Existe o sábado lunar?

Existe o sábado lunar?

Se o tempo do sábado fosse determinado pela Lua, então o sábado teria que ser observado em dias diferentes durante o mês e não no sétimo dia de cada semana. O sábado poderia ser qualquer dia da semana, baseando-se no horário da lua nova. Permita-me fazer as seguintes observações:

    1. O Calendário Israelita: O calendário israelita era lunisolar, o que significa que o tempo era medido pela lua nova (a rotação da Lua ao redor da Terra) e também do Sol (a rotação da Terra ao redor do Sol). Um calendário lunar, de doze meses, é cerca de onze dias mais curto que o calendário solar, que é de aproximadamente 365 dias. No mundo antigo, isso era resolvido com o acréscimo de um mês extra, sete vezes em dezenove anos. Na Bíblia, o calendário lunar foi utilizado para fixar o prazo para as festas. Por exemplo, 14 dias após a lua nova era a Páscoa (Nm 28:16). Por isso, algumas pessoas argumentam que o sábado deveser observado sete dias após o primeiro dia do mês.
  1. O Sábado e a Lua: No princípio do século XX, a conexão entre o sábado e a Lua era proposta e defendida por um bom número de estudiosos. Eles rejeitaram a origem bíblica do sábado e sugeriam que sua origem estava relacionada a vários “dias satânicos” no calendário babilônico, incluindo o dia de lua cheia, durante o qual o povo descansava. Tratava-se de uma seqüência não composta de sete dias – primeiro, sétimo, décimo quarto, décimo nono, vigésimo primeiro e vigésimo oitavo dias do mês. Essa teoria foi, então, abandonada.
  2. Gênesis 1 e o Sábado: A origem do sábado bíblico está definitivamente conectada com a semana da criação. O sábado foi instituído por Deus três dias depois da criação da Lua (Gn 1:14; 2:2), não o sétimo dia após o primeiro dia do mês. Era para funcionar independente do mês em uma seqüência específica de dias desconectados da Lua e do Sol, mas fundamentado tão-somente no poder de Deus sobre o tempo. O lugar sétimo do sábado está relacionado com a passagem do tempo, desde o início da atividade criativa de Deus no planeta Terra, até seu final. Com certeza, esse é um ato divino singular, ou seja, a fragmentação do tempo numa seqüência de sete dias exclusivamente fixada e governada pelo próprio Deus.
  3. O Sábado e as Festas: O sábado lunar implicaria no fato de que seria parte das festas judaicas, mas esse não é o caso. O sábado do sétimo dia foi instituído muito antes das festas terem sido dadas aos israelitas. O termo hebraico traduzido para “festas, festivais”, é môcadîm, que significa “fixado/tempo determinado, reuniões”. Refere-se a atividades não necessariamente datadas pelo calendário lunar (Jr 8:17; Os 2:9). Mesmo que alguém argumente que o termo se refere ao sábado, isso não quer dizer que o tempo do sábado foi fixado pela Lua (cf Lv 23:2). Além disso, a Bíblia deixa claro que o sábado deve ser diferenciado das festas (Lv 23:37, 38).
    Finalmente, o descanso sabático era diferente do descanso requerido durante os sábados cerimoniais. Levítico 23:3 declara que, durante o sábado, os israelitas não deveriam fazer “nenhuma obra”. Mas durante o tempo de santa convocação, o povo não deveria fazer “nenhum trabalho regular” (23:8, 21, 25, 35, 36, NVI). Isso indica que havia um tipo de trabalho que era permitido fazer durante as festas e que eram proibidos durante o sábado. (Ángel Manuel Rodríguez)
  4. Calendário gregoriano: Um detalhe que muita gente não sabe é que nem Júlio César nem o Papa Gregório XIII alteraram a ordem dos dias da semana e sim ajustaram astronomicamente o calendário. Corrigiu-se a medição do ano solar, o ano gregoriano dura em média 365 dias, 5 horas, 49 minutos e 12 segundos, ou seja, 27 segundos a mais do que o ano trópico .[1]

Veja aqui a resposta do Dr. Rodrigo Silva:

Leia também: O calendário lunar e a guarda do sábado

Gostou? Compartilhe com quem precisa deste conhecimento:
error17
fb-share-icon20
Tweet 20
fb-share-icon20
Anterior Ironia nas Escrituras
Próximo O que a Bíblia diz sobre os dons espirituais?

Sobre o autor

Leandro Quadros
Leandro Quadros 792 posts

YouTuber e apresentador dos programas "Na Mira da Verdade" e "En La Mira de La Verdad", na Rede Novo Tempo.

Veja todos os posts do autor →

Veja também

Bons Debates 0 Comentários

O Santuário Celestial

Pr. Angel Manuel Rodríguez, Th.D. É o santuário celestial um templo, com o lugar santo e o santíssimo? É importante conhecer a estrutura do santuário celestial; mais importante, porém, é

Bons Debates 0 Comentários

Quão perfeito é “perfeito”? Pode o cristão ser perfeito?

Por Edward Heppenstall, Biblical Research Institute Estar em uma posição/condição correta para com Deus é a coisa mais importante da vida. Acima de tudo que fazemos, de tudo que temos, o

Filosofia 1Comentários

Ricos: 5 Razões Pelas Quais Eles Não São uma “Minoria Perigosa”

Esse post é faz a análise de uma postagem que afirma serem os ricos uma “minoria perigosa”. Leia para ver o quanto esse tipo de afirmação é infundada e antibíblica.

9 Comentários

  1. Rangel Maia
    dezembro 11, 08:04 Resposta

    Muitas opiniões divididas…mas isso é bom de certa forma …nos leva ou pelo menos deve nos levar a pesquisa…é obvio que no calendário do Eterno , homem algum pode interferir mesmo porque ele( o homem) jamais o conseguiria. Entretanto temos a profecia de Daniel cap 7 sobre a mudança no calendário…essa mudança realizada pelo inimigo para corromper o homem, ocorreu aos poucos até que hoje temos o calendário Gregoriano onde as semanas são contadas de forma” contínuas e initerruptas o que leva muitas vezes a nos depararmos com a seguinte situação: o sábado caia no primeiro , segundo ,terceiro quarto,quinto,sexto e sétimo dias ou seja, exemplo: supondo que o primeiro dia do mês caia na sexta inevitavelmente o próximo dia que é 2 já é sábado …. ..isso infelizmente é bem aceito pela maioria..
    Entretanto há outra mudança no computo dos dias …o inimigo também mudou o computo relativamente ao horário de início do dia, determinando dois horários a saber : à meia noite e ao entardecer (que seria no período de 24 horas – ao meio dia ou 12 horas (18h)…um diz que é a meia noite e outro diz que é ao meio dia (esse último está um pouco escondido) mas, todas as duas afirmações fazem referência à metade …muito estranho algo ter seu início pela metade….Mas a vereda dos justos é como a LUZ da aurora, que vai brilhando mais e mais até ser dia perfeito. Prov 4:18. Considerando apenas esse texto dentre vários, vemos que o início da caminhada do homem é pela LUZ e não pela ausência dela..o livro de Eclesiastes tem vários textos onde diz que tudo o que o homem deve fazer é debaixo do sol ou seja , na parte clara – a do dia….e Ec 9 diz que o que os que morrem nada sabem do que se faz debaixo do sol…o próprio Criador depois da terra está em seu estado no hebraico “tohú” – (sem forma, caos, confusão, desordem), Ele fez a intervenção iniciando a ordenação das coisas pela presença da LUZ. Então a ordem ficou assim: Dia e Noite e NÃO noite e dia como se supõe….isso concorda com a Lei de Gen 8:22 que diz: Enquanto a terra durar não deixará de existir sementeira e ceifa, frio e calor, verão e inverno e DIA E NOITE…perceberam.???..a sequência organizada é DIA E NOITE e jamais poderia ser Noite e dia….ou seja, o período diário deve pela força da lei ser observado assim: Início do dia AO NASCER DO SOL …final do dia AO POR DO SOL em seguida Início da noite (governado pela lua e estrelas) e final da noite que é o Amanhecer (boqer no hebraico.) Daí a expressão ” tarde e manhã” onde tarde é o final do dia (parte clara) e manhã é o final da noite ( parte escura) Coisa organizada …muito diferente do que nos passam os ” mestres” do saber….

  2. Diego bem Yeshua
    novembro 27, 22:03 Resposta

    Negativo. Argumento fraco. Uma pessoa atenta,um Judeu que se presa, que zela pelo MITZVA do SHABBAT, muito dificilmente se perderia. João não se perdeu, exilado em Patmos. E no início de Apocalipse, ele escreve mesmo estando idoso, provas de que estava consciente dos dias… apocalipse 1:10…. soldados já se perderam, pessoas já se perderam sem comunicação, e sem ferramentas concernentes à contagem de dias….E mesmo assim sabiam contar dias,sabiam pelo menos em que dia da semana estavam…. existem inúmeras formas de se contar…Até um analfabeto, consegue…apenas vcs…. que não… apenas na mente de vcs, não há possibilidades….mentes pequenas. Argumento fraquíssimo.

  3. heriberto d arboes
    junho 03, 10:13 Resposta

    Leandro Quadros é um funcionário da IASD. Ele nunca irá questionar nada contra essa instituição. É óbvio que o Shabbat é contado a partir da Primeira Lua Nova que inicia o mês. Se uma pessoa ficar numa caverna durante dias, sem relógio, nem calendário ela perderia a contagem dos dias. Ao sair da caverna, ela seria capaz sozinha de reencontrar o dia certo do Shabbat, somente pela primeira Lua Nova. Abraços.

  4. Não existe dois calendários um para festas e outro para contagem dos dias, se isso fosse verdade, então teria que ter dois calendários Gregorianos um para todas festas católicas e outro para os outros dias. Segundo o que eu li na parte superior foi dito que a semana não foi alterada na mudança feita pelo papa Gregório XIII , mas O PROFETA DANIEL (7:25) diz que surgiria um poder que mudaria os tempos (calendários) e a lei. Se vocês quiserem saber quem mudou os tempos (calendários) e a lei é só pesquisarem nos livros ADVENTISTAS que irão saber. Assistam os vídeos EM DEFESA DO SÁBADO LUNAR partes 1,2,3 e o vídeo de Rodrigo Silva: MUDAR OS TEMPOS É MUDAR OS CALENDÁRIOS.

    • Diego bem Yeshua
      novembro 27, 22:11 Resposta

      Você deu um tiro no próprio pé…. a passagem e a história afirma realmente que haveria e houve mudança no calendário… mas calendário, não é composto apenas por sequência de dias,é sim por números datando…. a mudança houve, mas não nele todo…a passagem em Daniel se cumpriu ,perfeitamente, até porque,não diz que essa mudança seria ,toda, completa ,uma mudança em tudo…. Argumento que não prova nada. Vcs não entram em harmonia com a bíblia de forma alguma.
      Querer comparar a igreja católica, dessa forma,é ridículo… por que eles a teriam que fazer também dois calendários? Na bíblia existe um calendário, luni-solar,porém, das lua,se contava as festas,mas o SHABBAT semanal, à partir da ordem semanal geracional do Eterno Rashem fazendo do SHABBAT algo SANTO,SEPARADO,E ABENÇOADO (BERESHIT2:1-3)vcs NÃO conseguirão refutar isso contra a tora…

  5. Se o Sábado Gregoriano fosse o Sábado da Criação então Josué teria atacado Jericó em um Sábado (Josué 6:15,16,17) e segundo o livro dos justos (88:14) Jericó começou a ser atacada no dia 1º do segundo mês. E o livro dos justos foi Josué quem mandou nós lermos e deveria estar na Bíblia ( Josué 10:13). Quem foi que definiu quais os livros que deveria estar na Bíblia?. Josué está em pleno acordo com Ezequiel (46:1) Isaías (66:22-23) e II Reis (4:23). TODA VERDADE PASSA POR TRÊS ESTÁGIOS: NO 1º ELA É RIDICULARIZADA, NO 2º É REJEITADA COM VIOLÊNCIA E NO 3º ELA É ACEITA COMO EVIDENTE POR SI PRÓPRIA (Arthur Schopenhauer).

  6. Se o calendário Gregoriano fosse o calendário da Criação, então Josué teria atacado Jericó em um Sábado (Josué 6:15,16-17). E no livro dos justos (88:14) diz que Jericó começou a ser atacada no dia 1º do 2º mês, e foi Josué quem mandou nós lermos o livro dos justos. e ele deveria está na Bíblia. Quem definiu quais livros que deveriam estar na Bíblia?. E Josué está em pleno acordo com (Ezequiel 46:1) Isaías 66:22-23) e II Reis (4:22-23). E em um calendário lunissolar o 1º dia é LUA NOVA e o 8º dia é um Sábado. TODA VERDADE PASSA POR TRÊS ESTÁGIOS: NO 1º ELA É RIDICULARIZADA, NO 2º É REJEITADA COM VIOLÊNCIA E NO 3º É ACEITA COMO EVIDENTE POR SI PRÓPRIA.(Arthur Schopenhauer)

  7. Daniel Severino Chaves
    setembro 29, 12:45 Resposta

    Se você ficasse vários dias perdido em uma caverna e perdesse a noção dos dias, como reconhecer o sábado sem usar calendários? O dia de sábado é um dia para ser adorado ou de adoração?

  8. Quem determina quando é sábado? as minhas atividades depois de seis dias? o calendário romano? a lua nova? os adoradores do sol descrito em Ezequiel? O calendário gregoriano já induziu ao erro Guilherme Miller, porque não o dia semanal?

Deixe seu Comentário