Morcego é ave?

Morcego é ave?

Em Levítico 11:13 a 19 há certas restrições dietéticas recomendadas por Deus ao Seu povo. Dentre as “aves” imundas, consta o morcego. Morcego, pela classificação biológica atual, é considerado um mamífero. Como explicar a sua inclusão no grupo das aves por Moisés? – F.

Prezado F., na verdade, você mesmo já indicou a resposta: é a biologia moderna que classifica morcego como mamífero, o que não deixa de ser correto, tomando como referencial suas características similares às dos animais dessa Classe. Mas também são perceptíveis suas semelhanças com as aves, se assumirmos a capacidade de voar como principal peculiaridade desses animais.

Do ponto de vista bíblico (em sua linguagem pré-científica), “aves” são todos os animais que voam. O mesmo ocorre com relação aos animais aquáticos, classificados por Moisés como simplesmente “peixes”. Levítico indica como próprios para consumo humano (não-imundos) os peixes que têm escamas e barbatanas, não se enquadrando nessa descrição, por exemplo, o camarão e o polvo, apesar de modernamente não serem considerados peixes.

A palavra “réptil”, para mencionar apenas mais um exemplo, também é usada de forma bem genérica na Bíblia. Portanto, e concluindo, as nomenclaturas e classificações da ciência moderna não devem ser necessariamente aplicadas a um texto cuja distância no tempo chega a vários séculos. Os princípios científicos comprovados pela experimentação, no entanto, têm sempre se demonstrado em conformidade com as Sagradas Escrituras.

 

Fonte: www.perguntas.criacionismo.com.br/2006/01/morcego-ave.html

Gostou? Compartilhe com quem precisa deste conhecimento:
error17
fb-share-icon20
Tweet 20
fb-share-icon20
Anterior 10 erros financeiros que podem acabar com o casamento
Próximo O perigo das riquezas

Sobre o autor

Leandro Quadros
Leandro Quadros 788 posts

YouTuber e apresentador dos programas "Na Mira da Verdade" e "En La Mira de La Verdad", na Rede Novo Tempo.

Veja todos os posts do autor →

Veja também

Bons Debates 6 Comentários

O vinho do casamento em Caná

Os moderacionistas vêm a milagrosa transformação de água em vinho feita por Cristo no casamento de Caná da Galiléia como prova primária de que Jesus sancionou o uso de bebidas alcoólicas. Eles argumentam que, se Jesus produziu entre 450 e 600 litros de vinho alcoólico de alta qualidade para a festa de casamento e convidados em Caná, seria evidente que Ele aprovou seu uso com moderação.

Bons Debates 1Comentários

Segunda vinda de Jesus Cristo e os sinais do tempo do fim

Pela cronologia do arcebispo Ussher, o mundo deveria ter acabado dia 23 de outubro de 1996. Isto não é uma piada. Há milhares de pessoas que creem que o mundo

Apologética Cristã 7 Comentários

O selo de Deus é o sábado ou o Espírito Santo?

Algumas pessoas têm dificuldade de harmonizar a função do Espírito Santo e o papel do sábado no selamento final do povo remanescente de Deus. Não resta dúvida de que a

1 Comentário

  1. Tiago
    maio 27, 19:45 Resposta

    Pensei que o texto tinha sido inspirado por Deus, e não tirado da mente primitiva de Moisés mediante suas vivências.
    Deus sempre soube o que é ou não ave, afinal foi ele que os criou. Se foi Deus realmente passou as leis mosaicas pra Moisés com se morcego fosse ave, como Deus poderia ter errado??? As leis Mosaicas fora criadas por Deus ou criadas por Moisés???
    NÃO TÁ NADA CLARO ISSO AÍ NÃO!

Deixe seu Comentário