O que a Bíblia diz sobre gerenciar as suas finanças?

O que a Bíblia diz sobre gerenciar as suas finanças?

A Bíblia tem muito a dizer sobre gerenciar finanças. A respeito de pedir emprestado, veja: Provérbios 6:1-5; 20:16; 22:7,26-27 (“O rico domina sobre o pobre, e o que toma emprestado é servo do que empresta… Não estejas entre os que se comprometem e ficam por fiadores de dívidas, pois, se não tens com que pagar, por que arriscas perder a cama debaixo de ti?”). Em relação ao suborno, veja: Provérbios 17:8; 18:16; 21:14; 28:21; 17:23 (“O perverso aceita suborno secretamente, para perverter as veredas da justiça”). Sobre riquezas, veja: Provérbios 10:15; 11:4; 18:11; 23:5; 28:20 (“O homem fiel será cumulado de bênçãos, mas o que se apressa a enriquecer não passará sem castigo”).

Em relação à preguiça e finanças, veja: Provérbios 6:6-11 (“Vai ter com a formiga, ó preguiçoso, considera os seus caminhos e sê sábio. Não tendo ela chefe, nem oficial, nem comandante, no estio, prepara o seu pão, na sega, ajunta o seu mantimento. Ó preguiçoso, até quando ficarás deitado? Quando te levantarás do teu sono? Um pouco para domir, um pouco para tosquenejar, um pouco para encruzar os braços em repouso, assim sobrevirá a tua pobreza como um ladrão, e a tua necessidade, como um homem armado”). Também 1 Timóteo 6:6-11. Sobre o dar, veja: Lucas 6:38; 2 Coríntios 9:6-15 (versículos 6-7: “E isto afirmo: aquele que semeia pouco pouco também ceifará; e o que semeia com fartura com abundância também ceifará. Cada um contribua segundo tiver proposto no coração, não com tristeza ou por necessidade; porque Deus ama a quem dá com alegria”).

Sobre a administração do dinheiro, veja: Lucas 16:1-13 (versículo 11: “Se, pois, não vos tornastes fiéis na aplicação das riquezas de origem injusta, quem vos confiará a verdadeira riqueza?”). Também Tiago 1:17. Nós somos responsáveis por prover nosso próprio sustento. 1 Timóteo 5:8 diz: “Ora, se alguém não tem cuidados dos seus e especialmente dos da própria casa, tem negado a fé e é pior do que o descrente”.

Em suma, o que a Bíblia diz sobre gerenciar o dinheiro? A resposta pode ser sintetizada em uma única palavra: sabedoria. Nós devemos ser sábios com o nosso dinheiro. Nós devemos economizar dinheiro, mas não acumulá-lo como tesouro. Nós devemos gastar dinheiro, mas com prudência e controle. Nós devemos devolver ao Senhor, em alegria e sacrifício. Nós devemos usar o nosso dinheiro para ajudar os outros, mas com discernimento e o guiar do Espírito de Deus. Não é errado ser rico, mas é errado amar o dinheiro. Não é errado ser pobre, mas é errado gastar dinheiro em coisas fúteis. A mensagem consistente da Bíblia sobre o gerenciamento do dinheiro é ser sábio.

FONTE

Anterior Esclarecendo dúvidas básicas sobre mortalismo e aniquilacionismo
Próximo Dez Perguntas Para Quem Defende a Imortalidade da Alma

Sobre o autor

Leandro Quadros
Leandro Quadros 735 posts

Escritor e apresentador dos programas "Na Mira da Verdade" e "Lições da Bíblia"

Veja todos os posts do autor →

Veja também

FAQ - Dúvidas Frequentes 0 Comentários

Resumo simples sobre o estado dos mortos

Este artigo é apenas um resumo simples sobre o tema; se alguém deseja obter um conhecimento mais aprofundado sobre o mesmo recomendo a leitura de meu livro – “A Lenda da

FAQ - Dúvidas Frequentes 1Comentários

Crente fica doente?

Creio em milagres. Creio que Deus cura hoje em resposta às orações de seu povo. Durante meu ministério pastoral, tenho orado por pessoas doentes que ficaram boas. Contudo, apesar de

Aconselhamento Espiritual 0 Comentários

Nosso culto racional

Rogo-vos, pois, irmãos, pela compaixão de Deus, que apresenteis o vosso corpo em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional. Romanos 12:1. O apóstolo

0 Comentários

Ainda não há comentários!

Você pode ser o primeiro a comente este artigo!