“O que entra pela boca não contamina o homem”? – Mateus 15:11 e Marcos 7:15

“O que entra pela boca não contamina o homem”? – Mateus 15:11 e Marcos 7:15

Com muito prazer que estou escrevendo este email para vocês. Sou de Iacanga – SP. Estamos estudando sobre a religião Adventista do Sétimo dia e gostaria de obter uma resposta.

Há pouco o Prof. Leandro respondeu a respeito da carne de porco… É que Deus fala na Bíblia que o que é imundo não é que entra da boca para dentro, mas sim que sai da boca do homem…

Espero ter uma resposta sobre isso. Um abraço e tchau… E.M., por e-mail.

Sua pergunta foi recebida com muito carinho pelo programa “Na Mira da Verdade”. Parabéns por sua disposição em estudar sobre os Adventistas diretamente conosco, amiga. Deus recompensará sua sinceridade!

Vamos a sua dúvida:

“Não é o que entra pela boca o que contamina o homem, mas o que sai da boca, isto, sim, contamina o homem.”Mateus 15:11.

“Nada há fora do homem que, entrando nele, o possa contaminar; mas o que sai do homem é o que o contamina.”Marcos 7:15.

Nestes versos Jesus não está dando a permissão para usarmos todos os tipos de alimentos. Pegue sua Bíblia e analise comigo o seguinte texto: “Então, lhe disse Pedro: Explica-nos a parábola. Jesus, porém, disse: Também vós não entendeis ainda?” Mateus 15:15-16 (Grifo meu). Após análise do contexto em que Jesus proferiu esta declaração, alguns fatos se tornam claros:

Primeiro: Isto que Jesus contou é uma parábola. Sabemos que este tipo de narração não deve ser considerado uma doutrina, pois, uma história fictícia é utilizada apenas para ilustrar a fim de se transmitir uma lição moral e/ou espiritual;

Segundo: Cristo não poderia estar falando dos alimentos considerados imundos, sendo que eram judeus quem estavam presentes. De modo algum haveria na mesa deles algum tipo de carne imunda para o Salvador estivesse tratando do assunto;

 

 

Terceiro: Jesus tinha outro propósito ao mencionar esta parábola: “Mas o que sai da boca vem do coração, e é isso que contamina o homem. Porque do coração procedem maus desígnios, homicídios, adultérios, prostituição, furtos, falsos testemunhos, blasfêmias. São estas as coisas que contaminam o homem; mas o comer sem lavar as mãos não o contamina”. Mateus 15:18-20.

Perceba: os fariseus diziam que, se uma pessoa comesse sem lavar as mãos (ritual de purificação), iria ser contaminada (Marcos 7: 1-4)

E o objetivo de Jesus era ensinar que a “fonte” das más ações praticadas pelo ser humano se acha no “interior”, não no “exterior”. Não há proveito apenas quando o exterior é purificado, como faziam os fariseus. (Ver Mateus 23:26)

Portanto, ao Jesus dizer: “não é o que entra pela boca que contamina ao homem, mas o que sai da boca…” Ele está se referindo ao ato de lavar as mãos como ritual de purificação. Simplesmente está afirmando: “Não é o ato de não lavar as mãos antes das refeições que irá contaminar o homem, mas as palavras más que saem da sua boca”.

Esse é o contexto da declaração do Salvador.

Conte comigo sempre,

Leandro Quadros
Jornalista

Fonte

Gostou? Compartilhe com quem precisa deste conhecimento:
error20
fb-share-icon20
Tweet 20
fb-share-icon20
Anterior O Evangelho também está presente no Antigo Testamento
Próximo A oração não purifica os alimentos – 1 Timóteo 4:1-5

Sobre o autor

Leandro Quadros
Leandro Quadros 798 posts

YouTuber e apresentador dos programas "Na Mira da Verdade" e "En La Mira de La Verdad", na Rede Novo Tempo.

Veja todos os posts do autor →

Veja também

Bons Debates 7 Comentários

Maquiagem, calça comprida e músicas na Novo Tempo

Olá! Os assuntos de maquiagem, vestimenta e música sempre geram um bom Debate, não é mesmo? Por isso juntei alguns vídeos sobre esses assuntos e assim você poderá ter uma

Bons Debates 4 Comentários

Irmão evangélico passa a crer no dom profético de Ellen G. White

  No programa Na Mira da Verdade há um quadro chamado “Bom Debate”, que tem por objetivo estimular o telespectador e ouvinte a discutir conosco um tema polêmico – de

Bons Debates 3 Comentários

Entenda melhor as 2.300 tardes e manhãs de Daniel 8:14

Alguns estudiosos se surpreendem quando subtraem 457 (a data da saída da ordem para restaurar Jerusalém) de 2.300 e notam que não atinge o ano de 1844 como data terminal

5 Comentários

  1. Adilson G Costa
    março 15, 06:44 Resposta

    Não concordo com Leandro Quadros.
    Ele esta juntando opiniões diversas com interpretações erradas para cofundador pessoas umildes muitas das vezes não tem nada para alimentar, as vezes cria um suino para alimentar sua família, DEUS poderoso,nunca vai coordenar um pai,ou mãe por esta criando um suíno para matar fome dos seus filhos.
    O Leandro Quadros ,foi muito infeliz nessa interpretação biblica, para de ficar fazendo propaganda de livros,o povo de DEUS todo poderoso já tem o livro supremo sobre todos e qualquer outro que é a poderosa Biblia sagrada escrita por Senhor DEUS. Pensa um pouco, e para de ficar fazendo propaganda para yutube, e livrarias,você como parece ter conhecimento das palavras de DEUS,use-as como o Senhor Jesus usou umildimente, sem fazer essa salada mist a que você usa para confundir as pessoas.

  2. SAULO PG
    abril 15, 20:28 Resposta

    A única carne que não pode ser comida e quando ela é consagrada aos idolos.e colocadas no lugar do cordeiro (Jesus) jesus é o cordeiro de deus que tira o pecado do mundo.as carnes impuras são carnes imoladas no lugar do cordeiro puro sem mancha e sem impurezas.do antigo testamento.jesus é o novo cordeiro por isso ele fala que não e o quê entra na boca que torna o ser humano impuro mas o que sai!

  3. Yukio Felberk Shigihara
    fevereiro 23, 12:53 Resposta

    Bom dia, Professor.

    Marcos 7
    18 Ao que Ele lhes declarou: “Ora, pois nem vós tendes tal entendimento? Não conseguis compreender que nada que entre no homem tem o poder de torná-lo impuro? 19 Porque efetivamente não entra em seu coração, mas sim em seu estômago, sendo digerido e depois expelido”. Ao fazer essa afirmação, Jesus proclamava puros todos os alimentos.

    O que diz sobre isso?

  4. Raphaela
    dezembro 06, 15:24 Resposta

    Sou adventista do sétimo dia mas tenho uma dúvida.
    Há algo errado em comer comidas que contenham corante natural feito com ácido carmíninico ( que vem da cochonilha) ou gelatinas (pois muitos dizem que é de porco)?
    Estudei em internatos adventistas e lá eles consomem esse tipo de alimento, sendo que até na igreja são consumidos em cafés da manhã ou como sobremesa em almoços.
    Eu não interrompi o consumo mas fiquei com essa dúvida.

Deixe seu Comentário