3 dicas para imprimir na mente de seu filho o amor a Deus e à religião

3 dicas para imprimir na mente de seu filho o amor a Deus e à religião

Deus ordena aos pais: “Ensina a criança no caminho em que deve andar, e, ainda quando for velho, não se desviará dele” (Pv 22:6).

Nossos filhos estão sendo “educados” por uma cultura que nunca os ensinará a convidar DEUS para fazer parte de seus lindos, pequeninos e importantíssimos planos. Consequentemente, nossos filhos crescem autossuficientes e sem fervor espiritual, podendo no período universitário tornarem-se céticos e descompromissados com as coisas divinas.

Sem uma base espiritual saudável, não há como enfrentar a vida lá fora. Quando eu era criança, meus pais não tinham uma formação religiosa e estrutura familiar para me ensinarem a me portar diante da vida. O resultado foi que cresci inseguro, com baixa-autoestima, desenvolvi tiques nervosos e outros transtornos de ordem emocional.

Graças a Deus, na adolescência (“antes tarde do que nunca”) adquiri base espiritual e pude me encontrar no mundo. Aprendi que existe um Deus que me ama apesar de meus defeitos, e me dá todo suporte para resolver meus problemas, administrar meus conflitos internos e para solucionar minhas dúvidas!

Se seu filho não se interessa pelas coisas espirituais e/ou passa mais tempo com o Smartphone ou outra tecnologia, o problema pode estar no método que tem usado para atrair a atenção dele para a fé cristã. Talvez você não tenha as ferramentas e instruções necessárias para despertar na criança ou pré-adolescente o desejo de passar mais tempo com a Bíblia.

Quero lhe dar 3 dicas para imprimir na mente de seu filho o amor por Deus e interesse pela fé e a religião:

1ª dica: Se você parar de deixar seu filho por muito tempo na frente da TV ou com o smartphone, a mente dele se desacostumará do excesso de estímulo audiovisual e encontrará prazer nas coisas mais simples e tranquilas da vida. Consequentemente, ir à igreja e ouvir mensagens espirituais será mais prazeroso.

2ª dica: Aproveite um momento a sós para ler histórias bíblicas e para orar com a criança. Ore com ela agradecendo a Deus pelas coisas boas que ela fez durante o dia e, se ela for insegura, agradeça ao Criador pela proteção que Ele dará a ela à noite toda. Reforçando para seu filho ou filha que Deus já está atendendo à oração, estará registrando na mente infantil um dos passos mais importantes para receber as bênçãos de Deus: crer que ele já atendeu: “Portanto, eu lhes digo: Tudo o que vocês pedirem em oração, creiam que já o receberam, e assim lhes sucederá”. (Mc 11.24, NVI).

3ª dica: Quando a criança pegar no sono, sugiro que, com a mão sobre a cabecinha, profira a bênção de Números 6:24-26. Faço isso todas as noites com minhas filhas e sinto uma profunda paz e certeza da presença de Deus na vida delas!

Essas são dicas muito importantes, mas há muito mais que poderá fazer pelo bem-estar presente, futuro e eterno de suas crianças. Por isso, quero lhe auxiliar a formar um pequeno cristão completo que gosta de ler a Bíblia, se sente motivado a memorizar textos bíblicos, aprende a gostar de evangelizar e a valorizar o trabalho dos missionários.

A série de livros 52 Maneiras pode lhe ensinar passo a passo a despertar no seu filho, sobrinho, neto ou irmão mais novo o interesse em Deus, na religião e na Bíblia. Os livros 52 Maneiras de incentivar a leitura da Bíblia (crianças entre 3 e 12 anos); 52 Maneiras de memorizar a Bíblia (de 2 a 12 anos); 52 Maneiras de ensinar a criança a evangelizar (crianças de 4 a 12 anos) e 52 Maneiras de ensinar missões (crianças de 4 a 12 anos) foram escritos por quem tem larga experiência na educação cristã e na condução das crianças a Jesus Cristo. Se fizer sua parte seguindo as instruções contidas nos materiais, será muito difícil dar errado!

52_maneiras_de_incentivar_a_leitura_da_bíblia52_maneiras_de_memorizar_a_biblia52_maneiras_de_ensinar_missões

Sou pai de duas meninas e quanto mais investi na vida espiritual delas, dando-lhes materiais de qualidade e presenteando-me com obras de altíssimo nível para saber como educá-las para Cristo, mais alegre se tornou minha vida de pai – muito menos estressante!

Hoje você tem a chance de participar desse grupo de pessoas que trabalha para formar filhos que sejam cidadãos neste mundo e no reino eterno.

Veja na livraria Ler Store essa relação de materiais que farão uma grande diferença na sua vida e na de suas crianças. Clique AQUI 

Porém, preciso dar um aviso: se você quer obter um resultado “mágico” de uma hora para outra na vida de seu filho, sem se esforçar para ler tais materiais e passar tempo ensinando à criança e orando com ela, esses livros não são para você. Só pais, avôs, tios ou irmãos mais velhos que estejam dispostos a educar, é que obterão bons e duradouros resultados com tais livros.

Ensinar a criança a amar a Deus e a Bíblia é a maior herança que podemos deixar para ela: “desde a infância, sabes as sagradas letras, que podem tornar-te sábio para a salvação pela fé em Cristo Jesus” (2Tm 3.15).

Sê crê nisso, já deu o primeiro grande passo para o sucesso presente e felicidade eterna de sua criança.

Anterior A Bíblia considera a carne de pato imunda?
Próximo Agência AMBLARD destaca meu trabalho na internet

Sobre o autor

Leandro Quadros
Leandro Quadros 439 posts

Escritor e apresentador dos programas "Na Mira da Verdade" e "Lições da Bíblia"

Veja todos os posts do autor →

Veja também

Apologética Cristã 2 Comentários

O Espiritismo Segundo a Bíblia: a Lei do Karma

Disponibilizo nesse post um áudio referente à lição 5 de minha obra O Espiritismo Segundo a Bíblia: guia prático de estudos bíblicos direcionado aos irmãos espíritas, publicada em 2015. Esse áudio

Sexo e Casamento 4 Comentários

5 dicas para ensinar seu filho ou sua filha a amar o próprio gênero

Deus não faz acepção de pessoas (Rm 2.11) e isso faz com que Sua natureza Todo-Amorosa (Jr 31.3; Os 11.8; Jo 3.16; 1Jo 4.8, 16) ame a todos os seres

Textos Difíceis 1Comentários

Dicionário Brasileiro de Teologia demonstra que a “alma” é mortal

Introdução Cada vez mais teólogos protestantes (e também católicos) têm reconhecido que o conceito bíblico de “alma” difere radicalmente daquele apresentado pela filosofia grega e popular. Oscar Cullmann apontou em

20 Comentários

  1. Edilane Barbosa
    outubro 11, 10:51 Resposta

    Pastor bom dia ,
    Gostaria de fazer uma pergunta para o senhor. Quando obrigamos os nossos filhos servir do nosso jeito é certo?
    Quando arrastamos por força e as vezes violência é correto?
    Gostaria que o senhor me responda essas perguntas, pois certo dia estávamos no circulo de oração de minha igreja e uma irmã estava passando um momento muito difícil com sua filha e a mesma relatou que a filha não queria ir pra igreja, e outra a irmã respondeu assim: arraste sua filha para igreja, tem que arrastar irmã. E aquilo me incomodou muito dentro de mim. Então fomos orar de mãos dada, e algo no meu coração me incomodava para dizer o seguinte lembro como se fosse hoje: Jesus não é a ultima palma de banana na feira para oferecemos a qualquer preço, que devemos implantar o amor de Deus nos corações de nossos filhos , devemos ensina-los ser verdadeiros adoradores, e não adora-lo por obrigação nem por força e nem mesmo por violência, temos que implantar amor o Amor
    No dia seguinte a irmã falou que quem tinha falado essas palavras era o próprio dêmonio.Pastor eu fiquei sem chão, chorei muito aos pés do Deus, por favor me ajude a entender me responda, pois estou muito aflita muito desanimada.

    E eu vou sim ensinar minha filha não obrigada mas, com Amor sendo adoradora!

  2. Marilia
    março 07, 23:11 Resposta

    Obrigada. Fiquei emocionada com a dica número 3. Procuro seguir as outras duas também. Mas desde que meu filho nasceu, a hora de dormir é acompanhada da “hora da benção”. A benção de Números 6:24 a 26. A diferença é que faço com ele acordado ainda, e completo com todos os desejos de proteção, de todas as demais bençãos que desejo que Deus conceda a meu filho. Mesclo até a Lei do Desbravador. Meu filho tem dois anos e meio e já sabe boa parte da benção decorada… Que Deus continue lhe abençoando e usando sua inteligência e dedicação a Ele!

    • Leandro Quadros
      março 08, 17:54 Resposta

      Que bom você ter repartido sua experiência conosco, Marilia. Muito obrigado! Você é uma mãe segundo o coração de Deus. Parabéns!

  3. Simone
    março 06, 19:51 Resposta

    Que maravilhosa e preciosa dica… Fui obrigada a aceitar um divórcio que me deixou em frangualhos. Mas meu filho foi minha infeção de ânimo para agir, claro com a ajuda de meu Deus. E tenho grandes dificuldades em criar meu filho. Mas uma coisa é certa, quero e vou criar, educar, ensinar e corrigir meu filho à luz da Palavra de Deus.

    • Leandro Quadros
      março 08, 17:56 Resposta

      Simone: Deus jamais irá desamparar você, pois é uma mãe de verdade que se preocupa com a felicidade de seu pequeno. Você merece ser feliz para que tenha cada vez mais saúde e estrutura para cuidar dele. Por isso, sugiro também que converse com um(a) bom psicoterapeuta para que continue aprendendo a lidar com dor terrível do divórcio. Estarei em oração e torcendo por você. Grande abraço!

  4. Jucelia
    março 05, 21:16 Resposta

    Obrigado professor Leandro Quadros, as dicas são maravilhosas estava precisando de umas dicas tenho um filho de 12 anos. Estava agora mesmo adorando pedindo a Deus sabedoria para educar meu filho nos caminhos do senhor. Entrei no face e vi esse artigo estou maravilhada com o cuidado e respostas de Deus as minhas orações .

    • Leandro Quadros
      março 08, 18:01 Resposta

      Como Deus é tremendo, Jucelia! Ele nos ajuda de maneiras que nem podemos imaginar. Muito obrigado por repartir seu testemunho comigo 🙂

  5. Ana Paula Simoes
    março 05, 15:04 Resposta

    Oi Prof. Leandro!
    Agradeço de coraçao as dicas, dentre as 3, com a graça de Deus 2 já pratico cotidianamente! A outra o farei a partir de hoje.
    Vou adquirir os materiais!!!

  6. Ana
    março 05, 14:15 Resposta

    Oi pastor obrigada pelas dicas,estou lendo o livro Orientaçao para crianças da Ellen White que é ótimo,assim que terminar vou começar a ler os que o senhor sujeriu.Me preocupo muito com a educaçao do meu futuro filho(a) e oro para que Deus me oriente em tudo

    • Leandro Quadros
      março 08, 18:06 Resposta

      Baita livro o Orientação da Criança, Ana. Parabéns por sua dedicação! O internauta que desejar, poderá adquiri-lo com a Casa Publicadora Brasileira no site http://www.cpb.com.br

  7. Muito importante essas dicas, sou mãe de dois meninos um de 13 e outro de 3, sou professora de crianças da educação infantil e também diretora do departamento infantil da minha igreja, muitas vezes incentivo os pais e esqueço um pouco meus próprios filhos, vou pôr em prática essas sugestões, agradeço muito!

  8. DJELANE
    março 05, 13:48 Resposta

    Muito importante essas dicas, sou mãe dois meninos um de 13 e outro de 3, sou professora de crianças da educação infantil e também diretora do departamento infantil da minha igreja, muitas vezes incentivo os pais e esqueço um pouco meus próprios filhos, vou pôr em prática essas sugestões, agradeço muito!

  9. Rosane
    março 05, 13:32 Resposta

    Achei muito interessante tenho dois filhos meninos e o mais velho até se interessa um pouco, mas o mas nove não tenho muito dificuldade de levar eles a igreja porque elas não gosta muito, mas vou levar essa dicas comigo e praticá-la com meus filhos,não tenho condições de comprar o livro mas as dicas já ajuda muito.

  10. Kewin William
    março 01, 14:17 Resposta

    Obrigado pelas dicas maravilhosas professor Leandro Quadros. Creio que a religiosidade desde a infância é de extrema importância. Com a graça de Cristo, colocarei esses ensinos em prática com meus irmãos.

    • Leandro Quadros
      março 01, 15:49 Resposta

      Parabéns por sua disposição em ajudar seus irmãos no conhecimento de Cristo, Kewin! Deus o recompense tremendamente por isso. Paz e saúde! (3Jo 2)

      • Kewin William
        março 04, 00:13 Resposta

        Obrigado professor Leandro Quadros, é um prazer. Desejo tudo em dobro para o senhor…Abração…

      • Edilane Barbosa
        outubro 11, 10:49 Resposta

        Pastor bom dia ,
        Gostaria de fazer uma pergunta para o senhor. Quando obrigamos os nossos filhos servir do nosso jeito é certo?
        Quando arrastamos por força e as vezes violência é correto?
        Gostaria que o senhor me responda essas perguntas, pois certo dia estávamos no circulo de oração de minha igreja e uma irmã estava passando um momento muito difícil com sua filha e a mesma relatou que a filha não queria ir pra igreja, e outra a irmã respondeu assim: arraste sua filha para igreja, tem que arrastar irmã. E aquilo me incomodou muito dentro de mim. Então fomos orar de mãos dada, e algo no meu coração me incomodava para dizer o seguinte lembro como se fosse hoje: Jesus não é a ultima palma de banana na feira para oferecemos a qualquer preço, que devemos implantar o amor de Deus nos corações de nossos filhos , devemos ensina-los ser verdadeiros adoradores, e não adora-lo por obrigação nem por força e nem mesmo por violência, temos que implantar amor o Amor
        No dia seguinte a irmã falou que quem tinha falado essas palavras era o próprio dêmonio.Pastor eu fiquei sem chão, chorei muito aos pés do Deus, por favor me ajude a entender me responda, pois estou muito aflita muito desanimada.

        E eu vou sim ensinar minha filha não obrigada mas, com Amor sendo adoradora!

    • Eliane Brandão
      março 06, 13:08 Resposta

      Sou professora do “Jardim”e sou muito grata a Deus por lhe usar.Essa dica serviu para que eu enviasse também ao Grupo de mães de minha sala.Louvado seja o Senhor.

Deixe seu Comentário