Isaías 66:23 e a observância do sábado na Nova Terra

Isaías 66:23 e a observância do sábado na Nova Terra

Alguém fez um comentário interessante sobre o sábado: afirmou que todos – morais e cerimoniais – vieram de Deus. E essa pessoa tem razão. Discordei da opinião dela de que Isaías 66:23 não pode ser usado a favor da observância do dia do Senhor na Terra restaurada. Se o planeta será restaurado, como temos absoluta certeza (Isaías 65:17), o dia de guarda estabelecido em um mundo perfeito (Gênesis 2:1-3; compare com Êxodo 20:8-11) também será restaurado definitivamente, como um memorial do Deus Criador.

Se iremos guardar o Sábado na Nova Terra não seria melhor nos acostumarmos a fazê-lo aqui? É algo para refletirmos.

A seguir, a resposta dada à internauta:

Achei correta a sua exposição a respeito do dia de guarda. Entretanto, a forma como expôs Isaías 66:23 precisa ser analisada com mais detalhes.

Realmente, a separação entre “sábados do Senhor” e sábados “do ser humano” é equivocada, pois, todos os tipos de sábados – morais ou cerimoniais – foram dados por Deus (A Lei de Moisés é a Lei de Deus). Boa parte de nossos estudiosos não usa mais esse recurso por terem chegado a um melhor entendimento do texto bíblico. Alguns ainda fazem a distinção entre “seus sábados” (Oséias 2:11) e “meus sábados” (Ezequiel 20:12) por que precisam de maior luz sobre o assunto. Porém, não são mal-intencionados. Não podemos julgar nossos irmãos na fé.

A respeito de Isaías 66:23, os estudiosos têm notado que ali há referência a um período mensal (lua nova) e a um semanal (sábado) em que iremos adorar a Deus na Nova Terra. O período mensal é relacionado com Apocalipse 22:2 e 14 para ensinar que a festa de lua nova que iremos comemorar é o período mensal em que comeremos da árvore da vida. “A ‘lua nova’ entre os judeus nem sempre significava a festa mensal, mas simplesmente uma referência para indicar o início de cada mês entre eles” – Sutilezas do Erro (1981), p. 285.

Comentário Bíblico Adventista do Sétimo Dia afirma sobre o verso: “Todos guardarão o sábado em sinal de eterno reconhecimento de que Cristo criou o paraíso do Éden, e recriou os novos céus e a nova terra de justiça e santidade.”

Por isso, não vemos problema algum com o referido texto de Isaías e cremos que, hermeneuticamente, ele pode sim ser usado para provar a observância do sétimo dia na Nova Terra, por se tratar de um texto escatológico (que alude a acontecimentos futuros).

Parabéns por sua disposição em estudar o assunto e por aceitar o quarto mandamento. Deus tem bênçãos para sua vida (Isaías 56:2).

Deus lhe abençoe,

Leandro Quadros

Gostou? Compartilhe com quem precisa deste conhecimento:
error17
fb-share-icon20
Tweet 20
fb-share-icon20
Anterior Não julgue pela aparência!
Próximo “Não matarás [o feto]” (Êx 20:13)

Sobre o autor

Leandro Quadros
Leandro Quadros 788 posts

YouTuber e apresentador dos programas "Na Mira da Verdade" e "En La Mira de La Verdad", na Rede Novo Tempo.

Veja todos os posts do autor →

Veja também

Apologética Cristã 5 Comentários

“Ninguém subiu ao céu” – João 3:13

A Bíblia afirma que muitos foram levados ao Céu quando Cristo ressuscitou… Em outro texto Jesus diz que ninguém subiu ao Céu… Como harmonizar isso? Uma das perguntas feitas no blog.

Apologética Cristã 0 Comentários

Intercessão de Jesus no santuário celestial

“Cristo asperge sangue literal em Sua ministração no santuário celestial?”

Apologética Cristã 1Comentários

Guarde-se da corrupção

O governo sob que Jesus viveu era corrupto e opressivo… “Alguns dos fariseus se chegaram a Jesus, perguntando quando “havia de vir o reino de Deus”. Lucas 17:20. Mais de

0 Comentários

Ainda não há comentários!

Você pode ser o primeiro a comente este artigo!

Deixe seu Comentário