O perigo das riquezas

O perigo das riquezas

Jesus, tornando a falar, disse-lhes: Filhos, quão difícil é, para os que confiam nas riquezas, entrar no reino de Deus! É mais fácil passar um camelo pelo fundo de uma agulha do que entrar um rico no reino de Deus. Marcos 10:24, 25.

É plano divino que as riquezas sejam usadas devidamente, distribuídas de modo a serem uma bênção aos necessitados, e para promover a causa de Deus. Se os homens amam as riquezas mais do que amam aos semelhantes, ou mais do que amam a Deus ou as verdades da Sua Palavra, se têm o coração preso às riquezas, não poderão então ter a vida eterna. … Aqui as criaturas são provadas; e, como o jovem rico, muitos se afastam, tristes, porque não podem levar suas riquezas e tesouros para o Céu.

“Para Deus todas as coisas são possíveis.” Marcos 10:27. … A verdade, incutida no coração pelo Espírito de Deus, expulsará o amor das riquezas. O amor de Jesus e amor do dinheiro não podem habitar no mesmo coração. O amor de Deus ultrapassa tanto o amor do dinheiro que o possuidor rompe com as riquezas e transfere suas afeições para Deus. Pelo amor é ele então levado a ministrar às necessidades dos pobres e ajudar a causa de Deus. É seu maior prazer dispor da devida maneira os bens de seu Senhor. Considera tudo que tem como não lhe pertencendo, e desobriga-se fielmente de seus deveres, como mordomo de Deus que é. … Deste modo é possível entrar o rico no reino de Deus.

Alguns dão de sua abundância, e no entanto não lhes faz falta. Não praticam abnegação pela causa de Cristo. Dão liberalmente e de coração, mas ainda têm tudo que o coração possa desejar. Deus o considera. A ação e o motivo são estritamente notados por Ele, e não perderão sua recompensa. Mas os que têm menos recursos não devem desculpar-se por não poderem fazer tanto como alguns outros. Fazei o que puderdes. Negai-vos algum artigo sem o qual podeis passar, e fazei sacrifício pela causa de Deus. Como a viúva pobre, lançai vossas duas moedinhas. Na realidade dareis mais do que todos os que deram de sua abundância; e experimentareis quão doce é negar-se a si mesmo, dar aos necessitados, fazer sacrifício pela verdade, e acumular tesouros no Céu.

Ellen G. White, Nos Lugares Celestiais, pág. 309.

Gostou? Compartilhe com quem precisa deste conhecimento:
error17
fb-share-icon20
Tweet 20
fb-share-icon20
Anterior Morcego é ave?
Próximo Quem são os 24 anciãos em Apocalipse?

Sobre o autor

Leandro Quadros
Leandro Quadros 786 posts

YouTuber e apresentador dos programas "Na Mira da Verdade" e "En La Mira de La Verdad", na Rede Novo Tempo.

Veja todos os posts do autor →

Veja também

Sem categoria 9 Comentários

Era o seu nome Yehoshua, Yeshua ou Jesus?

Um número crescente de pessoas em algumas comunidades cristãs tem questionado e se oposto ao uso do nome Jesus para designar o Filho de Deus. Estão eles certos ou não?

Sem categoria 0 Comentários

Curso IFB – Whatsapp

Gostou? Compartilhe com quem precisa deste conhecimento:17 20 20 20

Sem categoria 1Comentários

A palavra plural “vidas” reafirma a reencarnação?

Um espírita argumentou que a palavra “vida” no hebraico é plural e, por isso, a doutrina da reencarnação seria bíblica. Isso é verdade? Há outros argumentos mencionados por ele e

2 Comentários

  1. serafim silva
    fevereiro 02, 18:37 Resposta

    é tudo verdade o que diz .No entanto eu Serafim tenho andado mal em mim mesmo e em familia porque ando possuido pelo puder dos demonios e tenho levado muitos anos nas pusseçoes do mal e viçios apezar de ter sido batizado à mais de 40 anos na igreja de paris.Minha vida é triste e angustiadora e vivo em depreçao orem por mim . PS: gostaria de falar por menssagens com voçé pastor pode ser ? aqui vai o meu endereço

Deixe seu Comentário