“Por que me tornei adventista?”

“Por que me tornei adventista?”

Post do ano 2011 que mostra a importância da pregação do evangelho!

A médica cardiologista Ana Catarina Periotto que mora em Santos, SP, decidiu contar ao mundo por que se tornou adventista do sétimo dia.

Ela começa seu depoimento apresentando as razões para ter deixado de dançar na igreja pentecostal onde era membro. Ela explica que, após um irmão na fé aproximar-se dela dizendo que havia “se apaixonado por vê-la dançar”, percebeu que as danças sensuais de hoje – mesmo praticadas dentro de uma igreja – nada têm a ver com as danças hebraicas.

A Dra. Periotto comenta sobre o rebatismo e disponibiliza no blog uma carta a todos os seus ex-irmãos na fé, intitulada “Por que me tornei adventista?” Assim como muitos outros amigos, Ana pensava que o adventismo era uma seita. Porém, motivada por um desejo sincero de conhecer mais a Deus, ela estudou a Bíblia com a Novo Tempo e percebeu que o adventismo é uma religião cristã e que Senhor, além de ser amado, precisa ser obedecido.

Isso causou um impacto profundo em seus conceitos teológicos. Ela passou a obedecer aos princípios dietéticos de Levítico 11, deixando assim de consumir carnes imundas que contaminam o corpo, “santuário do Espírito Santo” (1Co 3:16, 17; 6:19, 20).

Sua experiência com a mensagem adventista também é descrita com detalhes. Ela assistiu ao programa “Está Escrito” com o Pr. Alejandro Bullón, Pr. Fernando Iglesias e teve um contato marcante com o DVD “O Grande Conflito”, do Pr. Luís Gonçalves.

E foi através de uma busca por respostas na internet que ela conheceu o blog do programa “Na Mira da Verdade”. Ela teve acesso aos diversos artigos apologéticos lá disponíveis e manifestou um desejo profundo de ter suas dúvidas esclarecidas. Deus colocou no caminho dela o jovem Walans Souza, internauta do “Na Mira” que, bondosamente, respondia por e-mail aos questionamentos que vinham à mente dela enquanto navegava na internet.

No momento em que assistia ao programa “Na Mira da Verdade”, Deus tocou profundamente o coração dela, despertando-a para uma nova realidade quanto à importância dos Dez Mandamentos (Ex 20:1-17; Dt 5:1-21) na vida do cristão salvo pela graça:

“O professor Leandro Quadros me deixava atônita com tantas informações que pareciam tão óbvias, mas tão estranhas para mim. Ficava feliz, mas apreensiva ao mesmo tempo. Como podia me sentir confrontada com a verdade se eu já andava na verdade? Hoje percebo claramente que Jesus não aboliu a lei, mas cumpriu TODA a lei. Ele cumpriu a LEI MORAL:  guardava o sábado (Lc 4:16), honrava seus pais, adorava somente a Deus…”

Há muitas pessoas sinceras como a Dra. Periotto que, com um coração aberto ao Espírito Santo permitem-Lhe que lhes abra o entendimento para a compreensão total das Escrituras. Assim como ela, muitos outros têm tido a coragem de confrontarem suas crenças atuais e reciclá-las à luz das novas revelações da Palavra de Deus.

Oremos por todos os filhos sinceros do Pai, que estão em busca do conhecimento pleno das Escrituras. E divulguemos a história da Dra. Ana Catarina Periotto para que muitos outros tenham a oportunidade de desfrutarem de uma experiência espiritual tão enriquecedora como a dela.

Gostou? Compartilhe com quem precisa deste conhecimento:
error12
fb-share-icon20
Tweet 20
fb-share-icon20
Anterior Jesus Barrabás ou Jesus Cristo?
Próximo 3 Razões Bíblicas Para Acolher as Pessoas, ao invés de Compactuar com a Ignorância Delas

Sobre o autor

Leandro Quadros
Leandro Quadros 778 posts

YouTuber e apresentador dos programas "Na Mira da Verdade" e "En La Mira de La Verdad", na Rede Novo Tempo.

Veja todos os posts do autor →

Veja também

Apologética Cristã 2 Comentários

Paulo e o Sábado (Romanos 14)

O sábado em Romanos 14  Em Roma, um grupo ascético fanático (herético), marcadamente semelhante àquele de Colossos (Colossenses 2), advogava estrito vegetarianismo, abstenção do vinho e a observância de dias

FAQ - Dúvidas Frequentes 13 Comentários

Em quem o cristão deve votar

Antes de apresentar esses conselhos de Ellen G. White para o cristão que deseja votar e assim exercer seu direito de cidadão com sabedoria e prudência, destaco que a co-fundadora

FAQ - Dúvidas Frequentes 0 Comentários

A palavra plural “vidas” reafirma a reencarnação?

Um espírita argumentou que a palavra “vida” no hebraico é plural e, por isso, a doutrina da reencarnação seria bíblica. Isso é verdade? Há outros argumentos mencionados por ele e

0 Comentários

Ainda não há comentários!

Você pode ser o primeiro a comente este artigo!

Deixe seu Comentário