Perseguição aos Cristãos na China Comunista

Perseguição aos Cristãos na China Comunista

Introdução

O programa “Pingos nos IS” da rádio Jovem Pan noticiou em 21 de julho de 2020 algo surpreendente. Segundo o programa, o Partido Comunista na China está perseguindo cristãos. Tal perseguição envolve a prisão de fieis e a obrigação de retirar símbolos cristãos de suas casas. Imediatamente, mais de 100 membros foram detidos e até o momento, duas igrejas já foram fechadas. Enfim, a perseguição comunista realmente está saindo do armário.

Quero comentar essa notícia com base no texto bíblico de Apocalipse 17. Ele nos ensina sobre a perseguição ao povo de Deus ao longo da história.

Esse tipo de coisa é o resultado direto da atuação de um ser espiritual maligno. Afinal, Satanás é totalmente contra o governo de Deus e a boa religião. Logo, ele demonstra seu ódio perseguindo os filhos de Deus, além de adotar outras estratégias para manifestar sua raiva, e que não mencionarei aqui.

Leia Apocalipse 12:17, que trata da perseguição aos cristãos:

“Irou-se o dragão contra a mulher e foi pelejar com os restantes da sua descendência, os que guardam os mandamentos de Deus e têm o testemunho de Jesus; e se pôs em pé sobre a areia do mar”.

Vamos interpretar o texto fazendo uso da própria Bíblia:

  • Dragão: Diabo, Satanás (Ap 12:9).
  • Mulher: o povo de Deus no Antigo (Is 54:5-6; Jr 3:20; Ez 16:8-14; Os 1-3; Am 5:2) e Novo Testamento (2Co 11:2; Ef 5:25-32).
  • Descendência da mulher: parcela de cristãos e filhos de Deus que pouco antes da segunda vinda de Cristo, serão perseguidos pelos poderes de Apocalipse 13. Afinal, eles guardarão “os mandamentos de Deus”, e terão “o testemunho de Jesus”. Tal “testemunho” seria o dom profético canônico e não canônico (Ap 19:10; At 2:17-18).

Em suma, em Apocalipse 12:17 você percebeu que o Agente perseguidor supremo é Satanás. Logo, ele se preocupa em atacar aqueles que decidem seguir a Deus.

Em síntese, Satanás usou grandes impérios mundiais para perseguir e oprimir aqueles que creem.

Dessa forma, mostrarei a você, resumidamente, o surgimento de tais poderes. Ao mesmo tempo, demonstrarei que o Comunismo também é usado (e sempre foi, mais cedo ou mais tarde) pelo Diabo para perseguir cristãos. Cristãos que não aceitam a fé comunista.

Lógico que há marxistas que não são a favor do que está acontecendo na China. Por outro lado, a base da ideologia deles não é cristã ou tolerante, mas ateística e intolerante.

Enfim, leia esse artigo (e assista ao vídeo) até o final. De antemão lhe informo que verá o que Deus pensa desse tipo de ideologia do livro Manifesto do Partido Comunista.

Instrumentos Perseguidores de Satanás

Em síntese, a Bíblia profetiza o surgimento de poderes políticos e religiosos com o intuito de perseguir os que têm Cristo como Senhor de suas vidas.

Isso é bem retratado em Apocalipse 17, que apresenta a profecia dos 7 “reis”. Dessa forma, vamos ler Apocalipse 17:3 e 10:

 “Transportou-me o anjo, em espírito, a um deserto e vi uma mulher montada numa besta escarlate, besta repleta de nomes de blasfêmia, com sete cabeças e dez chifres… Aqui está o sentido, que tem sabedoria: as sete cabeças são sete montes, nos quais a mulher está sentada. São também sete reis, dos quais caíram cinco, um existe, e o outro ainda não chegou; e, quando chegar, tem de durar pouco”.

Primeiramente, segundo intérpretes historicistas, o ponto de partida para interpretarmos quem são os sete “reis” ou poderes perseguidores desse capítulo é a informação do apóstolo no verso 10. Logo depois somos informados de que de tais reis, “um existe”, ou seja, nos dias do apóstolo João. Sabemos que o império que dominava e perseguia os cristãos na época em que João escreveu o Apocalipse era Roma Imperial.

Desse modo, os 5 reis que “caíram” são identificados por alguns intérpretes historicistas como sendo outros cinco poderes políticos que oprimiram o povo de Deus antes do Império Romano.

De conformidade com isso, tais impérios seriam: Egito, Assíria, Babilônia, Pérsia e Grécia; o sexto é Roma Imperial e o sétimo, que surgiu após Roma Imperial, foi Roma Papal. O papado medieval que perseguiu duramente os cristãos na Idade Média (leia Daniel 7:25-27; Ap 12:6) por 1.260 anos (veja a TABELA no vídeo).

De acordo com Apocalipse 13, haverá um ressurgimento muito forte do papado (identificado por alguns intérpretes como sendo o 8ª rei, em Apocalipse 17:11)[1] no cenário político e religioso. Isso será pouco antes da volta de Jesus, e a perseguição aos “hereges” voltará a ocorrer por causa de uma nova união entre Igreja e Estado.

Por outro lado, Apocalipse 14:12 adverte: “Aqui está a perseverança dos santos, os que guardam os mandamentos de Deus e a fé em Jesus”.

Enquanto isso não ocorre, vemos pela notícia veiculada no jornal” Pingos nos Is” que atualmente, o Comunismo Chinês está sendo um agente perseguidor que representa o Diabo (Ap 12:17).

Você não deveria se admirar disso. Sabe por quê? Porque no fim das contas, o comunismo é intolerante com a religião. Frequentemente é apresentando um discurso de “igualdade” entre as pessoas dos mais diversos credos. Por outro lado, isso é apenas “um agrado”, pois o que vem pela frente (opressão, perseguição, mordaça) nada tem de tolerante e de democrático.

Veja o que diz a obra O Manifesto do Partido Comunista[2], de Karl Marx e Friedrich Engels sobre alguns dos “Estatutos da Liga dos Comunistas”:

Seção I – A liga

Art. 1º: O Objetivo da Liga é a derrocada da burguesia, o domínio do proletariado, e a abolição da velha sociedade burguesa baseada sobre antagonismos entre classes e a fundação de uma nova sociedade, sem classes e sem propriedade privada.

Art. 2º: As condições para dela ser membro são:

1ª) tipo de vida e atividade condizentes com esse objetivo.

2ª) energia revolucionária e empenho de propaganda.

3ª) profissão de fé comunista, ou seja, nada de professar a fé cristã.

Percebe que Marx e Engels propuseram com a liga que os participantes tenham energia revolucionária e professem a fé comunista? É óbvio que para a China professar a fé comunista, a fé cristã tem de ser enfraquecida. Afinal, ela não atende aos interesses comunistas. Se atendesse, o cristianismo não estaria sendo perseguido, pode ter certeza! Imediatamente Reflita a respeito.

O Livro Negro do Comunismo

Você já leu o Livro Negro do Comunismo: Crimes, Terror e Repressão, escrito por vários historiadores? É um material de aproximadamente 900 páginas, e foi publicado pela Bertrand Brasil. Está na 16ª ed., e quero ler alguns trechos para você. Afinal, precisa estar a par da importância de se informar sobre o que realmente é o regime comunista. Isso para que não defenda esse tipo de “ideal utópico” que não contribui em nada para realizarmos a nossa missão. Missão de pregarmos o evangelho a todas as pessoas (Mc 16:15-16).

No vídeo você verá que li trechos da referida obra.

Você não precisa ser apoiador de nenhuma causa política e nem estar envolvido com política. Em suma, a Bíblia e uma breve análise histórica são suficientes para você perceber que as ideias Marxistas e Comunistas servem de base para a intolerância religiosa. E isso quando os interesses marxistas estão em jogo.

Por outro lado, se for um cristão que estuda a Bíblia e a leva a sério, sabe que qualquer tipo de perseguição à fé cristã é algo diabólico. Vimos isso em Apocalipse 12:17.

Abrindo um parênteses: é curioso que nesse ínterim, nenhuma entidade de direitos humanos tenha se manifestado a respeito. É como se nada estivesse acontecendo com os cristãos na China…

Somos UM em torno da Cruz de Cristo

Analisando o que o texto bíblico de Apocalipse 12:17, temos evidências suficientes de que, apesar de sermos cidadãos neste mundo, nossos olhos devem estar voltados para o conflito cósmico. Em suma, esse conflito ocorre entre as classes de anjos bons e as classes de anjos maus (Ef 6:12). Segundo Efésios 6:12, não há luta de classes humanas:

“Pois nós não lutamos contra inimigos de carne e sangue, mas contra governantes e autoridades do mundo invisível, contra grandes poderes neste mundo de trevas e contra espíritos malignos nas esferas celestiais”.

Não esqueça que ao redor da cruz, todos somos UM só, sejam pobres e ricos:

“Pois todos vocês [pobres e ricossão filhos de Deus por meio da fé em Cristo Jesus. Todos que foram unidos com Cristo no batismo [pobres e ricos] se revestiram de Cristo. Não há mais judeu nem gentio, escravo nem livre, homem nem mulher, pois todos vocês são um em Cristo Jesus. [Nada de “luta de classes”] E agora que pertencem a Cristo, são verdadeiros filhos de Abraão [homem muito rico – Gênesis 13:2], herdeiros dele segundo a promessa de Deus” (Gl 3:16-29).

Nesse ínterim devemos ter a perspectiva e a responsabilidade de melhorarmos o mundo defendendo os interesses de Deus para a sociedade. Porém, precisamos lembrar que nossa maior esperança é a 2ª vinda de Cristo. A “bendita esperança” de todo crente que aguarda com expectativa pela eternidade.

Considerações Finais

Em conclusão, quero lhe pedir que se prepare. Num próximo vídeo farei um contraste entre O Manifesto do Partido Comunista, a Bíblia e o livro Atos dos Apóstolos. Essa obra foi escrita por Ellen G. White.

Se após esse contraste você continuar sendo um cristão marxista, Deus cobrará de você. Afinal, estará sendo incoerente com a fé cristã. Isso será entre você e Ele, e eu não irei julgá-lo.

Destaco mais uma vez: não tenho o mínimo interesse de lhe incentivar a apoiar qualquer causa política. Definitivamente, nosso foco é a luta entre Cristo e Satanás. De conformidade com isso, digo nossos olhos precisam se voltar para a pregação do evangelho e a 2ª Vinda de nosso Salvador.

Enfim, o que desejo fazer é alertar você quanto à incompatibilidade entre a Bíblia e o Manifesto do Partido Comunista. Do mesmo modo, informar sobre a incompatibilidade entre Apocalipse 12:17 e a postura perseguidora do governo chinês. Simultaneamente, mostrar a incompatibilidade entre Cristo e Karl Marx. Nada mais do que isso.

Esqueça preferências políticas. Atenha-se à Bíblia, aos fatos, e fixe Seus filhos em Jesus, “autor e consumador” da nossa fé (Hb 12:2).

Referências

[1] Duas interpretações consistentes e não excludentes entre si são a de Ekkehardt Mueller e de Vanderlei Dorneles. Primeiramente, em seu artigo “A Besta de Apocalipse 17: Uma Sugestão”, Mueller sugere que Satanás é a totalidade do engano representado no capítulo. Em síntese, para ele o 8º rei seria uma manifestação de Satanás. Seu estudo pode ser lido no link a seguir: http://circle.adventist.org/files/unaspress/parousia2005013109.pdf . A outra interpretação é de Dorneles, em seu artigo “O Oitavo Rei: Paralelos entre o dragão e as bestas de sete cabeças apontam novas hipóteses para os símbolos de Apocalipse 17”. Para ele, o 8º rei seria o mesmo poder representado pela besta de dois chifres em Apocalipse 13:11, ou seja, os EUA. Leia o artigo no link a seguir: http://www.revistaadventista.com.br/blog/2015/10/10/o-oitavo-rei/

[2] Karl Mark e Friedrich Engels, O Manifesto do Partido Comunista, 3ª ed. (São Paulo: Edipro, 2015), p. 105. (Série Clássicos Edipro).

Anterior Prosperidade: 5 Arquivos Bíblicos Para Sua Mente
Próximo Manifesto do Partido Comunista, Bíblia e Ellen White

Sobre o autor

Leandro Quadros
Leandro Quadros 750 posts

Escritor e apresentador dos programas "Na Mira da Verdade" e "Lições da Bíblia"

Veja todos os posts do autor →

Veja também

Pelo em ovo ou chifre em cabeça de cavalo

Alguns cristãos sinceros perdem tempo buscando “pelo em ovo” ou “chifre em cabeça de cavalo”, preocupando-se com aquilo que não é importante para a vida. Uma irmã enviou ao site

3 Razões Bíblicas Para Acolher as Pessoas, ao invés de Compactuar com a Ignorância Delas

Enquanto lia um capítulo da obra Os Cristãos e os Desafios Contemporâneos, de John Stott, uma frase fez minha mente “borbulhar” e me levou a reavaliar certas posturas bem intencionadas

Humildade cristã não está com cristãos cabisbaixos

Para nossa desgraça, aprendemos um conceito de humildade cristã que nada contribui para nossa motivação em seguirmos a Cristo. Nem beneficia nossa saúde emocional! É comum vermos irmãos cabisbaixos, sisudos

2 Comentários

  1. Paulo Santos
    julho 30, 03:53 Resposta

    Essa terminologia “cristão marxista” é totalmente fora de contexto. revela um grande desconhecimento sobre a visão que alguns cristãos não-alinhados com essa extrema direita bárbara, insensível, agônica, preconceituosa, obscurantista e hipócrita que se diz conservador, no entanto é o cúmulo do reacionarismo. Um cristão que vive realmente o evangelho não pode ser marxista. Marx e Engels tem seu valor na história como pensadores, mas nunca terão a extemporaneidade da Escritura Sagrada. Seus valores são datados, as coisas mudaram muito de um século para cá. Só uma coisa não muda: a opressão dos grandes sobre os pequenos. Quem é marxista, acredita em revolução pra mudar as coisas; quem é democrata, como nós, só quer aliviar o sofrimento e a injustiça. Quer saber mais? Esqueça o pingo nos is. Afinal, a investida do governo chinês é contra TODAS as religiões. A Jovem Pan só passa o pano nesse governo “conservador”. E segue o povo morrendo. Sabe lá Deus quando isso vai acabar.

Deixe seu Comentário