O que é “pecado” na Bíblia?

Só a Bíblia – não seres pecadores como você e eu – pode definir o que é pecado.
Veja logo abaixo algumas definições de “pecado” segundo o texto inspirado, que lhe ajudarão a não pecar, como o fazem alguns, ao assumirem a postura de quererem definir “o que é” e “o que não é” pecado:

Pecados no AT

  • Analisaremos brevemente quatro palavras hebraicas:

Hatta’th: Aparece 293 vezes e seu significado básico é “errar o alvo”, como ao atirar uma flecha (Jz 20.16; Jó 5.24). Enfatiza um estilo de vida que se desvia do alvo ou da meta que Deus traçou.
‘Awon: Ocorre 229 vezes e sua ideia básica é “tortuosidade” (Lm 3.9). Possui outros significados, mas, no presente post destacarei esse que exprime o significado básico.
Pesha’: Aparece 135 vezes e significa “violação deliberada”, “premeditada” e “obstinada” de uma norma ou padrão. É uma recusa em se submeter à autoridade legítima. O elemento de “teimosia” e “revolta” faz dessa palavra uma forma muito mais grave de pecado do que as outras (Is 1.2; Jr 3.13; Os 7.13; 8.1).[15]
Resha’: Ocorre 30 vezes e é usada para descrever o estado dos perversos, que “são como o mar agitado, que não se pode aquietar (Is 57.20).

Pecados no NT

 

  • Agora veremos o significado de seis termos gregos:

Hamartia: Aparece 175 vezes e, assim como “hatta’th” no hebraico, significa “errar o alvo”, como no tiro ao alvo. Hamartia designa a falha deliberada de um indivíduo em alcançar o padrão de Deus (Mt 1.21; Rm 5.12-13; 1Jo 1.9). John M. Fowler no Tratado de Teologiadestaca que “o poder do pecado é tão hediondo e o seu domínio tão cruel que Paulo quase personifica hamartia ao dizer que ele reina (Rm 5.21) e domina sobre nós (Rm 6.14), e que nos tornamos seus escravos (v. 6, 17, 20).[16]
Parakoe: Ocorre três vezes, sendo geralmente traduzida por “desobediência” (Rm 5.19; 2Co 10.6; Hb 2.2) e significa literalmente “deixar de ouvir” ou “indisposição para ouvir”. É pecar no sentido de fechar os ouvidos para Deus.
Parabasis: O NT utiliza esse termo sete vezes. Transmite a ideia de “atravessar”, “ira além”, como quem entra em território proibido. A forma substantiva descreve uma deliberada quebra da lei, a violação de um mandamento, a entrada numa zona proibida. Daí ser traduzida como “transgressão” (Rm 4.15; Gl 3.19) ou “violação” (Hb 2.2, Nova Versão Internacional).
Paraptoma: Usado 23 vezes, significa um deslize, uma falta, e é comumente traduzido como “ofensa” (Mt 6.14, 15; Rm 4.25; 5.15) e “transgressão” (Rm 11.11-12, Nova Versão Internacional). De todas as palavras para pecado, essa é a única que menos transmite a ideia de ato deliberado.
Anomia: Aparece 14 vezes no NT e sugere desrespeito ou violação da nomos, ou lei.
Adikia: Essa palavra comunica a ideia de “injustiça” ou ausência de justiça e é traduzida como “impiedade” (Rm 1.18-19).

Anterior A importante separação entre Igreja e Estado
Próximo Todos os pecados são iguais aos olhos de Deus?

Sobre o autor

Leandro Quadros
Leandro Quadros 711 posts

Escritor e apresentador dos programas "Na Mira da Verdade" e "Lições da Bíblia"

Veja todos os posts do autor →

Veja também

Sem categoria 2 Comentários

Uma Colossal Cidade no Espaço

Falaremos de uma grande cidade. Nova York, Tóquio e Londres são nada em comparação! Você conhecerá fatos surpreendentes sobre uma gigantesca cidade que pode viajar através do espaço. É tudo

FAQ - Dúvidas Frequentes 0 Comentários

Respeito e Liberdade Religiosa e de consciência

Uma das marcas que caracterizam a Igreja Adventista do Sétimo Dia é sua permanente defesa da liberdade religiosa e de expressão. Levantamos essa bandeira não apenas pensando em defender nossos

FAQ - Dúvidas Frequentes 1Comentários

Quem morreu na cruz?

Se sua resposta foi: O Homem Jesus… Sinto avisar-lhe que você está defendendo uma HERESIA antiga que foi refutado a séculos. Portanto, você também SE ENCONTRA na posição de herege!

0 Comentários

Ainda não há comentários!

Você pode ser o primeiro a comente este artigo!