O “inferno” em Ezequiel 32:21

O “inferno” em Ezequiel 32:21

“Os mais poderosos dos valentes lhe falarão desde o meio do inferno, juntamente com os que a socorrem: Desceram e estão lá os incircuncisos, traspassados à espada.” (Ez 32.21)

Esse texto é assim traduzido pela Almeida, Revista e Corrigida. Mas, é na Almeida, Revista e Atualizada que a tradução está correta, pois, o termo latino “inferno” não faz parte do original.

Em vista do que vimos anteriormente (no post referente ao Salmo 9:17), especialmente em Eclesiastes 9:5-6 e 10, não podemos de forma alguma crer que no “além” (mundo dos mortos) há consciência. Sendo que o termo sheol é especialmente aplicado nas Escrituras num sentido figurado para descrever a morada dos mortos, a conclusão a que podemos chegar é que este “clamor” por parte dos ímpios ao Egito é simbólico.

“A linguagem essencialmente figurativa e alegórica desta lamentação exclui a idéia de que o profeta nutrisse a crença de que os mortos não estivessem realmente mortos, mas que vivessem como sombra no sheol… E do mesmo modo que uma parábola, uma alegoria como esta não serve de fundamento para uma doutrina teológica” (APOLINÁRIO, Pedro. Explicação De Textos Difíceis da Bíblia. 4a edição corrigida, p.p. 134 e 135).

É comum na Bíblia os autores usarem o recurso da personificação para “dar vida” a seres ou objetos não conscientes, com o objetivo de gravar melhor na mente das pessoas o ensino espiritual que querem transmitir. Leia Juízes 9:7-21 e verá que árvores são personificadas.

Se dissermos como base em Ezequiel 32:21 que os mortos “falam”, então temos que fazer o mesmo em relação a Juízes 9 e chegarmos à conclusão horrorosa de que as árvores podem falar…

Gostou? Compartilhe com quem precisa deste conhecimento:
error17
fb-share-icon20
Tweet 20
fb-share-icon20
Anterior Como me preparar para a volta de Jesus?
Próximo “Presença Espírita na Bíblia”?

Sobre o autor

Leandro Quadros
Leandro Quadros 788 posts

YouTuber e apresentador dos programas "Na Mira da Verdade" e "En La Mira de La Verdad", na Rede Novo Tempo.

Veja todos os posts do autor →

Veja também

Apologética Cristã 1Comentários

O que aconteceu com as pessoas que ressuscitaram quando Jesus morreu (Mt 27:51-53)?

Mateus 27:51-53 nos diz que, por ocasião da morte de Jesus, “o véu do santuário se rasgou em duas partes de alto a baixo; tremeu a terra, fenderam-se as rochas;

Bons Debates 1Comentários

O que a Bíblia diz sobre o regime alimentar?

Assista aqui a série especial sobre a alimentação na Bíblia: Qual era o regime alimentar original recomendado por Deus para o homem e a mulher? Frutas, cereais, nozes e legumes.

Bons Debates 4 Comentários

Debate sobre a imortalidade da alma (Parte 1)

Introdução Há algum tempo recebi os comentários de um irmão, doutor em Teologia, que crê na imortalidade natural da alma e, consequentemente, no “tormento eterno”. Logo abaixo transcrevo a resposta

1 Comentário

  1. Fabrício
    agosto 15, 03:58 Resposta

    Professor, não precisa publicar este comentário. Só gostaria de dizer que o correto seria: ‘termo derivado do latim’ ou ‘termo latino’, e não ‘termo latim’.

    Fica com Deus.

Deixe seu Comentário