fbpx
Leandro Quadros

Artigos e cursos do Prof. Leandro Quadros, apresentador na Novo Tempo.

Marx e socialismo são melhores que capitalismo…

Alegações

Ao comentar um artigo que disponibilizei em meu blog, intitulado “Cristianismo e Socialismo”, em defesa de Karl Marx uma internauta alegou (entre outras coisas) que eu:

  • Desconsidero o contexto político e religioso da época de Karl Marx.
  • Que o capitalismo é pior que o socialismo.
  • Que o cristianismo não deve se misturar com o capitalismo nem com o socialismo.
  • Que sou de “extrema direita”.

Nesse terceiro ponto ela está, diríamos assim, correta. Todavia, nos demais… Longe da realidade.

Abaixo transcrevo a resposta que dei a ela, com alguns acréscimos para o post. Leia até o final, para que possa fazer uma reflexão saudável, e vir a comentar de forma cristã, respeitosa e coerente.


Considerações

Oi, … :

Obrigado por seu comentário.

Primeiramente, o contexto político e religioso no qual Marx viveu não justifica ele generalizar, como se tudo na religião fosse ruim e todos os religiosos “drogados” pelo “ópio”. Ele nem se deu ao trabalho de analisar que em todas as épocas há os cristãos sinceros, os falsamente convertidos e também os fanáticos. Percebe-se com isso que ele não fez questão de separar “o trigo do joio”.

Isso revela que a intenção dele foi falar mal da religião em si, inclusive da sua.

Além disso, Marx ignora por completo que a igreja foi estabelecida por Cristo, e que será vitoriosa no final (Mt 16:16-18). Se Cristo considera a igreja Sua noiva (Ef 5:25-28), é óbvio que ao falar mal dela (fazendo uso da generalização), Marx desagrada a Cristo.

A Igreja Romana com certeza foi um atraso para a ciência (todavia, produziu muito a nível teológico). Entretanto, o mesmo não se pode dizer do protestantismo.

Quando estudei Teoria da Comunicação na faculdade, “aprendi” que também o protestantismo faz parte de um “instrumento de dominação das massas”. Por isso, não creio que Marx tinha em mente apenas o Catolicismo da época. Basta ver a influência das ideias dele nos acadêmicos marxistas que, em sua grande maioria, são ateus, não protestantes.

O Marxismo e a Fé Cristã

Desde já sugiro a leitura do apêndice intitulado “O Marxismo e Fé Cristã”, escrito por Richard J. Sturz. Encontra-se na obra Filosofia e Fé Cristã, de Colin Brown (p. 207-221). Será de grande auxílio para uma avaliação crítica, cristã e fundamentada sobre o marxismo. No referido apêndice, Sturz deixa claro que Marx não falava “apenas contra o contexto religioso de sua época”. Sugiro que leia todo o contexto da citação abaixo, na obra indicada:

“É notório que o ateísmo de Marx não é um simples fato entre outros em seu pensamento. Marx é ativamente contra a religião em todas as suas formas. Esta atitude evangelística informa todos seus escritos, sendo basilar para seu sistema. Engana-se aquele que pensa ser este ateísmo ad extra (extra ou exterior) ao marxismo, ser esta atitude antirreligiosa passível de eliminação, deixando, no entanto, o sistema intato”.[1]

Cristianismo, Capitalismo e Socialismo

Quanto à sua afirmação de que o cristianismo “não deve se misturar com o capitalismo e nem com o socialismo”, está corretíssima. Todavia, não devemos esquecer que o apóstolo Paulo disse:

“Porque, quando ainda estávamos convosco, vos mandamos isto, que, se alguém não quiser trabalhar, não coma também”. (2Ts 3:10).

Por mais que o capitalismo possa levar o ser humano a uma competição predatória e não saudável (cabe a nós o decidir trabalhar com equilíbrio), certamente ele é “dos males o menor”. Afinal, não estimula a dependência do governo para tudo na vida, e não apela ao vitimismo, que faz mal à saúde mental e mantém as pessoas presas em suas jaulas de mágoa e frustração, não as estimulando a crescer na vida.

Isso me leva a concluir que sua afirmação de que o “capitalismo é bem pior” carece de fundamentação. Afinal, nunca ouvi falar de um norte-americano atravessando a nado o Rio Bravo para ir viver em Cuba. Ocorre o contrário!

Também não vejo nenhum esquerdista se propondo a morar na Venezuela, onde as pessoas na rua pedem aos estrangeiros até creme dental e papel higiênico. O que vejo são os “socialistas” tirando férias nos EUA, e viajando para a Europa.

Ou seja: o discurso não combina com a prática. Uma hipocrisia que pode ser doentia. Como disse Jesus: “Pelos seus frutos os conhecereis” (Mt 7:16).

Por isso, aconselho que estude e avalie com senso crítico a realidade do mundo e da vida, e que procure ao máximo ser imparcial (mesmo que isso não exista completamente em nenhum de nós), para não defender o indefensável.


Pense bíblica e teologicamente

Molde sua visão de mundo com uma cosmovisão bíblica, e poderá “olhar de cima” para o que ocorre na sociedade. Ao fazer isso perceberá que a ênfase bíblica não é em uma mera “luta de classes” entre seres humanos, mas sim numa luta de classes a nível cósmico, espiritual:

“Pois a nossa luta não é contra pessoas, mas contra os poderes e autoridades, contra os dominadores deste mundo de trevas, contra as forças espirituais do mal nas regiões celestiais” (Ef 6:12 – Nova Versão Internacional).

Compreendendo que há um conflito cósmico entre o bem e o mal (Ap 12:7-12), e que nunca existiu, nem existirá um sistema de governo humano perfeito, nossas atenções e comentários focarão o governo eterno de Cristo. Afinal, o estudo de Daniel 2 nos revela que a única ideologia que governará nossa planeta será a divina.

Segundo as Escrituras, ao invés de lutarem entre si, pobres e ricos precisam se prepararem juntos para a 2a vinda de Cristo, pois, segundo Paulo: “todos vocês são um em Cristo Jesus” (Gl 3:28b – Nova Versão Transformadora).

Além disso, de acordo com Ellen G. White, é plano de Deus que tanto as famílias ricas quanto as famílias mais pobres contribuam para com o progresso da sociedade:

“Os que pensam em casar-se devem tomar em conta qual será o caráter e a influência do lar que vão fundar. Ao tornarem-se pais, é-lhes confiado um santo legado. Deles depende em grande medida o bem-estar dos filhos neste mundo e sua felicidade no mundo por vir. Determinam, em grande extensão, a imagem física e moral que os pequeninos recebem. E da qualidade do lar depende a condição da sociedade; o peso da influência de cada família (obviamente, pobre e rica) concorrerá para fazer subir ou descer o prato da balança”.[2]

Marx? Evangelizar é melhor

A afirmação de que sou de “extrema direita” revela que a internauta não sabe separar uma análise teológica de um viés político. Enquanto misturar as coisas, todos que não concordarem com suas ideias serão de “extrema direita” – o que está longe de ser verdade.

Portanto, argumente ao invés de rotular. O rótulo é um recurso usado por aqueles que não têm bons argumentos e que não têm maturidade ou humildade para reconhecerem isso.

Sendo assim, aprenda a diferenciar teologia de viés político. Do contrário, começará mal um debate por já ter preconceitos. Consequentemente, estará disposta apenas a apoiar suas ideias, ao invés de também aprender.

O fato de ser contra o socialismo não significa que eu assuma um viés político. Afinal, não gosto de muitas coisas que a direita faz. Não me julgo de direita e muito menos de esquerda, pois procuro ser bíblico. Óbvio que sou imperfeito, de modo que nem sempre conseguirei atingir esse ideal. Em contrapartida, devo me esforçar.

Gostou das dicas? Aprenda com a Bíblia como reprogramar sua mente para o sucesso financeiro, dar uma direção a suas finanças e a sair das dívidas, com aulas práticas e suporte ao aluno.

Conheça agora o curso on-line de Inteligência Financeira Bíblica.

Considerações Finais

Enfim, acredito que um cristão que leva a Bíblia a sério terá uma cosmovisão que o leve a defender a moral (Êx 20:1-17; Ef 2:10), a família (Gn 2:22-24; Ef 6:1-4) e a religião (Hb 10:25; Tg 1:27). Ademais, não incentivará ninguém a desrespeitar autoridades (Rm 13:1-5). Esse é um dos motivos que me leva a ver total contradição entre a Ortodoxia Cristã e o Marxismo.

Acima de tudo, leiamos mais a Bíblia para que possamos enxergar a realidade com óculos espirituais:

“Quem não tem o Espírito não aceita as coisas que vêm do Espírito de Deus, pois lhe são loucura; e não é capaz de entendê-las, porque elas são discernidas espiritualmente. Mas quem é espiritual discerne todas as coisas, e ele mesmo por ninguém é discernido…” (1Co 2:14-15 – Nova Versão Internacional).

Assim, passaremos muito mais tempo estudando evangelizando (cf. Mt 28:18-20) do que falando sobre política – mesmo que não seja errado falar a respeito.

Caso deseje trocar mais ideias a respeito, estarei à sua disposição.

Um abraço e que Deus a abençoe.


Notas

[1] Richard J. Sturz, “O Marxismo e a Fé Cristã”, em Colin Brown, Filosofia & Fé Cristã: Um Esboço Histórico desde a Idade Média até o Presente, 2ª ed. (São Paulo: Vida Nova, 1999), p. 216. Grifos acrescidos.

[2] Ellen G. White, A Ciência do Bom Viver, 10ª ed. (Tatuí, SP: Casa Publicadora Brasileira, 2014), p. 357. Grifos acrescidos.

Gostou? Compartilhe com quem precisa deste conhecimento:
error2
fb-share-icon20
Tweet 20
fb-share-icon20

Leandro Quadros

YouTuber e apresentador dos programas "Na Mira da Verdade" e "En La Mira de La Verdad", na Rede Novo Tempo.

9 comentários em “Marx e socialismo são melhores que capitalismo…

  1. Alguns tem que perceber que o capitalismo por mais que não seja um sistema econômico perfeito, ele permite que as pessoas ainda sejam remunerado conforme seu esforço. Já o socialismo, vc trabalha para dar para governo, com a promessa que ele vai dividir com vc o que já era seu. Por isso fica nítido que países socialista são países mais miseráveis, sendo que quem fica na mordomia é só os líderes que gerência o dinheiro da nação.

  2. Bom dia pastor sou adventista há mais de 50 anos , minha mãe foi obreira na igreja central na rua Itaguá, Liberdade SP , trabalhou com os Pastores : Duilio Parotti e Kinpion, sou professora de Filosofia formada em Estudos Sociais, dou inteira razão a sua pessoa e desconsidero sua questionadora, pois primeiramente sou de esquerda e não tenho essa visão de mundo pois estamos no limiar deste mundo e procuro ponderar pois tenho muitas discordâncias da esquerda, mas assim mesmo prefiro pois a luta entre o capital e o trabalho esta bem clara, ouço todas as manhãs no Whats seu áudio lições da escola sabatina , sou assinante de seu canal e acompanho suas postagens na s redes sociais tenha uma semana abençoada e continue nessa sua jornada nos fortalece e estimula .

  3. Tréplica né? Kkkkkk
    De fato em todos povos e épocas a cristãos sinceros, mas quando se diz “religião” ñ necessariamente é a “noiva”pq sabemos q existem religiões por ai, que ñ são, né? Na minha resposta deixei claro que com raras excessões e até concordo que ele exagerou, porém também há exageros em demonizar Marx como se tudo que ele falou fosse errado, desconsiderando toda a contribuição de seus estudos para a sociedade em geral, como o entendimento das relações de trabalho, o capital e etc… vc falou que o socialismo ajuda a aumentar a vitimização, onde o estado dá e ñ estimula. Isso sabemos q nem verdade é, no Brasil por exemplo, foram criadas políticas públicas para acesso dos mais necessitados e das raças mais estigmatizadas a universidade através das cotas isso ñ é vitimizar, como entendedor de história que és, é provável que saiba das dificuldades que os negros e os índios passaram com os anos de escravização. De acordo com a bíblia e com os ensinamentos de Jesus, nós como cristãos devemos olhar o nosso próximo com amor, suprir o necessitado, acolher… E nada disso é visto nas ideologias de direita. A Esquerda tem seu víes político e ideológico diferente em alguns aspectos dos princípios bíblicos estabelecidos por Deus, e isso é errado. Eu ñ concordo com o que fere os princípios bíblicos. Mas demonizar Marx por ter falado de religião baseado na época dele, é falho sim. Um filósofo nenhum ia falar de religiões que ñ exerciam influência de massas. Por fim Ellen G. White cita em Beneficiência Social pag. 178 “Nosso amor a Deus deve expressar-se na prática de boas obras em favor dos necessitados e sofredores da família da fé, cujas necessidades venham ao nosso conhecimento e reclamem nosso cuidado. Cada alma está sob especial obrigação para com Deus de observar os Seus pobres dignos com especial compaixão. Sob nenhuma consideração devem eles ser passados por alto. O socialismo demonizado, visa a igualdade social, o apoio aos necessitados, falha em alguns aspectos gravemente? SIM, SEM DUVIDA. MAS E O CAPITALISMO? ONDE O RICO FICA MAIS RICO E O POBRE QUE LUTE? SOZINHO SEM OPORTUNIDADES FICA COMO? Não sou de esquerda nem de direita, sou cristã. Ñ sou cega, e tenho ainda por cima lugar de fala. Coisa q nem todo mundo tem.

    1. Patrícia é totalmente cristão ajudar o próximo e dividir, agora onde está na bíblia que devemos dar nossa renda ao estado para ele então fazer essa divisão de bens? Os atos de caridade devem partir do coração de cada um e nunca uma obrigação, o socialismo quer justamente impor isso, se você acha que existem pessoas em situações difíceis então você pode fazer você mesmo sua parte e contribuição mas não pode obrigar os outros a fazer isso porque isso nunca deu certo, como o professor lembrou as pessoas fogem de Cuba que teoricamente tem igualdade pra todos para o estados unidos que dizem ter um capitalismo malvado.

  4. Pastor, suas colocações no meu entendimento, foram perfeitas. Parabéns. Vc tem muito discernimento sobre a palavra de Deus e sua visão é extremamente fiel a realidade. Acredito que o vitimismo é um mal q todos nós precisamos combater, pois muitas vezes, atrapalha o nosso entendimento sobre as coisas do mundo. Talvez, a maioria das pessoas possuem um visão errada sobre o capitalismo. Acredito q ele seja o melhor sistema p nós! Abraço.

  5. Professor, o senhor porderia fazer um vídeo e/ou texto complementar, levando em consideração os seguintes textos:
    – Isaias 58;
    – Tiago 5;
    – Patriarcas e Profetas, Capítulo 51 – o cuidado de Deus para com os pobres (Ellen G. White)
    – Beneficência Social, Capítulos 1 e 3 (Ellen G. White)

  6. Uma gama de pessoas não se dão a oportunidade de perceber que ao falarmos e vivermos o cristianismo isso não nos isenta em vivermos em uma sociedade em que haverá inúmeras forma de governos, ideologias, princípios, e que é impossível existir e não estar submisso a uma forma de governo, os índios, e até os nômades estão submissos as suas formas de governança, ser cristão me faz um ser diferenciado, mas não me isenta da vida social e suas responsabilidades. Como já foi dito cristianismo não se mistura com política, e esse engano não é de hoje, pois até mesmo os discípulos, os fariseus, os lideres judeus esperavam que JESUS assumiria o governo na época, ledo engano.

  7. Quando eu leio a Bíblia, eu percebo que o capitalismo se encaixa na cosmovisão do trabalho e do lucro. A cosmovisão da Bíblia diz que o trabalho deve ser algo para o sustento da família. Mas a cosmovisão do capitalismo explora o trabalho em nome do lucro de poucas pessoas, isto é perceptível no capitalismo financeiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao topo
ACESSE AQUI!
Download
Get a Shocking Discount!
Get 85% OFF on all our selected products
Check it out
Get 85% OFF on all our selected products
Get a Shocking Discount!
Check it out
Get a Shocking Discount!
Get 85% OFF on all our selected products
Check it out
Reserve seu lugar para assistir Aulas GRATUITAS que mudarão radicalmente a forma como você se comporta com o dinheiro, principalmente diante da crise.
Jornada Inteligência Financeira Bíblica
INSCREVA-SE
SAVE 20%
off Individual Membership every year you're a member with us
Click here to join