).

Biblia.com.br

Gostou? Compartilhe com quem precisa deste conhecimento:
error17
fb-share-icon20
Tweet 20
fb-share-icon20
Anterior o Domingo não deveria ser o dia de guarda?
Próximo Quando "Eterno" não é "para sempre"

Sobre o autor

Leandro Quadros
Leandro Quadros 786 posts

YouTuber e apresentador dos programas "Na Mira da Verdade" e "En La Mira de La Verdad", na Rede Novo Tempo.

Veja todos os posts do autor →

Veja também

Apologética Cristã 2 Comentários

Veracidade dos Sinais da volta de Jesus

Os sinais indicam que a vinda do Salvador está realmente próxima? Certamente! Veja o que diz a Bíblia a respeito: “Ora, ao começarem estas coisas a suceder, exultai e erguei

Apologética Cristã 2 Comentários

O que os cientistas criacionistas entendem por “ciência”?

Para entendermos esse tema, de interesse dos leitores, entrevistei o mestre em Astrofísica Eduardo Lütz, membro e palestrante oficial da Sociedade Criacionista Brasileira (SCB) e editor da Origem em Revista, a

Apologética Cristã 0 Comentários

A nova aliança aboliu os Dez Mandamentos?

“Na Bíblia aparecem dois pactos: um ‘antigo’ e outro ‘novo’. Na realidade, não há mais que um pacto: existe apenas um plano de salvação, que é um ‘pacto eterno’ por

0 Comentários

Ainda não há comentários!

Você pode ser o primeiro a comente este artigo!

Deixe seu Comentário